1986 - Sala de Imprensa

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Rapidinhas - Grã-Bretanha

Mensagem  Saimon em 19/2/2017, 14:00

- Prost volta a vencer em mais uma apresentação impecável, em mais uma mostra de muita inteligência para conservar os pneus até o fim. O francês parece imbatível e se aproxima a passos largos de seu primeiro título. Prost apenas elogiou o carro e evitou euforia por enquanto, dizendo que ainda faltam sete corridas para o fim do campeonato e muita coisa pode acontecer;
- Alboreto estava claramente frustrado por ter perdido a vitória, mas consolou-se dizendo que é impossível bater Prost neste ano e que o segundo lugar seria o melhor resultado possível. É a segunda vez neste ano que o italiano chega em segundo, atrás de Prost, após liderar a maioria da corrida;
- Mansell, em uma corrida espetacular, sai de vigésimo e chega em terceiro. A torcida britânica gritava no nome do inglês ao cruzar a linha de chegada. Foi realmente uma performance incrível, mas Mansell fez questão de dividir o mérito com a equipe, que trabalhou durante a noite para corrigir tudo o que deu errado no sábado;
- Boutsen não conseguiu manter o mesmo ritmo dos treinos e viu Alboreto e Mansell passarem, roubando seu lugar no pódium. Terceiro colocado no campeonato, o belga comentou que Prost é inalcançável e que sua briga será pelo vice-campeonato, assim como a Fittipaldi brigará pelo vice de construtores;
- Berger tentou forçar tudo o que dava, mas a redução da pressão do turbo, necessária para que conseguisse chegar ao fim da prova, acabou prejudicando sua performance. O austríaco brigou, lutou, mas não conseguiu passar do quinto lugar;
- Bellof, em uma apresentação muito ruim, decepcionou a todos chegando em sexto e viu Prost abrir ainda mais vantagem no campeonato. A posição só foi conquistada devido às quebras de alguns adversários, caso contrário Bellof nem estaria na zona de pontuação. O talento do alemão passou a ser questionado, já que Prost já marcou mais que o dobro de pontos até aqui. Resta saber como reagirá à crescente pressão.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ferrari está saindo da F1

Mensagem  Saimon em 19/2/2017, 14:27

Altos custos e os fracos resultados desta temporada motivaram a Fiat a retirar a equipe do campeonato ao fim da temporada
Gazzetta dello Sport

A Ferrari não estará, ao menos como equipe, na F1 em 1987. A decisão foi anunciada hoje em comunicado oficial da diretoria da Fiat. Os principais motivos para a saída foram os altos custos da categoria nos últimos anos, além é claro do fraco desempenho apresentado na atual temporada, muito abaixo do esperado. Segundo a Fiat, o investimento na F1 elevou a imagem da marca para altos níveis, porém os resultados atuais já não justificam mais dispender tanto dinheiro.
Desde 1980 na F1, após assumir o controle da Potere, equipe para a qual forneceu motores durante muitos anos, a Ferrari acumulou 3 títulos de pilotos e 2 de construtores, além de 36 vitórias, 38 poles e 68 pódiums. Feitos impressionantes em apenas 7 anos.
Os funcionários, incluindo os pilotos e corpo principal de engenheiros, estarão livres para negociar com outras equipes para a próxima temporada, sendo o restante dos empregados realocados para outras funções na fábrica de carros da Ferrari ou na Fiat. Desta forma, figuras importantes como o campeão Ayrton Senna, o veloz Nigel Mansell e os engenheiros de renome John Barnard e Hans Mezger estarão disponíveis no mercado e deverão ser muito disputados pelas principais equipes da F1.
Apesar de estar se retirando da F1 como equipe, a Ferrari deve seguir fornecendo motores para a F1. Uma parte da equipe técnica está trabalhando no desenvolvimento de um novo motor para a temporada que vem, porém ainda não se sabe para qual equipe. Rumores óbvios sugerem uma reedição da parceria com a Potere, tradicional equipe que está retornando à F1 no ano que vem e que historicamente utilizou motores Ferrari, embora não haja nada oficial.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Motores turbo estão com os dias contados

Mensagem  Saimon em 19/2/2017, 15:21

FIA anuncia mundanças no regulamento de motores para as próximas temporadas
The Daily Telegraph

A "Era turbo" da F1 está próxima do fim. Foram divulgadas esta tarde mudanças no regulamento técnico da F1 para as próximas temporadas, onde os motores turbo terão restrições gradativamente aumentadas em 1987 e 1988, estando completamente banidos da F1 a partir de 1989. O motivo no banimento dos turbo é a alta potência que os mesmos estão alcançando, gerando velocidades perigosas e potencializando a gravidade de acidentes. No GP da Itália do ano passado, o piloto Jean-Louis Schlesser morreu em um acidente após se chocar com o Ferrari de Ayrton Senna em alta velocidade.
Para 1987, ocorrerá restrição aos carros com motores turbo, cujo peso mínimo será de 540 kg, contra 500 kg dos carros equipados com motores aspirados de 3,5 litros. Em 1988, a restrição aumentará, sendo que além do peso mínimo permitido maior, os motores turbo poderão consumir apenas 150 litros de gasolina por corrida, 45 litros a menos do que o permitido atualmente. A limitação do consumo deve gerar redução da potência alcançada. A partir de 1989, os turbos estarão completamente banidos e apenas motores aspirados serão permitidos.
As mudanças no regulamento técnico poderão mexer na ordem das forças da F1, já que as montadoras terão que iniciar o desenvolvimento de novos motores completamente do zero.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Novo regulamento de motores gera reações diversas nas montadoras e fornecedores da F1

Mensagem  Saimon em 19/2/2017, 16:01

Renault anuncia saída da F1 e BMW reduz programa, porém Cosworth comemora
The Daily Telegraph

O anúncio do novo regulamento técnico de motores para as próximas temporadas da F1 deixou as montadoras insatisfeitas. Após gastarem muito dinheiro no desenvolvimento de seus motores turbo, todos terão que iniciar do zero nos próximos anos, já que para 1989 somente os motores aspirados serão permitidos. Até lá, sérias restrições serão impostas aos carros equipados com turbo.
Pioneira na adoção do turbo na F1, a Renault anunciou sua retirada do campeonato após o fim da atual temporada. Ou seja, Rocca e Tyrant terão que procurar novos fornecedores. O montadora francesa lamentou a mudança no regulamento, argumentando que será perda de dinheiro continuar desenvolvendo uma tecnologia que está com os dias contados na F1. Apesar disso, os franceses não descartam um retorno à F1 no futuro.
A BMW é outra que já anunciou a redução de suas atividades na F1. A montadora alemã permanecerá na categoria pelo menos até o próximo ano, porém fornecendo motores para apenas uma equipe.
A TAG e a Porsche, desenvolvedoras dos motores que atualmente lideram o campeonato com a Savoia, também lamentaram as mudanças, mas não se pronunciaram a respeito de uma saída ou não da categoria.
A japonesa Honda foi um dos fornecedores que permaneceu indiferente quanto à mudança, dizendo que continuará desenvolvendo seus motores turbo até que sejam banidos, já planejando a continuidade na categoria com novos motores aspirados.
Por outro lado, quem comemorou o retorno dos motores aspirados foi a Cosworth. A empresa britânica dominou o grid da F1 com os DFV V8 aspirados até perder espaço para os turbo no início dos anos 80. Agora, poderá voltar a trabalhar com sua especialidade. Um novo motor aspirado já está sendo desenvolvido para a próxima temporada e a previsão é que deve estar disponível para até 4 equipes. Apesar disso, GBA turbo continuará disponível no ano que vem e só deve ser aposentado quando as restrições dos turbos aumentarem para 1988.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 22/2/2017, 03:07

Em nota oficial, a Rocca agradece imensamente a parceria com os motores Renault e torce por um rápido retorno da marca à categoria. "A dedicação, competência e carisma deles deixarão um legado em toda a Fórmula 1, especialmente na Rocca. Jamais nos esqueceremos desses três anos de parceria e dos grandes resultados que obtivemos juntos, especialmente de nossa primeira vitória no ano passado, em Adelaide.", disse Rodrigo Rocca após o comunicado oficial da montadora francesa.
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 286
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Alemanha

Mensagem  Saimon em 25/2/2017, 19:43

- E finalmente Alboreto voltou ao topo do pódium. Quatro anos depois de sua primeira vitória na F1, o italiano volta a vencer e de que quebra ocupa a vice-liderança do campeonato. Sem dúvida a melhor temporada da carreira do querido piloto da Biscazzi. É verdade que contou com a sorte ao ver Prost quebrar, mas isso não tira o mérito da bela corrida que fez. Alboreto estava radiante na entrevista e disse se sentir em sua melhor fase. No entanto, terá uma briga dura com Bellof e Boutsen, além de outros que correm por fora pelo vice-campeonato;
- Berger festejou o melhor resultado de sua carreira e agradeceu à equipe pelo bom acerto e trabalho de box. O autríaco tem 12 pontos a menos que o companheiro, mas vem mostrando boas performances em algumas provas, justificando a aposta da Fittipaldi;
- Boutsen foi terceiro e segue vivo na briga pelo vice-campeonato (já que Prost parece inalcançável), porém lamentou a falta de ritmo no início, quando perdeu algumas posições. Mesmo com grande velocidade nas retas, o belga não conseguiu apresentar boa performance e chegou ao pódium apenas devido às quebras e acidentes dos adversários;
- O quarto lugar de Senna no fim foi um bom resultado, dada a posição de largada. A Ferrari enfrenta a desmotivação dos funcionários, já que o fim da equipe já foi decretado. O brasileiro foi questionado sobre para qual equipe gostaria de pilotar no ano que vem, mas disse que ainda não houve nenhuma conversa formal e que analisará todas as possibilidades até o fim da temporada;
- De Angelis conseguiu um quinto lugar que colocou a Tyrant à frente da Vector no campeonato de construtores. O italiano ressaltou a evolução gradual da equipe, mas disse que é preciso manter os pés no chão este ano, para no ano que vem voltar ao caminho dos pódiums;
- Piquet criticou duramente a estratégia da Williams. O brasileiro comentou que foi diminuído muito a pressão do turbo para a corrida, em uma das pistas onde mais se precisa dela, pelo simples motivo de que "são medrosos" (os estrategistas da equipe). Como resultado, Piquet despencou no pelotão, já que os adversários tinham maior velocidade em reta. O brasileiro também falou que tem condições de usar uma estratégia de corrida similar às que Prost vem utilizando, mas a Williams nunca quer arriscar. O time inglês vai ficando cada vez mais distante da Ferrari e se isola na quinta posição no campeonato de construtores;
- Prost lamentou a quebra que lhe tirou da disputa pela vitória na corrida de hoje, mas segue tranqüilo, com uma vantagem de 30 pontos na liderança do campeonato. O francês preferiu manter a cautela no discurso, dizendo que é preciso manter o foco corrida a corrida, pois já viu no passado diferenças grandes serem desconstruídas em pouco tempo;
- Scheckter ficou mais uma vez fora da prova devido a um acidente, desta vez em um enrosco com Bellof quando disputavam a terceira posição. O sulafricano reclamou de uma fechada do alemão e disse que o mesmo "é só um moleque que não devia estar em uma equipe grande";
- Bellof rebateu as críticas dizendo que um campeão mundial deveria ter mais respeito pelos colegas de profissão e que chegou onde está por mérito. Em sua opinião, defendeu sua posição "como qualquer outro faria" e que Scheckter fora imprudente ao tentar colocar o carro em tão pouco espaço.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Hungria

Mensagem  Saimon em 7/3/2017, 19:04

- Berger venceu pela primeira vez na F1 e não poderia estar de outro jeito senão sorridente na coletiva de imprensa. O austríaco brincou, "agradecendo" Prost e Senna pelo enrosco na largada, mas fez questão de elogiar o carro. Berger ainda foi bastante elogiaddo pela ultrapassagem que fez sobre Alboreto, depois de ter perdido a ponta nas paradas de box. Nas próximas provas, o austríaco espera continuar ajudando a colocar a Fittipaldi na segunda posição no campeonato de construtores;
- Alboreto chegou a liderar após as paradas de box, mas sucumbiu à pressão de Berger e teve que se contentar com o segundo lugar. O resultado foi ruim para a Biscazzi no campeonato de construtores, onde viu a Fittipaldi se aproximar, mas foi bom no de pilotos, já que chegou à frente de Bellof, apesar da pressão do alemão no final, e abriu mais dois pontos na vice-liderança do campeonato;
- Bellof teve problemas nos preparativos para a corrida e teve que largar dos boxes. Porém, o alemão não desanimou e, com a faca entre os dentes, fez uma série de ultrapassagens no travado circuito de Hungaroring e foi escalando posições até chegar na terceira. Uma exibição de gala do piloto da Savoia, que estava devendo há algumas provas. Bellof segue vivo na disputa pelo vice-campeonato, apesar de Alboreto ter aberto mais alguns pontos à frente;
- Patrese estava visivelmente decepcionado com o quarto lugar. Apesar de o resultado ser muito bom para a Rocca, o qual somado ao quinto lugar de Arnoux colocou a equipe empatada com a Williams em pontos, o italiano merecia o pódium. Lutou a corrida toda entre os três primeiros e perdeu o terceiro lugar para Bellof nas voltas finais. Segundo o piloto, a vitória não veio por detalhe. "Eu tinha condições de passar o Berger, mas ele era ligeiramente mais rápido na reta e isso dificultou, além de ele ter defendido muito bem sua posição. Por um detalhe poderia tê-lo passado e a história seria outra. Poderia ter vencido se tivesse passado ele logo no início. Enfim, a equipe toda está de parabéns pelo trabalho e mostramos hoje que temos condições de brigar por vitórias, especialmente nas pistas mais lentas";
- Scheckter não conseguiu imprimir um ritmo tão forte quanto o de seu companheiro e acabou em uma apagada sétima posição. As críticas não páram sobre o sulafricano, especulando quando anunciará sua aposentadoria;
- Piquet voltou a criticar a Williams, desta vez reclamando do acerto do carro, que piorou para a corrida. O brasileiro mais uma vez não conseguiu manter o ritmo dos treinos e foi ficando para trás, chegando em uma decepcionante nona posição. A paciência do bicampeão parece estar acabando;
- Perguntado sobre o incidente com Senna na largada, Prost deu de ombros: "Perguntem a ele o que ele estava fazendo. Não tenho nem o que comentar";
- Senna assumiu a culpa pelo erro e pediu desculpas a Prost, mas não quis comentar muito o assunto. O brasileiro foi advertido pela direção de prova por "conduta perigosa".
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 8/3/2017, 09:16

Lee James parabenizou Berger por sua primeira vitória na categoria, comentando que o 2º lugar na Alemanha junto com a vitória na Hungria representam o que a equipe espera dele e que performances neste nível podem contribuir para a renovação do piloto para 1987.

O britânico disse ainda que confia no talento de sua dupla de pilotos para que a equipe consiga o terceiro vice-campeonato consecutivo de construtores e que espera ver algum de seus dois pilotos também como vice-campeão dentre os pilotos, comentando que "somente uma catástrofe seria capaz de impedir os títulos de Alain Prost e da Savoia".
avatar
Lee James

Mensagens : 283
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Áustria

Mensagem  Saimon em 15/3/2017, 19:21

- Se no ano passado o azar tirou uma vitória certa de Boutsen que lhe daria o vice-campeonato, hoje a sorte sorriu para o belga e lhe entregou de bandeja a vitória que lhe colocou na vice-liderança do campeonato. Boutsen, que fez um início de prova discretíssimo, ganhou posições apenas com as quebras dos adversários e não teve a quem agradecer hoje a não ser aos céus;
- Tentanto se recompor após o momento de grande emoção ao cruzar a linha de chegada em segundo pela primeira vez na carreira, De Cesaris agradeceu à equipe e disse todos mereciam muito este resultado. "Eu via os mecânicos trabalharem duro o fim de semana todo e na corrida o carro quebrava. Na prova seguinte, eles se esforçavam ainda mais, e o carro voltava a quebrar. Hoje felizmente tudo deu certo e todo o esforço foi recompensado. Sonhei muito em estar aqui e depois de tantos anos finalmente consegui. É o grande momento da minha vida", disse o italiano, com os olhos marejados;
- Warwick procurou conter as emoções. Em carreira semelhante à de De Cesaris, sofrendo vários anos em equipes pequenas, o britânico finalmente conquistou seu primeiro pódium. O piloto agradeceu à Nürburg pelo excelente acerto do carro e estratégia de corrida, além é claro de contar com a sorte para conseguir o resultado. "É claro que tivemos sorte com os problemas dos outros, mas sobrevivemos quando eles não conseguiram e temos todo o mérito por isso", declarou;
- Brundle conseguiu seus primeiros pontos na temporada. O britânico estava muito contente com o resultado, embora tenha admitido que a estratégia da Tyrant não foi a melhor e que a sorte e a perseverança foram o grandes fatores para a conquista do quarto lugar hoje;
- Nakajima era só sorrisos na coletiva de imprensa. Dando os primeiros pontos para a Collepin e sendo também a primeira vez em que chega na zona de pontuação, o japonês agradeceu à equipe pela oportunidade e também por todo o trabalho desenvolvido na confiabilidade dos motores BMW, ajudando a equipe à sobreviver na corrida enquanto todos quebravam;
- Scheckter não quis falar muito, mas revelou que o problema da pane seca na última volta, que lhe tirou a vitória, foi um erro de cálculo da equipe. Perguntado sobre seu futuro na F1, o sulafricano foi enigmático: "Vocês saberão em breve...";
- A paciência de Piquet acabou. Após culpar a equipe pela má estratégia e ajuste do motor, que levou a uma pane seca há duas voltas do fim da corrida, o brasileiro foi bem claro na entrevista: está analisando a possibilidade de romper seu contrato e trocar de time. A declaração do bicampeão não deixou dúvidas, dizendo que "contratos podem ser quebrados";
- Johansson, que perdeu a oportunidade de finalmente pontuar na temporada após ter o mesmo problema do companheiro, disse que o comando da Williams "está perdido", referindo-se ao chefe de equipe Bill Gale;
- Prost disse que a Savoia está com o alerta ligado após mais uma quebra. O francês, que tinha 31 pontos de vantagem na liderança do campeonato há três corridas, viu esta diferença cair para 23 pontos após três abandonos. Com um histórico de quebras e azares na carreira, Prost está bastante inquieto e, mesmo com uma grande vantagem no campeonato, só irá ficar tranqüilo quando colocar as mãos na taça, de preferência o mais breve possível.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 16/3/2017, 10:14

Lee James parabenizou Boutsen pela vitória em uma corrida de sobrevivência. O inglês comentou que "ainda que a vitória tenha vindo dos céus na última volta, o próprio Boutsen esteve do outro lado no ano anterior e inclusive perdeu o vice-campeonato na ocasião", esperando que o belga dessa vez possa conquistar a posição que não conseguiu em 1985. Sobre as chances de título, James disse que "a equipe trabalhará duro para que seus pilotos possam sempre conquistar o melhor resultado possível e, em uma projeção realista, as brigas em ambos mundiais são pelo segundo lugar a menos que algo extraordinário aconteça com Alain Prost e a Savoia".

O manager da Fittipaldi aproveitou a ocasião para elogiar o engenheiro Tim Feast. Contratado para substituir Maurice Philippe temporariamente neste movimentado mês e também incrementar o projeto do chassi para 1987, Feast foi o engenheiro principal em três corridas com duas vitórias e outra prova com ambos os pilotos no pódio. James disse que o talento de Feast foi evidente e espera que o britânico possa conseguir um contrato na categoria em breve.
avatar
Lee James

Mensagens : 283
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 16/3/2017, 18:26

Rodrigo Rocca lamentou mais uma quebra do motor Renault, que tirou um pódio certo de Patrese. "Quando quebramos, Patrese estava entre Boutsen e de Cesaris, que terminaram em primeiro e segundo. Foi uma pena, é a segunda corrida consecutiva em que o pódio escapa", lembrando da corrida de Hungaroring, onde apesar do ótimo 4º e 5º lugar, Patrese não conseguiu ultrapassar Berger no início da corrida e abrir vantagem para vencer.

Rocca ainda disse "a cada fim de semana temos mais orgulho de nosso carro, que está no nível das equipes grandes pela primeira vez. Mas estamos com dificuldades quanto ao motor Renault, que não apresenta potência suficiente e quebra demais. Nesses últimos dois GPs faltou potência para vencermos em Hungaroring e faltou resistência para chegarmos ao pódio aqui na Áustria".

Ainda sem falar muito sobre o planejamento para 1987, Rocca complementou: "temos mais 4 corridas nessa temporada e acredito que possamos fazer ótimas corridas em três delas, assim atingindo nossa meta de 20 pontos na temporada. É lógico que também estamos trabalhando para 1987, mas 86 é nossa prioridade absoluta."
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 286
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jody Scheckter anuncia aposentadoria

Mensagem  Saimon em 16/3/2017, 23:12

O campeão de 1984 deixará o automobilismo ao fim desta temporada
Gazzetta dello Sport

E o que se previa há algum tempo foi oficializado: Jody Scheckter se aposentará do automobilismo ao final desta temporada. Em coletiva de imprensa realizada nesta tarde em Monza, o sulafricano anunciou oficialmente que deixará a Biscazzi e a F1 ao fim do ano. Scheckter tinha uma opção contratual para renovar por mais um ano, mas preferiu não exercê-la. O campeão de 1984 alega que já não tem a mesma gana para brigar por mais títulos e que gostaria de dedicar mais tempo à família.
Depois de participar da briga pelo vice-campeonato em 1985, neste ano o sulafricano vem sendo constantemente superado pelo companheiro Alboreto, dando sinais de desmotivação e cansaço. A perda da vitória na última volta na Áustria pode ter sido a gota d'água para a decisão do piloto.
Dono de carreira longa na F1, onde entrou em 1973 pilotando pela Power Racing, irmã britânica da Potere, Scheckter acumulou altos e baixos ao longo dos anos. Era uma grande promessa desde o título da F2 em 1972, mas iniciou a carreira à sombra de Lauda na Power Racing/Potere, apesar de ter acumulado algumas boas performances e vitórias, até ser demitido na metade de 1977 por falta de resultados. O sulafricano seguiu na F1 na pequena LL até a falência do time em meados de 1979. No final daquele ano, uma bela performance com a Nürburg, chegando em quinto no Canadá, lhe rendeu um lugar na Biscazzi para a temporada seguinte. Com a equipe italiana, reergueu sua carreira e esteve na disputa pelo título em 82 e 83. Ao final do ano, assinou pela Ferrari com o sonho de ser campeão. Em 84, superou a si mesmo e a Senna para finalmente conseguir seu objetivo. Após as brigas internas com Senna e com a cúpula da Ferrari, Scheckter retornou à Biscazzi para mais duas temporadas, onde não conseguiu mais o mesmo sucesso.
Após o anúncio, os primeiros boatos já surgem sobre quem seria seu substituto, onde os principais candidatos são Senna e Mansell, que estão sem equipe para o ano que vem, devido à saída já anunciada da Ferrari.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

FIA divulga calendário para 1987

Mensagem  Saimon em 17/3/2017, 19:24

Saída do GP do Canadá e entrada do GP do Japão são principais novidades
The Daily Telegraph

A FIA divulgou nesta tarde o calendário para temporada 1987 da F1. O campeonato segue com 16 etapas, porém com algumas mudanças. O GP do Canadá sai do calendário, já que o circuito Gilles Villeneuve passará por reformas, e em seu lugar entra o GP do Japão. Será a volta da corrida japonesa após 10 anos, porém desta vez no circuito de Suzuka. A corrida será a penúltima do campeonato, entre México e Austrália.
O GP da Espanha foi movido para o final da temporada, após o GP de Portugal. Enquanto isso, Silverstone volta a sediar o GP da Grã-Bretanha, seguindo o rodízio de sedes na Inglaterra.

metade do mês 4 - GP do Brasil, Jacarepaguá
início do mês 5 - GP de San Marino, Imola
metade do mês 5 - GP da Bélgica, Spa-Francorchamps
final do mês 5 - GP de Mônaco, Monte Carlo
metade do mês 6 - GP dos EUA, Detroit
início do mês 7 - GP da França, Paul Ricard
metade do mês 7 - GP da Grã-Bretanha, Silverstone
final do mês 7 - GP da Alemanha, Hockenheim
início do mês 8 - GP da Hungria, Hungaroring
metade do mês 8 - GP da Áustria, Österreichring
início do mês 9 - GP da Itália, Monza
metade do mês 9 - GP de Portugal, Estoril
final do mês 9 - GP da Espanha, Jerez
metade do mês 10 - GP do México, Ciudad de México
início do mês 11 - GP do Japão, Suzuka
metade do mês 11 - GP da Austrália, Adelaide
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Giovane Biscazzi em 18/3/2017, 10:34

Giovane Biscazzi entende aposentadoria de Jody Scheckter e revela interesse numa promessa japonesa
"Infelizmente não conseguimos dar as condições necessárias para o Jody conquistar o bicampeonato. É claro que em grande parte da temporada ele se mostrou desmotivado, mas também assumimos nossa parcela de culpa quando não soubemos preparar boas estratégias de corrida, principalmente na última etapa, quando nosso estrategista calculou mal o consumo do propulsor do carro do Jody que acabou parando na última volta sem combustível. Respeitamos sua decisão de pendurar o capacete, assim como respeitamos quando o Laffitão decidiu parar. Quando não há o que almejar num esporte tão competitivo como a Formula 1, o melhor mesmo é aproveitar as coisas boas que a vida oferece, principalmente a família. Por falar em família e Laffite, soubemos que a pequena Margot, filha do nosso campeão que já tem 5 anos de idade, está brincando de forma competitiva nos pequenos carros de corrida. Com certeza vamos acompanhar o crescimento desta garota, que um dia poderá repetir na Biscazzi a carreira vitoriosa de seu pai.
Para o ano que vem, antecipo que Michele Alboreto receberá uma excelente proposta de renovação. Depois do que fizemos com o Riccardo (Patrese), nunca mais trataremos mal os pilotos de Formula 1. Queremos Alboreto por mais 3 anos. Isso é fato. Para a vaga de Jody, a imprensa tem anunciado nomes de pilotos de muito arrojo que aprendemos a admirar, mas sabemos que não adianta termos excelentes pilotos se não tivermos um componente importantíssimo para empurrar nossos carros. Em suma, necessitamos que a parceria que assinamos com a Honda há 4 anos permaneça viva para podermos disputar vitórias e o título mundial. E como a cláusula estabelecida este ano pela montadora japonesa tornou-se uma utopia, há semanas temos acompanhado com muito carinho profissional o amadurecimento de uma promessa japonesa."
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Após pontos, Pin confirma: "Muito difícil a renovação com Nakajima"

Mensagem  Marcel Pin em 19/3/2017, 11:04

Após o GP da Áustria, Marcel Pin era praticamente só sorrisos com o quinto lugar conquistado por Satoru Nakajima. Porém, após ser perguntado sobre o futuro de Satoru Nakajima na equipe, o mesmo mudou a cara e despistou: "Bom, temos um contrato que vai até o fim do ano e que contém uma opção de renovação por mais dois anos, porém com essa cláusula da Honda que obriga seu fornecedor a contratá-lo, já vemos alguns Abutres interessados, (em possível referência a Giovane Biscazzi, que disse que procurava por uma promessa japonesa para o lugar de Jody Scheckter). Por isso, estamos de mãos atadas, e só podemos confiar em Satoru para confirmar a opção ou não. Obviamente teremos que pensar em outras alternativas para caso ele realmente saia, mas queremos muito que ele continue na equipe. Pin anunciou também que o contrato de Boudy não será renovado pois o engenheiro pediu um período sabático após o fim da temporada...

Marcel Pin

Mensagens : 93
Data de inscrição : 08/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Itália

Mensagem  Saimon em 22/3/2017, 22:27

- Bellof largou na pole, liderou a corrida de ponta a ponta e, mesmo sendo ameaçado por Alboreto no início da prova e Prost no final, venceu de forma inquestionável. O alemão mantém vivas as suas chances de título, embora apenas matemáticas. Porém, o principal fato é que a vitória ajudou a Savoia a levar o título de construtores antecipadamente. O alemão dedicou o triunfo à equipe e declarou-se cético quanto ao título, mas prometeu brigar pela vitória nas três provas que restam na temporada;
- Prost definitivamente teve um dia ruim. A começar pelo vazamento em um duto de água instantes antes da prova que o obrigou a largar dos boxes. Depois pelo fato de Mansell também ter tido problemas e largado na última posição, ficando à sua frente e o segurando por várias voltas. No final, tentou o ataque sobre Bellof, mas foi atrapalhado pelo retardatário Martini, além de que os pneus cederam e viu-se em apuros na última volta para ao menos manter a segunda posição. Parece que os deuses conspiraram hoje para impedir o título antecipado do francês. Prost não poupou críticas a Martini e a Mansell, chamando-os de "chicanes ambulantes". Pelo menos o título de construtores da Savoia veio. E o título de pilotos está próximo, bastando apenas um quarto lugar em uma das três últimas corridas do ano para levar o caneco;
- Alboreto fez uma corrida frustrante. Andando próximo de Bellof no início, não conseguiu a ultrapassagem. Depois da parada de box viu Prost aparecer à sua frente e também não conseguiu passar o francês, mesmo com os pneus em melhor estado no final. O italiano viu Bellof deixá-lo para trás no campeonato, embora siga vivo na disputa pelo vice e ainda tenha chance matemática de título. Como consolação, a Biscazzi se aproximou da Fittipaldi no campeonato de construtores;
- Mansell rebateu as críticas de Prost dizendo que estava disputando posição com o francês e não teria porque deixá-lo passar. No mais, lamentou o problema na volta de apresentação que lhe obrigou a largar do fim do grid, pois tinha carro para chegar no pódium;
- Fabi chegou em quinto e trouxe mais dois pontos para a Vector, que agora empata com Benetton e Nürburg no campeonato, embora fique atrás pelos critérios de desempate. A briga no pelotão intermediário está intensa;
- Warwick, em uma estratégia de corrida sem paradas, conquistou um importante sexto lugar, que mantém a equipe na nona posição entre os construtores. O britânico fez questão de ressaltar o crescimento da equipe e a boa gestão, que vem dando resultado nesta temporada;
- A sétima posição foi bastante frustrante para Nakajima. O japonês fazia bela prova e chegou a figurar na zona de pontuação na metade da corrida, mas depois da parada de box não conseguiu mais voltar. Não fosse a estratégia de Warwick ter dado certo, Nakajima poderia ter conquistado mais um ponto pela Collepin. Em alta, o japonês é protegido da Honda e já vem sendo especulada a sua ida para a Biscazzi no ano que vem;
- Boutsen lamentou a quebra do motor Fittipaldi que lhe tirou da prova quando era terceiro, permitindo a aproximação da Biscazzi no campeonato. Apesar do bom desempenho nas três corridas anteriores, a confiabilidade dos motores começa a preocupar, após três quebras seguidas.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Reinhold_Klotz em 23/3/2017, 09:46

Reinhold Klotz parabenizou Derek Warwick pelo resultado em Monza, enaltecendo o cuidado com que o britânico teve para levar o carro até o final sem paradas e conquistar um ponto, mantendo a equipe em 9º no construtores após o resultado da Vector. Para o alemão, "Warwick tem todas as qualidades necessárias para um piloto de ponta e conseguirá mostrar ainda mais seu valor em 1987 quando teremos um conjunto melhor". Klotz disse ainda que considera uma tarefa difícil a conquista do oitavo lugar dos construtores, ressaltando que "com sete equipes na frente desta briga, as chances de pontuação são sempre pequenas".

Klotz foi questionado por alguns jornalistas sobre a presença de Nannini na equipe, com alguns sugerindo que a equipe poderia estar em melhor situação no campeonato de construtores caso tivesse renovado com Christian Danner, hoje na Minardi. O chefe da Nürburg disse que o jovem italiano tem sido perseguido pela imprensa, alegando que o novato vem sofrendo por uma "grande maré de azar", ressaltando que praticamente todos seus abandonos foram por quebras e não por falhas ou acidentes do piloto e que o italiano conquistou, até o momento, o melhor resultado em treino classificatória da história da equipe. Klotz disse que realmente esperava ver Nannini tendo resultados mais expressivos, mas que "algumas dessas quebras são o preço que pagamos por irmos com força total para o projeto de 1987 ao invés de aprimorar o carro deste ano" e que parte da crucificação do italiano se dá pela substituição de um piloto alemão da equipe, alegando que "embora nossa patrocinadora principal incentivasse a permanência de Danner, em nenhum momento ela se opôs à vinda de qualquer outro piloto".
avatar
Reinhold_Klotz

Mensagens : 34
Data de inscrição : 23/02/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Portugal

Mensagem  Saimon em 29/3/2017, 19:42

- E eis que após sete temporadas finalmente Prost pôde comemorar um título. E foi mais do que merecido. A temporada impecável, marcada por sua maestria ao administrar os pneus, culminou no mais desejado troféu do automobilismo para o francês. Depois de muitos azares, quebras e frustrações nas temporadas anteriores, Prost encontrou sua sorte e não escondeu o êxtase na entrevista coletiva. O gaulês agradeceu o apoio dos fãs, à Savoia e agora quer apenas comemorar;
- Senna fez uma corrida consistente e, com ritmo alucinante durante todo o tempo, foi superando os adversários até chegar na segunda posição. Mais um pouco e poderia ter alcançado Prost. O brasileiro dedicou o resultado aos membros da equipe Ferrari, os quais seguem se enforçando para obter os melhores resultados mesmo sabendo que poderão estar sem emprego no ano que vem;
- Boutsen, que havia largado na segunda posição, não parecia totalmente contente com o terceiro lugar. Porém, dadas as circunstâncias, foi um bom resultado, conseguindo a ultrapassagem sobre Bellof no final. A manobra serviu para rebater as críticas, pois o piloto é freqüentemente tachado de muito comedido;
- Bellof começou com bom ritmo, mas foi caindo e teve que se contentar com o quarto lugar. Para piorar, o terceiro lugar foi perdido para Boutsen, um de seus adversários diretos na briga pelo vice-campeonato;
- Arnoux comemorou a conquista de mais dois pontos com a Rocca, que colocou a equipe italiana na quinta posição no campeonato de construtores. O francês agradeceu o time pelo bom carro que prepararam para a corrida de hoje e espera que nas próximas provas consiga manter a posição no campeonato. "Eles merecem", disse o francês, em relação ao staff da equipe;
- Alboreto atribuiu o tímido sexto lugar à má posição de largada. O resultado permitiu que Bellof abrisse mais pontos na vice-liderança do campeonato e Boutsen lhe passasse. Indagado sobre o incidente com Capelli e Scheckter, o italiano disse não ter tido culpa pelo toque, pois estava espremido entre dois carros.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Giovane Biscazzi em 29/3/2017, 21:00

Biscazzi demite Jody Scheckter

Preocupado com a queda absurda de performance da Biscazzi na temporada, em especial a de seu principal piloto Jody Scheckter, que foi contratado para brigar pelo título, Giovane Biscazzi anunciou há pouco sua demissão e a contratação de uma promessa japonesa. O fato de a Biscazzi não cumprir as exigências da Honda para o fornecimento do novo motor foi o que faltava para Jody ter antecipada a sua aposentadoria. Giovane falou brevemente:

"Infelizmente tivemos de optar por algo que nos machuca muito. Jody não correspondeu nesta temporada e a sua aposentadoria já anunciada obrigou-nos a acelerar o planejamento para o próximo ano. É óbvio que só estamos demitindo-o porque ele mesmo anunciou sua saída da categoria. E claro, não poderíamos perder a chance de contratar o promissor Satoru e tudo o que ele pode nos garantir para o ano que vem. Claro que queremos renovar com o Michele, até porque com a saída do Jody, ele será importantíssimo para a Biscazzi no ano que vem, inclusive na adaptação do Saturo à equipe. Em suma, fizemos tudo para o bem da equipe e do Jody, que receberá sua aposentadoria dois meses mais cedo. Para finalizar, estamos tristes pelo fim de uma etapa de nossas vidas que teve início no Soweto há alguns anos. Pra falar a verdade estou muito triste e emocionado para continuar esta fala."
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 30/3/2017, 01:37

Rocca assume quinta posição no Mundial de Construtores
Claudio Carsughi - Jovem Pan

Rodrigo Rocca foi até a mureta dos boxes comemorar junto aos mecânicos o quinto lugar de René Arnoux no Grande Prêmio de Portugal. Com sua quinta pontuação na temporada, Arnoux atingiu 12 pontos e a Rocca agora tem 16, ultrapassando a Williams no mundial de construtores. "É um enorme feito para todos nós. Não há nada ganho, ainda teremos mais duas corridas, mas esse resultado é fantástico e tem que ser muito comemorado. Os mecânicos fizeram um trabalho excepcional e Arnoux guiou mais uma vez de forma sensacional, viabilizando outra corrida nos pontos e nos permitindo brigar de igual para igual contra uma das maiores equipes do grid."
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 286
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirelli anuncia saída da F1

Mensagem  Saimon em 2/4/2017, 18:20

Fabricante italiana resolve deixar a categoria máxima do automobilismo após ausência de resultados relevantes
Gazzetta dello Sport

A Pirelli não estará na F1 em 1987. A fabricante italiana anunciou esta tarde a sua saída da categoria ao final da atual temporada. Desde 1981 na F1, a Pirelli nunca chegou a ameaçar a Goodyear de fato e nunca atraiu o interesse das equipes grandes, visando o fornecimento de pneus. As únicas vitórias foram conquistadas em 1982, quando forneceu pneus para a Ferrari em um acordo "caseiro" da equipe italiana para uma temporada de transição.
Com a saída, a Goodyear passa a ser a única fornecedora de pneus da F1, o que é ruim para o esporte, eliminando um elemento que poderia dar mais variáveis à competição.
Apesar de não ter indicado prazo, a Pirelli não descarta um retorno no futuro. A empresa italiana agradeceu às equipes para as quais forneceu seus pneus pela confiança e pelo aprendizado adquirido em uma competição dura como a F1.
A Goodyear divulgou nota lamentando a decisão da Pirelli e comentando que a grandeza de suas vitórias perde valor quando não se tem competição.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - México

Mensagem  Saimon em 5/4/2017, 22:05

- Prost comemora mais uma vitória, conquistada na base da boa gestão dos pneus, como tem sido uma constante nesta temporada. O triunfo veio de forma dramática, com uma ultrapassagem na última volta sobre o companheiro de equipe. Pergutado sobre o fato de não ter ajudado Bellof a conquistar o vice-campeonato antecipado, o francês alegou que não recebeu qualquer instrução da equipe a respeito e lembrou do GP da Itália, onde o alemão também não cedeu passagem a ele quando ainda tentava garantir o título;
- Bellof lamentou o desgaste excessivo dos pneus que lhe tirou a vitória nas últimas curvas da corrida. O alemão disse que não esperava qualquer ajuda de Prost e que procurou fazer sua corrida, tratando o companheiro com sendo outro adversário qualquer, assim como o fez na Itália. Mesmo com a perda da vitória, Bellof precisa de apenas um quinto lugar para levar o vice-campeonato;
- Senna creditou o lugar no pódium à boa estratégia de corrida adotada pela Ferrari. Perguntado sobre seu futuro, o brasileiro disse que mantém conversas com alguns times, mas que não fará qualquer revelação antes do tempo;
- Boutsen buscou um quarto lugar no fim da prova chegou perto do terceiro, mas foi só. Agora só a vitória interessa na Austrália para buscar o vice-campeonato. Porém, o foco da equipe Fittipaldi parece ser manter o vice de construtores, já que a vantagem sobre a Biscazzi aumentou mais três pontos e as coisas estão relativamente encaminhadas;
- Alboreto criticou o acerto adotado pela Biscazzi para a corrida, que dificultou bastante a vida dos pilotos, especialmente na parte de alta do circuito. O italiano está preocupado com o distanciamento da Fittipaldi e vê a conquista do vice-campeonato como quase perdida, mas diz seguir focado. Ainda sem contrato para o ano que vem, Alboreto espera renovar com a Biscazzi, onde será companheiro do japonês Nakajima, contratado visando a manutenção da parceria com a Honda;
- Scheckter, que partia em terceiro e esperava um grande resultado hoje, foi totalmente apático na corrida, creditando o mau desempenho ao acerto e à estratégia de corrida adotados pela Biscazzi. O sulafricano, apesar de parecer apenas cumprir tabela nestas últimas corridas, prometeu dedicação total na sua corrida de despedida, esperando dar um resultado expressivo à Biscazzi.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 6/4/2017, 02:21

Patrese despede-se da Rocca
Claudio Carsughi - Jovem Pan

Rodrigo Rocca convocou coletiva de imprensa nesta quinta-feira em Adelaide para anunciar que o GP da Austrália será o último de Riccardo Patrese na equipe. "Riccardo sempre estará em nossos corações. Fez grandes corridas conosco, subiu ao pódio, quase ganhou uma corrida e sempre guiou com entusiasmo, dedicação e perícia, mas em nossa última reunião entendemos que era seu desejo fazer parte de outro desafio e por isso o liberamos para negociar. Entendo que a negociação foi boa para nós, para ele e para sua nova equipe, então não havia motivo para não ocorrer. Desejamos a ele total sorte e sucesso e nossos boxes estarão sempre abertos para receber um dos maiores amigos que a Scuderia Rocca já fez na Fórmula 1."

Quando perguntado sobre o futuro de Patrese, que ainda possuia mais um ano de contrato com a Rocca, Rodrigo Rocca disse que Patrese anunciaria amanhã seu destino e que por respeito ao amigo Patrese, não faria o anuncio. "O que posso dizer é que a negociação nos ajuda a encorpar nosso caixa. A Fórmula 1 é cada vez mais cara e as dificuldades que uma equipe média tem sem uma fábrica ou um parceiro de motor, como é o nosso caso, faz com que tenhamos que fazer concessões e uma delas é não ter Patrese em 1987. Mas sobre 1987 não falarei nada hoje, somente no próximo mês".

Patrese disputou 31 corridas pela Rocca e disputará a 32º neste final de semana em Adelaide, local de seu único pódio pela equipe. Foram 8 pontos, conquistados com o terceiro lugar em Adelaide no ano passado, um sexto lugar em Paul Ricard e um quarto lugar em Hungaroring, onde andou toda a primeira metade da corrida na segunda colocação e pressionando o líder Boutsen. Além disso, são três sétimos, quatro oitavos e um décimo lugar. Sua melhor posição no grid foi o quarto lugar em Jerez de la Frontera, mas o italiano foi abalroado por Ayrton Senna logo na largada e abandonou.
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 286
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Austrália

Mensagem  Saimon em 12/4/2017, 19:58

- Prost vence novamente e fecha com chave de ouro um campeonato completamente avassalador da Savoia. A equipe italiana bateu o recorde de pontos válidos em um único campeonato: 152. Superior a Bellof na grande maioria das provas, principalmente devido ao cuidado com os pneus, o francês conquistou seu primeiro título e mostrou ao mundo do que é capaz;
- Bellof liderou por várias voltas, mas mais uma vez sucumbiu ao desgaste dos pneus e teve que fazer a troca, ao contrário de seu companheiro. O alemão argumentou que o desgaste dos pneus é diferente entre ambos pois a forma de condução é diferente. "O carro foi desenvolvido com o estilo do Alain, que está aqui há 4 temporadas. Espero que no ano que vem seja diferente", comentou. Bellof ficou com o vice-campeonato de pilotos e ajudou no domínio da Savoia. É verdade que o piloto em nenhum momento foi realmente páreo para Prost no campeonato, mas se considerarmos que foi seu primeiro ano em equipe grande, foi bastante produtivo;
- Berger deixou Scheckter para trás e selou o vice de construtores para a Fittipaldi com o lugar no pódium. O austríaco agradeceu à equipe pelo carro e espera que no próximo ano possa estar brigando por mais vitórias contra a Savoia;
- Scheckter não obteve o resultado que esperava, mas procurou agradecer à Biscazzi e aos fãs pelo apoio por todos estes anos em que esteve na equipe e na F1. O sulafricano vinha claramente em decadência na carreira após o título conquistado em 84 e já não tinha mais motivação para continuar correndo. A Biscazzi já encontrou o susbtituto para 1987, que será o japonês Nakajima;
- Mansell termina nos pontos na corrida de despedida da Ferrari como equipe. Após 6 anos na F1, foram muitas vitórias, três títulos de pilotos e dois de construtores. A crise da atual temporada fez a Fiat tomar a decisão de retirar a equipe. Mansell e Senna, assim como o corpo técnico e administrativo do time negociam com novas equipes para continuar na F1;
- Arnoux, em uma demonstração de muita garra e perseverança, segurou Piquet por várias voltas para garantir o sexto lugar na corrida e o quinto lugar de construtores para a Rocca. Um feito imenso da pequena equipe italiana, infiltrando-se entre as grandes da F1. O francês vem provando desde que chegou na Rocca que está longe de se aposentar, vivendo o auge de sua carreira aos 38 anos. Arnoux afirmou em entrevista que não pensará duas vezes na renovação com a Rocca para mais uma temporada, conforme prevê a opção em seu contrato;
- Piquet lamentou não ter conseguido a ultrapassagem sobre Arnoux, evitou qualquer reclamação sobre o toque com o francês na penúltima volta e disparou: "Não merecíamos o quinto lugar nos construtores pela m*&#$ de temporada que fizemos". O brasileiro está claramente insatisfeito na Williams e deve tentar negociar a compra de seu contrato com outra equipe, a menos que mudanças drásticas ocorram na administração do time.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bill Gale não é mais manager da Williams

Mensagem  Saimon em 12/4/2017, 21:42

Dono da equipe Williams afasta o manager do cargo para manter Piquet e patrocínio da Canon
The Daily Telegraph

A pressão de Piquet e da Canon culminou no afastamento de Bill Gale do cargo de manager da Williams. Frank Williams chegou à decisão após reunião de 4 horas com os diretores da Canon, o piloto brasileiro e o sócio minoritário do time. A equipe terminou em uma decepcionante sexta posição no campeonato de construtores, pior posição do time deste o seu ano de estréia.
Nelson Piquet já fazia pressão à algum tempo, criticando as decisões de Gale e o trabalho frente aos acertos do carro e definição de estratégias de corrida.
Quanto à Canon, a empresa japonesa informou que o contrato estava cancelado devido descumprimento de exigências, entre elas vencer corridas durante este ano. Porém, com a saída de Gale, Frank Williams conseguiu que a empresa fizesse nova proposta de patrocínio para o ano que vem, embora com valores menores, que será apresentada em breve.
Com estas mudanças, a Williams salva seus pilares e mantém a estrutura para voltar a brigar por vitórias no ano que vem. Um novo manager deve ser nomeado em breve. Gale ainda segue com 5% das ações da equipe, porém ainda pode ser negociada a venda para um novo sócio.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1986 - Sala de Imprensa

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum