1988 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Ir em baixo

1988 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Mensagem  Saimon em 30/1/2018, 19:13

Data fictícia: início do mês 4

Circuito: Jacarepaguá

Extensão: 5,031 km (61 voltas / 306,891 km no total)


Dados dos treinos livres:

Velocidade Média: Média
Acerto: O circuito é sinuoso, com curvas de variados tipos, sendo a aderência o ponto vital para obter desempenho. Apesar disso ainda possui um trecho relativamente longo de pé embaixo (reta da Junção), havendo necessidade de trabalhar a velocidade final até a entrada da curva Sul. Necessário tomar cuidado com o bumping que, embora moderado, pode tornar os carros ariscos.
Pneus: Asfalto abrasivo e alta temperatura, alto desgaste (durabilidade -4 na corrida)
Motores: Turbos Mínimo 2,12 Km/L para completar a corrida

Traçado:



Condições Climáticas:

Treinos: ensolarado, 31 a 34°C, pista seca (nenhuma possibilidade de chuva)

Corrida: parcialmente nublado, 29 a 32°C, pista seca (nenhuma possibilidade de chuva)


Prazo para envio dos formulários de corrida: 18:00h de 02/02/18 (sexta-feira)

Obs.: horário de Brasília. Enviar formulários de corrida por e-mail para: saimonbcruz@yahoo.com.br
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2443
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Treinos

Mensagem  Saimon em 30/1/2018, 19:13

1ª Sessão

Sábado de muito sol como é típico no verão carioca. A F1 está de volta e o público lota as arquibancadas do circuito de Jacarepaguá. Finalmente chega a hora de colocar os carros na pista de forma oficial para o treino que definirá o grid de largada para a primeira corrida da temporada 1988. Temos mudanças neste ano na parte técnica, que buscará aproximar os motores aspirados dos turbo, trocas de pilotos entre as equipes, novas pinturas nos carros, entre outros. Neste ano também, com a saída da Raynor, teremos 30 carros participando do treino, não havendo mais a pré-qualificação, onde dois carros eram eliminados na primeira sessão. Portanto, todos participarão das duas sessões.
O alemão Bernd Schneider, estreante, abre o treino pilotando seu AGS. A equipe mudou do preto e laranja para o azul com detalhes em preto, além de estar agora empurrada por motores Ford-Cosworth aspirados, conseguindo a marca de 1'32"431 com o germânico.
Maurício Gugelmin, brasileiro, é o outro estreante da temporada. Pilotando pela Minardi, que agora tem motores Ford-Cosworth aspirados, o piloto da casa vira 1'32"146.
Campos, no outro AGS, faz 1'32"625.
Piquet na pista. O brasileiro está de volta depois do acidente sofrido no GP do Japão do ano passado e está com fome de tri. O bicampeão marca 1'28"978 com seu Savoia-Honda.
Caffi, que trocou a Benetton pela Minardi, vira 1'31"544.
Larini entra na pista com a Larrousse. O italiano faz sua estréia pelo time, que agora usa motores Ford-Cosworth aspirados. Na freada da Nonato, o piloto do carro #30 erra e espalha para fora da pista. Larini volta à pista e recolhe para os boxes. Ao contrário do ano passado, não há mais segunda chance nesta primeira sessão e o italiano poderá voltar apenas na segunda.
Alliot na pista. O novo piloto da Collepin, que agora carrega as cores preto e amarelo, faz 1'31"772.
Boutsen sai dos boxes com seu Fittipaldi. O belga vira 1'28"982, ficando a poucos milésimos de Piquet.
Capelli registra 1'31"175 com seu Project Four, equipado com os novos motores Judd aspirados.
Prost foi o grande player do mercado de pilotos. Preterido pela Savoia, que pretendia dar a função de primeiro piloto a Piquet, o francês assinou com a Fittipaldi por três temporadas. Já na sua estréia em treinos oficiais pela equipe brasileira, o gaulês aparece na primeira posição com o tempo de 1'28"621.
Alboreto marca 1'29"564 com a Rocca.
Brundle faz 1'30"968. A Tyrant trocou os motores Ford-Cosworth pelos Judd para esta temporada.
Martini, agora piloto da Benetton, vira 1'32"192. A equipe ítalo-britânica ficou sem motores após a saída da BMW e teve que buscar os Ford-Cosworth aspirados.
Modena marca 1'31"535 com a Project Four.
Palmer entra na pista com seu Nürburg, agora equiado com motores alemães Zakspeed. Estreando pela equipe germânica, o britânico vira 1'30"918.
Nannini, depois da falência da Raynor, conseguiu vaga na Collepin e não decepciona, virando 1'30"860.
Baldi, que retorna à Tyrant após alguns anos, faz 1'31"722.
Streiff marca 1'31"478 com a Larrousse.
De Cesaris vira 1'30"410. A Vector este ano usa motor aspirado da Ford-Cosworth, porém uma versão mais nova que a das demais equipes, a DFR.
Nakajima entra na pista com o novo carro da Biscazzi. Finalmente podendo pilotar um modelo igual ao de Senna, o japonês registra 1'29"758.
Johansson faz 1'30"298 com a Vector.
Danner, dispensado pela Nürburg, estréia pela Benetton virando 1'31"827.
Warwick marca 1'30"529 com a Nürburg.
Berger vira 1'29"893 em seu Potere-Ferrari.
Mansell entra na pista com seu Williams agora equipado com motores Judd aspirados. O britânico faz 1'29"444.
Arnoux registra 1'29"575 com a Rocca.
Patrese faz sua estréia pela Savoia, mas da pior maneira possível: o italiano espalha na curva Sul, pega sujeira e sai da pista, batendo forte na barreira de pneus. Felizmente, enquanto a poeira baixa, o piloto aparece saindo do carro, ileso. Mas terá que correr para pegar o carro reserva e se classificar para a prova.
Bellof vai para a pista com a Williams e vira 1'29"841.
Saudado pelo grande público que comparece ao circuito, o atual campeão Senna vira 1'28"688 e fica logo atrás de Prost.
De Angelis aparece para fechar a primeira sessão, pilotando agora pela Potere. O italiano faz 1'29"536.

Classificação - 1ª Sessão:

Alain PROST (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) 1'28"621
Ayrton SENNA (Biscazzi/Honda/Goodyear) 1'28"688
Nelson PIQUET (Savoia/Honda/Goodyear) 1'28"978
Thierry BOUTSEN (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) 1'28"982
Nigel MANSELL (Williams/Judd/Goodyear) 1'29"444
Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'29"536
Michele ALBORETO (Rocca/Megatron/Goodyear) 1'29"564
René ARNOUX (Rocca/Megatron/Goodyear) 1'29"575
Satoru NAKAJIMA (Biscazzi/Honda/Goodyear) 1'29"758
10º Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) 1'29"841
11º Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'29"893
12º Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'30"298
13º Andrea DE CESARIS (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'30"410
14º Derek WARWICK (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) 1'30"529
15º Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'30"860
16º Jonathan PALMER (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) 1'30"918
17º Martin BRUNDLE (Tyrant/Judd/Goodyear) 1'30"968
18º Ivan CAPELLI (Project Four/Judd/Goodyear) 1'31"175
19º Philippe STREIFF (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"478
20º Stefano MODENA (Project Four/Judd/Goodyear) 1'31"535
21º Alex CAFFI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"544
22º Mauro BALDI (Tyrant/Judd/Goodyear) 1'31"722
23º Philippe ALLIOT (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"772
24º Christian DANNER (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"827
25º Maurício GUGELMIN (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"146
26º Pierluigi MARTINI (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"192
27º Bernd SCHNEIDER (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"431
28º Adrián CAMPOS (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"625
29º Nicola LARINI (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear) sem tempo
30º Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) sem tempo

2ª Sessão

Schneider abre a segunda sessão virando 1'32"297 e não conseguindo melhorar seu tempo o suficiente para obter a classificação para a corrida.
Gugelmin faz 1'31"768 e sobe para vigésimo terceiro.
Campos marca 1'32"375 e a AGS começa 88 do memso jeito que terminou 87: não conseguindo se classificar para a corrida.
Piquet vira 1'28"815, não conseguindo melhorar significativamente seu tempo.
Caffi registra 1'31"318, pulando para décimo nono.
Larini na pista. O italiano vira 1'32"091, vigésimo sexto tempo.
Alliot faz 1'31"734, recuperando a vigésima terceira posição.
Boutsen marca 1'28"412 e toma a ponta. Boa volta do belga.
Capelli registra 1'30"797, pulando para décimo quinto.
Prost voa baixo e é o primeiro a virar na casa de 1'27, com o tempo de 1'27"984! Retoma a ponta o francês!
Alboreto faz 1'28"893 e põe a Rocca próxima dos líderes, na quinta posição.
Brundle vira 1'30"833, subindo para décimo sexto.
Martini registra 1'31"340 e pula para vigésimo. Com isso, Larini fica fora da corrida.
Modena marca 1'30"960, décimo nono tempo.
Palmer vira 1'30"490 e pula para décimo quarto.
Nannini faz 1'30"697, décimo sexto tempo.
Baldi registra 1'30"917, pulando para décimo nono.
Streiff vira 1'31"094, vigésimo primeiro tempo.
De Cesaris faz 1'30"357 e segue na mesma posição.
Nakajima marca 1'29"231, sexto tempo.
Johansson vira 1'29"445 e pula para oitavo. Bela volta do sueco!
Danner registra 1'31"417, vigésimo quarto tempo.
Warwick faz 1'30"251, subindo para décimo terceiro.
Berger vira 1'28"880 e pula para quinto.
Mansell extrai tudo de seu Williams-Judd e consegue 1'28"294! Bela volta, que lhe dá a segunda posição neste momento!
Arnoux registra 1'28"799, quinto tempo.
Patrese consegue vir para a pista com o carro reserva da Savoia. O italiano 1'30"321, o que lhe dá o décimo quarto tempo. Com isso, Gugelmin acaba tendo que adiar a sua estréia em corridas.
Bellof vira 1'28"763 e sobe para quinto.
Senna abre sua volta para tentar roubar a pole de Prost. O brasileiro se esforça, mas vira 1'28"160 e fica mesmo com a segunda posição.
De Angelis fecha o treino virando 1'28"982 e ficando com a décima posição.

Classificação - Final:

Alain PROST (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) 1'27"984
Ayrton SENNA (Biscazzi/Honda/Goodyear) 1'28"160
Nigel MANSELL (Williams/Judd/Goodyear) 1'28"294
Thierry BOUTSEN (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) 1'28"412
Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) 1'28"763
René ARNOUX (Rocca/Megatron/Goodyear) 1'28"799
Nelson PIQUET (Savoia/Honda/Goodyear) 1'28"815
Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'28"880
Michele ALBORETO (Rocca/Megatron/Goodyear) 1'28"893
10º Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'28"982
11º Satoru NAKAJIMA (Biscazzi/Honda/Goodyear) 1'29"231
12º Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'29"445
13º Derek WARWICK (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) 1'30"251
14º Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) 1'30"321
15º Andrea DE CESARIS (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'30"357
16º Jonathan PALMER (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) 1'30"490
17º Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'30"697
18º Ivan CAPELLI (Project Four/Judd/Goodyear) 1'30"797
19º Martin BRUNDLE (Tyrant/Judd/Goodyear) 1'30"833
20º Mauro BALDI (Tyrant/Judd/Goodyear) 1'30"917
21º Stefano MODENA (Project Four/Judd/Goodyear) 1'30"960
22º Philippe STREIFF (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"094
23º Alex CAFFI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"318
24º Pierluigi MARTINI (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"340
25º Christian DANNER (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"417
26º Philippe ALLIOT (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"734

27º Maurício GUGELMIN (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'31"768
28º Nicola LARINI (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"091
29º Bernd SCHNEIDER (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"297
30º Adrián CAMPOS (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'32"375

Quebras/Acidentes:

Patrese =($200)= acidente
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2443
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pilotos reclamando dos acertos

Mensagem  Saimon em 30/1/2018, 19:15

#21 Christian Danner
#22 Pierluigi Martini
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2443
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Corrida

Mensagem  Saimon em 7/2/2018, 22:20

Muito sol no Rio de Janeiro mais uma vez. Os carros estão no grid e o público vibra nas arquibancadas pelo início de mais uma temporada de Formula 1. E os brasileiros têm grandes motivos para estarem animados: Prost, com o carro da brasileira Fittipaldi, é quem parte na pole, tendo ao seu lado o atual campeão Ayrton Senna. Os dois aparecem como favoritos à vitória. Na segunda fila temos Mansell, com a Williams, e Boutsen, com a outra Fittipaldi. Bellof na outra Williams e Arnoux, da Rocca, aparecem na terceira fila. O bicampeão Nelson Piquet, da Savoia, parte apenas em sétimo, após um treino decepcionante da tradicional scuderia italiana.
Como sempre, o GP do Brasil deve ser desgastante tando para os pilotos como para os carros, especialmente para os pneus. Mesmo largando com pneus de composto duro, únicos slicks disponíveis nesta temporada, é certo que todos terão que fazer troca de pneus durante a prova. Alguns carros ainda devem parar duas vezes.
A direção de prova ordena a saída dos mecânicos da pista e os carros partem para a volta de apresentação. Prost lidera o pelotão fazendo zigue-zague para aquecer os pneus, até alinha novamente na posição de honra do grid e aguardar pelas luzes. Todos os carros vão alinhando até que Alliot coloca seu Collepin na vigésima sexta e última posição. Está tudo pronto para a largada.

Largada: Prost - Senna - Mansell - Boutsen - Bellof - Arnoux - Piquet - Berger - Alboreto - De Angelis - Nakajima - Johansson - Warwick - Patrese - De Cesaris - Palmer - Nannini - Capelli - Brundle - Baldi - Modena - Streiff - Caffi - Martini - Danner - Alliot

[Volta 1] Acendem as luzes vermelhas e sobe o giro dos motores! A adrenalina incendeia o público em Jacarepaguá. Vai começar a corrida. Hora de dar a última ajeitada nas luvas e checar os retrovisores. A tensão vai aumentando até que acendem as luzes verdes e começa o GP do Brasil! Prost larga bem e mantém a ponta, enquanto Senna traciona mal. Mansell já deixa o brasileiro para trás, enquanto Boutsen fica preso atrás do brasileiro. Nisso, Arnoux, que já deixara Bellof para trás, mergulha por dentro na Molykote para tomar a segunda posição! Bela largada do francês! Senna segura Bellof e aparece em quarto após a primeira curva, enquanto Boutsen aparece em sexto, à frente de Piquet. No fundão já tem confusão: Martini acerta a traseira de Streiff e os dois vão parar na área de escape. O francês ainda volta para a pista, mas com a asa traseira danificada. A gana de Arnoux neste início de prova não pára: o piloto da Rocca já pressiona Prost. Senna vem pra cima de Mansell. Boutsen ataca Bellof. A asa traseira de Streiff se desprende completamente e o francês é obrigado a parar. Mansell segura Senna na curva Sul. Boutsen sai do vácuo de Bellof e vem por dentro na curva Sul para fazer a ultrapassagem. Piquet já cola no alemão. Patrese passa Johansson na curva Sul. Brundle deixa Baldi para trás no mesmo ponto. Alboreto vem por dentro na Lagoa e passa Nakajima. Danner passa Baldi no mesmo ponto.

Fim da 1ª Volta: Prost - Arnoux - Mansell - Senna - Boutsen - Bellof - Piquet - Berger - Alboreto - Nakajima - De Angelis - Warwick - Patrese - Johansson - De Cesaris - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Brundle - Danner - Baldi - Alliot - Modena - Streiff(fora) - Martini(fora)

[Volta 2] Prost lidera, com Arnoux em sua cola. Os dois já vão abrindo de Mansell, que segura Senna trás de si. Piquet traciona melhor que Bellof na saída da Molykote e vem por dentro na Carlos Pace, conseguindo a ultrapassagem. Berger já se aproxima do alemão, trazendo Alboreto consigo. De Angelis ataca Nakajima. Na reta da Junção, Senna sai do vácuo de Mansell e tira de lado na entrada da curva Sul para fazer a ultrapassagem por dentro. Alboreto vem por dentro e aplica manobra semelhante sobre Berger. Patrese vem por fora na curva Sul para fazer a ultrapassagem sobre Warwick. De Cesaris pressiona Johansson. Caffi vem pra cima de Nannini. Danner ataca Brundle. Alliot vem por dentro na curva Sul e deixa Baldi para trás. Modena já cola no compatriota.

Fim da 2ª Volta: Prost - Arnoux - Senna - Mansell - Boutsen - Piquet - Bellof - Alboreto - Berger - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - Johansson - De Cesaris - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Brundle - Danner - Alliot - Baldi - Modena

[Volta 3] Arnoux segue pressionando Prost. Impressionante o desempenho do francês da Rocca neste início da prova! Piquet pressiona Boutsen, valendo a quinta posição. Alboreto vem na cola de Bellof, que se segura como pode. Berger, Nakajima e De Angelis seguem de perto. De Cesaris vem por dentro na Molykote e passa Johansson. Brundle segura Danner. Modena vem por dentro na Carlos Pace e relega Baldi para a última posição.

Fim da 3ª Volta: Prost - Arnoux - Senna - Mansell - Boutsen - Piquet - Bellof - Alboreto - Berger - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Brundle - Danner - Alliot - Modena - Baldi

[Volta 4] Piquet pega o vácuo de Boutsen na reta da Junção e puxa para a esquerda na entrada da curva Sul, fazendo a ultrapassagem por dentro. Logo na seqüência, Alboreto vem por fora na mesma curva para fazer bela ultrapassagem sobre Bellof. Nakajima segura De Angelis. Patrese chega nos dois. Capelli pressiona Palmer. Nannini segura Caffi. Danner vem por dentro na curva da Vitória e dá o bote sobre Brundle.

Fim da 4ª Volta: Prost - Arnoux - Senna - Mansell - Piquet - Boutsen - Alboreto - Bellof - Berger - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Danner - Brundle - Alliot - Modena - Baldi

[Volta 5] Arnoux traciona melhor que Prost na saída da Molykote e força por dentro na entrada da Carlos Pace para tomar a ponta! O piloto da Rocca agora é líder! Piquet cola em Mansell. Berger pressiona Bellof. Nakajima segura De Angelis, que traz Patrese consigo. Alliot chega em Brundle.

Fim da 5ª Volta: Arnoux - Prost - Senna - Mansell - Piquet - Boutsen - Alboreto - Bellof - Berger - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Danner - Brundle - Alliot - Modena - Baldi

[Volta 6] Mansell fecha Piquet na entrada da curva Sul e resiste na quarta posição. Boutsen segue de perto. Berger sai do vácuo de Bellof e vem por dentro na curva Sul para fazer a ultrapassagem. De Angelis e Patrese seguem presos atrás de Nakajima. De Cesaris vem pra cima de Warwick. Danner chega em Caffi. Alliot pressiona Brundle.

Fim da 6ª Volta: Arnoux - Prost - Senna - Mansell - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Danner - Brundle - Alliot - Modena - Baldi

[Volta 7] Prost lento na Carlos Pace! O francês enfrenta problemas mecânicos e se arrasta pela pista, encostando na Nonato e abandonando a corrida. A primeira prova do francês pela Fittipaldi não termina bem! Piquet sai do vácuo de Mansell e desta vez consegue tomar a linha de dentro para assumir a terceira posição na curva Sul. Nakajima, De Angelis e Patrese seguem juntos. De Cesaris pressiona Warwick. Caffi segue na cola de Nannini. Danner segue de perto.

Fim da 7ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Capelli - Nannini - Caffi - Danner - Brundle - Alliot - Modena - Baldi - Prost(fora)

[Volta 8] Boutsen vem na cola de Mansell. De Angelis não consegue passar Nakajima e Patrese segue preso atrás dos dois. De Cesaris segue pressionando Warwick. Capelli erra na tomada da Lagoa, roda e bate na barreira de proteção. Felizmente o italiano sai ileso.

Fim da 8ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Nakajima - De Angelis - Patrese - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Nannini - Caffi - Danner - Brundle - Alliot - Modena - Baldi - Capelli(fora)

[Volta 9] Boutsen pressiona Mansell. Nakajima segura De Angelis na Molykote. Patrese aproveita para atacar o italiano da Potere por fora na Carlos Pace e finalmente conseguir a ultrapassagem. De Cesaris mergulha por dentro na Molykote e deixa Warwick para trás. Danner passa Caffi no mesmo ponto.

Fim da 9ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Nakajima - Patrese - De Angelis - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Danner - Caffi - Brundle - Alliot - Modena - Baldi

[Volta 10] Arnoux tem 1,9 segundo de vantagem sobre Senna, que vem 2,7 à frente de Piquet. Patrese agora pressiona Nakajima. Danner ataca Nannini, trazendo Caffi consigo. Alliot tem problemas e vem parando.

Fim da 10ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Nakajima - Patrese - De Angelis - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Danner - Caffi - Brundle - Modena - Baldi - Alliot(fora)

[Volta 11] Alboreto vem se aproximando de Boutsen. Patrese sai do vácuo de Nakajima e vem por dentro na Molykote para fazer a ultrapassagem. Danner segue na cola de Nannini.

Fim da 11ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Patrese - Nakajima - De Angelis - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Danner - Caffi - Brundle - Modena - Baldi

[Volta 12] Patrese cola em Bellof. Nakajima e De Angelis seguem de perto. Danner dá o bote por dentro na Molykote e deixa Nannini para trás.

Fim da 12ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Bellof - Patrese - Nakajima - De Angelis - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Danner - Nannini - Caffi - Brundle - Modena - Baldi

[Volta 13] Boutsen deixa a briga com Mansell de lado para se defender de Alboreto. Patrese sai do vácuo de Bellof e faz a ultrapassagem por dentro na curva Sul. Caffi vem pra cima de Nannini.

Fim da 13ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - Bellof - Nakajima - De Angelis - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Danner - Nannini - Caffi - Brundle - Modena - Baldi

[Volta 14] Arnoux vem 2,2 segundos à frente de Senna. O brasileiro por sua vez mantém 2,7 segundos de vantagem sobre Piquet. Boutsen segura Alboreto na Molykote. Nakajima segue segurando De Angelis.
[Volta 15] Alboreto segue pressionando Boutsen.
[Volta 16] De Angelis mergulha por dentro na Molykote e finalmente consegue a ultrapassagem sobre Nakajima.

Fim da 16ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - Bellof - De Angelis - Nakajima - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Danner - Nannini - Caffi - Brundle - Modena - Baldi

[Volta 17] O ritmo de Mansell cai e Boutsen volta a colar no britânico, trazendo Alboreto consigo. De Angelis vem pra cima de Bellof. Nakajima segue de perto.
[Volta 18] Arnoux vem perdendo ritmo e Senna já consegue reduzir a diferença para 1,6 segundo. Mansell segura Boutsen na curva Sul. Alboreto vem na cola do belga. De Angelis tira de lado na reta da Junção para fazer a ultrapassagem sobre Bellof na curva Sul. Baldi tem problemas e encosta, abandonando a prova.

Fim da 18ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Mansell - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Bellof - Nakajima - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Danner - Nannini - Caffi - Brundle - Modena - Baldi(fora)

[Volta 19] Senna segue se aproximando de Arnoux. A diferença cai para 1,2 segundo. Boutsen sai do vácuo de Mansell e vem por dentro na entrada da curva Sul para fazer a ultrapassagem. Patrese vem se aproximando de Berger.

Fim da 19ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Boutsen - Mansell - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Bellof - Nakajima - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Danner - Nannini - Caffi - Brundle - Modena

[Volta 20] Senna chega em Arnoux. Agora a diferença é visual. Alboreto ataca Mansell. Patrese chega em Berger.
[Volta 21] Senna pressiona Arnoux, valendo a liderança. Mansell vai segurando Alboreto. Patrese pressiona Berger. Danner vem para os boxes para troca de pneus. Modena também pára. Começam as paradas dos pilotos que devem fazer duas trocas na corrida.

Fim da 21ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Boutsen - Mansell - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Bellof - Nakajima - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Caffi - Brundle - Danner - Modena(1)

[Volta 22] Arnoux livra-se rapidamente do retardatário Danner e respira na briga contra Senna.

Fim da 22ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Boutsen - Mansell - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Bellof - Nakajima - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Caffi - Brundle - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 23] Arnoux segura Senna na curva Sul e vai resistindo na ponta. Patrese segue pressionando Berger. Mansell segura Alboreto até a entrada dos boxes, onde entra para trocar pneus.

Fim da 23ª Volta: Arnoux - Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Bellof - Nakajima - Mansell - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nannini - Caffi - Brundle - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 24] A Rocca está pronta nos boxes, enquanto Arnoux segue segurando Senna na liderança. Berger segura Patrese na curva Sul e vai resistindo. O líder Arnoux entra nos boxes para troca de pneus. O ritmo forte neste início de prova desgastou os pneus e a parada teve que ser feita. O francês deve ir para duas paradas, portanto. Nakajima e Brundle também fazem suas trocas.

Fim da 24ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Arnoux - Bellof - Mansell - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Nakajima - Nannini - Caffi - Brundle(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 25] Brundle vem parando na saída dos boxes, com problemas mecânicos. Senna lidera, com 1,4 segundo de vantagem sobre Piquet. Boutsen é o terceiro, 9,4 segundos atrás do Savoia. Bellof nos boxes para troca de pneus.

Fim da 25ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Arnoux - Mansell - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Bellof - Nakajima - Nannini - Caffi - Danner(1) - Modena(1) - Brundle(fora)

[Volta 26] Berger não dá espaço para Patrese e resiste na quinta posição.

Fim da 26ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Arnoux - Mansell - De Cesaris - Warwick - Johansson - Palmer - Bellof - Nakajima - Nannini - Caffi - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 27] Arnoux vem pra cima de De Angelis. De Cesaris sofre com o desgaste dos pneus e vê Warwick dar o bote por dentro na curva da Lagoa.

Fim da 27ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Berger - Patrese - De Angelis - Arnoux - Mansell - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Bellof - Nakajima - Nannini - Caffi - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 28] Arnoux força por dentro na Molykote e já passa De Angelis. Patrese sai do vácuo de Berger e toma a linha de dentro na entrada da curva Sul, conseguindo a ultrapassagem.

Fim da 28ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Patrese - Berger - Arnoux - De Angelis - Mansell - Warwick - De Cesaris - Johansson - Palmer - Bellof - Nakajima - Nannini - Caffi - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 29] A diferença entre Senna e Piquet se mantém em 1,4 segundo. Johansson, com os pneus desgastados, vê Palmer e Bellof se aproximarem rapidamente. O britânico consegue dar o bote na curva Lagoa, enquanto o alemão já passa na curva seguinte. Caffi vem soltando fumaça na curva Morette e vai parando.

Fim da 29ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Alboreto - Patrese - Berger - Arnoux - De Angelis - Mansell - Warwick - De Cesaris - Palmer - Bellof - Johansson - Nakajima - Nannini - Caffi(fora) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 30] Alboreto sofre com os pneus desgastados e Patrese se aproxima muito rapidamente. Bellof vem por fora na Carlos Pace e faz bela ultrapassagem sobre Palmer. Patrese passa Alboreto no Girão. Bellof chega em De Cesaris e faz a ultrapassagem na curva da Lagoa. Nakajima passa Johansson no mesmo ponto. Berger nos boxes para troca de pneus. De Angelis também pára. De Cesaris, Palmer e Nannini também fazem suas trocas.

Fim da 30ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Patrese - Alboreto - Arnoux - Mansell - Berger - Warwick - De Angelis - Bellof - Nakajima - Johansson - Palmer(1) - De Cesaris(1) - Danner(1) - Modena(1) - Nannini(1) - Caffi(fora)

[Volta 31] Alboreto, com os pneus bastante desgastados, deixa seu companheiro Arnoux passar. A Rocca está preparada para a troca do italiano. De Cesaris vem pra cima de Palmer. O líder Senna entra nos boxes para sua troca de pneus. Piquet passa para assumir a ponta. Senna faz sua troca em 9,6 segundos. Boutsen e Patrese também entram para fazer suas trocas. Alboreto também nos pits. Warwick e Johansson também trocam pneus.

Fim da 31ª Volta: Piquet - Senna - Arnoux - Boutsen - Mansell - Berger - Patrese - Alboreto - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - Palmer(1) - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Danner(1) - Modena(1) - Nannini(1)

[Volta 32] Senna volta à frente de Arnoux, com o melhor ritmo entre as paradas dos dois. Patrese volta atrás de Berger e parte para o ataque para cima do austríaco novamente. De Cesaris vem por dentro na Molykote e passa Palmer.

Fim da 32ª Volta: Piquet - Senna - Arnoux - Boutsen - Mansell - Berger - Patrese - Alboreto - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - De Cesaris(1) - Palmer(1) - Johansson(1) - Danner(1) - Modena(1) - Nannini(1)

[Volta 33] Berger segue resistindo aos ataques de Patrese. Nannini cola em Modena.
[Volta 34] Modena segura Nannini na curva Sul.
[Volta 35] Incrível como Piquet consegue trazer os pneus intactos até este momento da prova. Patrese tira de lado na reta dos boxes e passa Berger por dentro na Molykote. Nannini sai do vácuo de Modena e vem por dentro na curva Sul para fazer a ultrapassagem.

Fim da 35ª Volta: Piquet - Senna - Arnoux - Boutsen - Mansell - Patrese - Berger - Alboreto - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - De Cesaris(1) - Palmer(1) - Johansson(1) - Danner(1) - Nannini(1) - Modena(1)

[Volta 36] A Savoia está pronta. Piquet entra finalmente nos boxes para troca de pneus.

Fim da 36ª Volta: Senna - Piquet - Arnoux - Boutsen - Mansell - Patrese - Berger - Alboreto - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - De Cesaris - Palmer - Johansson - Danner(1) - Nannini(1) - Modena(1)

[Volta 37] Piquet volta logo atrás de Senna, na segunda posição. A briga pela vitória será mesmo entre os dois. Arnoux vem 2,7 segundos atrás de Senna, mas terá que parar nos boxes novamente.
[Volta 38] A diferença entre Senna e Piquet é de 0,6 segundo. Sem conseguir se aproximar o suficiente para um ataque, Piquet deve esperar por um erro do adversário.
[Volta 39] Senna segue firme na ponta, mas Piquet não deixa o compatriota fugir.
[Volta 40] A briga entre os dois é psicológica. Ninguém pode errar.
[Volta 41] Senna e Piquet viram voltas parecidas e a diferença permanece em 0,6 segundo. Danner e Modena entram nos boxes para novas trocas de pneus.

Fim da 41ª Volta: Senna - Piquet - Arnoux - Boutsen - Mansell - Patrese - Berger - Alboreto - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - De Cesaris - Palmer - Johansson - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 42] Alboreto cola em Berger.
[Volta 43] Johansson ataca Palmer.
[Volta 44] Senna dribla os retardatários Johansson e Palmer, mas Piquet também não perde tempo com os dois e segue na perseguição ao piloto da Biscazzi. Alboreto vem por dentro na Molykote e deixa Berger para trás.

Fim da 44ª Volta: Senna - Piquet - Arnoux - Boutsen - Mansell - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Bellof - Nakajima - Warwick - De Cesaris - Palmer(1) - Johansson(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 45] Johansson tira de lado na entrada da Molykote e passa Palmer por dentro. Mansell nos boxes para nova troca de pneus.

Fim da 45ª Volta: Senna - Piquet - Arnoux - Boutsen - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Bellof - Mansell - Nakajima - Warwick - De Cesaris - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 46] Senna segue driblando os retardatários, mas Piquet não sai do seu encalço.

Fim da 46ª Volta: Senna - Piquet - Arnoux - Boutsen - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Bellof - Mansell - Nakajima - Warwick - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 47] Vamos nos aproximando do final da prova e temos até agora apenas oito abandonos, um número bastante baixo para uma prova desgastante em um início de campeonato.
[Volta 48] Arnoux entra nos boxes para sua segunda troca de pneus. Nakajima também pára.

Fim da 48ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Bellof - Mansell - Warwick - Nakajima - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 49] Piquet segue na cola de Senna. Arnoux, depois de liderar a prova no início, aparece na quarta posição após a segunda troca de pneus. Berger não deixa Alboreto escapar e pressiona o italiano, tentando recuperar a sexta posição. Bellof nos boxes para sua segunda parada.

Fim da 49ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Mansell - Bellof - Warwick - Nakajima - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 50] Alboreto segura Berger. Nakajima vem pra cima de Warwick.

Fim da 50ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Mansell - Bellof - Warwick(1) - Nakajima(1) - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 51] Nakajima sai do vácuo de Warwick e mergulha por dentro na curva Sul, conseguindo a ultrapassagem.

Fim da 51ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Mansell - Bellof - Nakajima(1) - Warwick(1) - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(1)

[Volta 52] Piquet não sai da cola de Senna, mas não consegue tentar efetivamente o ataque. Berger segue pressionando Alboreto.
[Volta 53] Senna livra-se de mais um retardatário. Piquet passa logo em seguida.

Fim da 53ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Mansell - Bellof - Nakajima(1) - Warwick(1) - De Cesaris(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(2)

[Volta 54] Alboreto vai segurando Berger, valendo a sexta posição.
[Volta 55] Senna e Piquet seguem virando tempos muito parecidos e a diferença se mantém. A situação é bem parecida com a do GP do Brasil do ano passado, onde havia Prost no lugar de Senna. Johansson se aproxima de De Cesaris.
[Volta 56] Johansson passa De Cesaris na Nonato.

Fim da 56ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Alboreto - Berger - De Angelis - Mansell - Bellof - Nakajima(1) - Warwick(1) - Johansson(1) - De Cesaris(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(1) - Modena(2)

[Volta 57] Patrese vem tentando chegar em Arnoux. 2,5 segundos separam os dois. Alboreto sente o desgaste dos pneus e Berger vem com tudo para cima, tracionando melhor na saída da curva Norte e deixando o italiano para trás na reta da Junção. De Angelis já se aproxima do piloto da Rocca.

Fim da 57ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Berger - Alboreto - De Angelis - Mansell - Bellof - Nakajima(1) - Warwick(1) - Johansson(1) - De Cesaris(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(2) - Modena(2)

[Volta 58] A diferença entre Senna e Piquet segue em 0,5 segundo. O público nem respira nas arquibancadas! De Angelis vem por dentro na Molykote e passa Alboreto. Palmer cola em De Cesaris. Senna pega o retardatário Bellof em um ponto ruim e Piquet cola de vez. Os dois se livram do alemão, mas Piquet agora vem grudado no Biscazzi.

Fim da 58ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Berger - De Angelis - Alboreto - Mansell - Bellof(1) - Nakajima(1) - Warwick(1) - Johansson(1) - De Cesaris(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Danner(2) - Modena(2)

[Volta 59] Piquet pressiona Senna. Vale a vitória! Palmer, com pneus melhor conservados, passa De Cesaris na curva Sul.

Fim da 59ª Volta: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Berger - De Angelis - Alboreto - Mansell - Bellof(1) - Nakajima(1) - Warwick(1) - Johansson(1) - Palmer(1) - De Cesaris(1) - Nannini(1) - Danner(2) - Modena(2)

[Volta 60] Os mecânicos de Biscazzi e Savoia roem as unhas enquanto Senna e Piquet seguem colados. O atual campeão segue com um olho no retrovisor e outro na pista.
[Volta 61] Bandeira branca, última volta! Senna segue não deixando brechas para Piquet e aponta na reta para receber a bandeirada. Em uma corrida cerebral e focada, Senna cruza a linha de chegada e vence o GP do Brasil! A Piquet é mais uma vez segundo! Boutsen completa o pódium. Arnoux, Pastrese e Berger fecham a zona de pontuação. Ainda houve tempo para Palmer caçar e passar Johansson.

Fim da Corrida: Senna - Piquet - Boutsen - Arnoux - Patrese - Berger - De Angelis - Alboreto - Mansell - Bellof(1) - Nakajima(1) - Warwick(1) - Palmer(1) - Johansson(1) - De Cesaris(1) - Nannini(1) - Danner(2) - Modena(2)

Classificação - Final:

Ayrton SENNA (Biscazzi/Honda/Goodyear) 1h33'19"292
Nelson PIQUET (Savoia/Honda/Goodyear) +0"371
Thierry BOUTSEN (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) +24"912
René ARNOUX (Rocca/Megatron/Goodyear) +45"812
Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) +47"498
Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) +55"421
Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) +56"284
Michele ALBORETO (Rocca/Megatron/Goodyear) +1'05"792
Nigel MANSELL (Williams/Judd/Goodyear) +1'08"029
10º Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) +1 volta
11º Satoru NAKAJIMA (Biscazzi/Honda/Goodyear) +1 volta
12º Derek WARWICK (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) +1 volta
13º Jonathan PALMER (Nürburg/Zakspeed/Goodyear) +1 volta
14º Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
15º Andrea DE CESARIS (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
16º Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
17º Christian DANNER (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) +2 voltas
18º Stefano MODENA (Project Four/Judd/Goodyear) +2 voltas

AB Alex CAFFI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 28 voltas
AB Martin BRUNDLE (Tyrant/Judd/Goodyear) 23 voltas
AB Mauro BALDI (Tyrant/Judd/Goodyear) 17 voltas
AB Philippe ALLIOT (Collepin/Ford-Cosworth/Goodyear) 9 voltas
AB Ivan CAPELLI (Project Four/Judd/Goodyear) 7 voltas
AB Alain PROST (Fittipaldi/Fittipaldi/Goodyear) 6 voltas
AB Philippe STREIFF (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear) 0 voltas
AB Pierluigi MARTINI (Benetton/Ford-Cosworth/Goodyear) 0 voltas

NQ Maurício GUGELMIN (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear)
NQ Nicola LARINI (Larrousse/Ford-Cosworth/Goodyear)
NQ Bernd SCHNEIDER (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear)
NQ Adrián CAMPOS (AGS/Ford-Cosworth/Goodyear)

Quebras/Acidentes:

Martini =($200)= acidente

Streiff =($200)= acidente

Prost =($0)= bomba de combustível

Capelli =($200)= acidente

Alliot =($0)= pressão do óleo

Baldi =($0)= transmissão

Brundle =($0)= câmbio

Caffi =($0)= motor
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2443
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Classificação do Campeonato após a Corrida

Mensagem  Saimon em 7/2/2018, 22:20

Mundial de Pilotos:

1º A. Senna = 9 pts.
2º N. Piquet = 6 pts.
3º T. Boutsen = 4 pts.
4º R. Arnoux = 3 pts.
5º R. Patrese = 2 pts.
6º G. Berger = 1 pt.

Mundial de Construtores:

1º Biscazzi = 9 pts.
2º Savoia = 8 pts.
3º Fittipaldi = 4 pts.
4º Rocca = 3 pts.
5º Potere = 1 pt.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2443
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1988 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum