Scuderia Marocchio Biscazzi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Scuderia Marocchio Biscazzi

Mensagem  Giovane Biscazzi em 26/4/2013, 15:29

Tópico exclusivo da equipe Biscazzi de Formula 1.
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dados

Mensagem  Giovane Biscazzi em 26/4/2013, 15:33

Nome completo: Scuderia Marocchio Biscazzi
Sede: Isola della Scala, Verona, Itália
Manager e Chefe: Giovane Biscazzi

Primeira corrida: GP da Argentina de 1971
Última corrida (computada): GP de Las Vegas de 1982

Corridas disputadas: 184

Vitórias: 16
(Brasil em 1974; Grã-Bretanha e Alemanha em 1975; Brasil e Grã-Bretanha em 1976; Alemanha em 1977; Grã-Bretanha em 1978; Brasil, África do Sul, Holanda e Leste dos EUA em 1979; Holanda em 1980 e; Oeste dos EUA, Canadá, Suíça e Itália em 1983)

Dobradinhas: 3
(Grã-Bretanha em 1976 e 1978 e; Itália em 1983)

Pole positions: 10
(África do Sul, Espanha, Mônaco, Holanda e Canadá em 1976; França em 1977; Grã-Bretanha em 1978; Canadá e Leste dos EUA em 1979; Bélgica em 1980)

Pódios: 101
(0 em 1971, 4 em 1972, 6 em 1973, 14 em 1974, 14 em 1975, 13 em 1976, 10 em 1977, 10 em 1978, 12 em 1979, 8 em 1980, 0 em 1981 e 10 em 1982)

Títulos de pilotos: 2
(Jacques Laffite em 1975 e 1979)

Títulos de construtores: 1
(1979 com a dupla Jacques Laffite e Riccardo Patrese)


Última edição por Giovane Biscazzi em 1/1/2014, 08:02, editado 4 vez(es)
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Momentos inesquecíveis

Mensagem  Giovane Biscazzi em 26/4/2013, 15:42

10 MOMENTOS INESQUECÍVEIS DA HISTÓRIA DA FRANKFURT/BISCAZZI NA FORMULA 1

1- PRIMEIRO PONTO
(conquistado na 6.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Holanda de 1961
"Reutemann, já sofrendo com certo desgaste dos pneus, acaba não conseguindo segurar Laffite, que vem por fora com mais aderência na Pulleveld e faz a ultrapassagem, entrando na zona de pontuação.
Ickx vem com tranqüilidade e cruza a linha chegada em primeiro pela terceira vez na temporada, comemorando muito. Hulme segura Fittipaldi e completa a dobradinha da Power Racing. Surtees, Revson e Laffite, comemorando muito, completam a zona de pontuação."


Top-6
1.º Jacky Ickx (Power Racing/Ford-Cosworth/Goodyear) 72 voltas
2.º Denny Hulme (Power Racing/Ford-Cosworth/Goodyear) 72 voltas
3.º Emerson Fittipaldi (Savoia/Ferrari/Goodyear) 72 voltas
4.º John Surtees (Dobson/Matra/Goodyear) 72 voltas
5.º Peter Revson (MacLeod/Ford-Cosworth/Firestone) 72 voltas
6.º Jacques Laffite (Frankfurt/Ford-Cosworth/Goodyear) 72 voltas


2- PRIMEIRO PÓDIO
(conquistado na 14.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Argentina de 1972
"A equipe Frankfurt mal espera a hora de comemorar o primeiro pódium.
Fittipaldi traz o carro na ponta dos dedos e vence o GP da Argentina! Cevert comemora o primeiro pódium da Frankfurt, após uma corrida memorável. Andretti completa o pódium. Ickx, Hulme e Hunt, na estréia, marcam pontos."


Top-6
1.º Emerson Fittipaldi (Dobson/Dobson/Goodyear) 90 voltas
2.º François Cevert (Frankfurt/Ford-Cosworth/Goodyear) 90 voltas
3.º Mario Andretti (Dobson/Dobson/Goodyear) 90 voltas
4.º Jacky Ickx (Power Racing/Ford-Cosworth/Goodyear) 90 voltas
5.º Denny Hulme (Power Racing/Ford-Cosworth/Goodyear) 90 voltas
6.º James Hunt (Gallop/Ford-Cosworth/Goodyear) 90 voltas


3- PRIMEIRA VITÓRIA
(conquistada na 43.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP do Brasil de 1974
"Hulme segue se aproximando de Laffite, quando de repente o mundo desaba. Uma chuva fortíssima assola a região do autódromo, com direito a trovões e ventania. Laffite estava contornando a Ferradura no momento em que a chuva começou e, quando chega ao Laranja, encontra uma pista completamente empoçada. As ondulações contribuíram para a formação de poças e os carros ficam inguiáveis. Mass, Arnoux e Williamson não se seguram na pista e escapam para o gramado. Hunt escapa na Ferradura e bate forte no muro. Na Junção, um corredor de água se forma, dando a impressão de que os pilotos estão atravessando um rio.
Laffite e Hulme chegam a completar a volta 27, mas a direção de prova decide paralisar a corrida logo em seguida. Fiscais socorrem Hunt, que consegue felizmente sair do carro ileso.
Os pilotos recolhem aos boxes esperando que a prova seja reiniciada. No entanto, a chuva segue muito forte e a luz natural no circuito vai baixando, parecendo fim de tarde.
Depois de mais de meia hora de espera, a chuva não passa e a direção de prova decide encerrar a corrida. A equipe Frankfurt comemora como se fosse título sua primeira vitória. A classificação final foi dada pela volta anterior, de número 26. Os pilotos receberão metade da pontuação, já que não chegamos a 75% da prova."


Top-6
1.º Jacques LAFFITE (Frankfurt/Ford-Cosworth/Goodyear) 1h07'25"38
2.º Denny HULME (Savoia/Savoia/Goodyear) +01"09
3.º François CEVERT (Frankfurt/Ford-Cosworth/Goodyear) +04"34
4.º Jody SCHECKTER (Potere/Ferrari/Goodyear) +22"75
5.º Mario ANDRETTI (Tyrant/Ford-Cosworth/Goodyear) +40"26
6.º Jacky ICKX (Dardan/Ford-Cosworth/Goodyear) +46"25


4- SEGUNDA VITÓRIA
(conquistada na 65.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Grã-Bretanha de 1975
"Laffite e a Frankfurt vão conquistando sua primeira vitória na temporada, que era o que faltava para carimbar a boa campanha da equipe neste ano. O francês leva enorme vantagem para o segundo colocado, Cevert, que vai conquistando importante resultado para a Tyrant.
Hunt vem chegando em Williamson.
Pescarolo, terceiro, vai conquistando um resultado importantíssimo para a Williams e também para a Savoia, que vai levando quatro pontos para casa.
Os pilotos procuram poupar equipamento para chegarem inteiros ao final da prova.
Hunt segue rápido e descontando a diferença que o separa da Williamson.
Williamson, em corrida ousada e arriscada, vai conseguindo os primeiros pontos da Bleutter na temporada.
Fittipaldi, sexto, abusou das paradas mas mesmo assim vai beliscando mais um ponto para sua equipe.
Laffite vem tranqüilo nos últimos metros e vence a prova, comemorando muito. Cevert e Pescarolo, ambos em êxtase, completam o pódium, totalmente francês. Williamson, Hunt e Fittipaldi marcam pontos."


Top-6
1.º Jacques LAFFITE (Frankfurt/Franfurt/Goodyear) 1h39'35"86
2.º François CEVERT (Tyrant/Ford-Cosworth/Goodyear) +58"63
3.º Henri PESCAROLO (Savoia/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'01"51
4.º Roger WILLIAMSON (Bleutter/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'12"88
5.º James HUNT (LL/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'13"30
6.º Emerson FITTIPALDI (Fittipaldi/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta


5- TERCEIRA VITÓRIA, SENDO A SEGUNDA EM SEQUÊNCIA
(conquistada na 66.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Alemanha de 1975
"Lauda se aproxima de Regazzoni, que vem muito próximo de Laffite. Apesar da pequena diferença entre os três, será difícil arriscar alguma coisa nesta última volta. E assim acontece: Laffite vence a segunda corrida na temporada com uma estratégia impecável e dispara na liderança do campeonato. Regazzoni, comemorando muito, e Lauda completam o pódium. Cevert, Depailler e Fittipaldi marcam pontos."

Top-6
1.º Jacques LAFFITE (Frankfurt/Frankfurt/Goodyear) 1h31'32"91
2.º Clay REGAZZONI (Winhill/Ford-Cosworth/Goodyear) +0"62
3.º Niki LAUDA (Potere/Ferrari/Goodyear) +1"10
4.º François CEVERT (Tyrant/Ford-Cosworth/Goodyear) +10"87
5.º Patrick DEPAILLER (STR/Ford-Cosworth/Goodyear) +48"13
6.º Emerson FITTIPALDI (Fittipaldi/Ford-Cosworth/Goodyear) +53"07


6- PRIMEIRO TÍTULO
(conquistado na 71.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP dos Estados Unidos de 1975
"Vamos nos aproximando das voltas finais e o título de Laffite parece certo. Apenas um catástrofe tiraria o caneco do francês.
Lauda, segundo colocado, não conseguiu fazer o que precisava, que era vencer, sendo superado pelo Savoia de Peterson. Scheckter, no momento quarto colocado, pouco fez nesta corrida decisiva e foi a decepção do dia. Laffite, agora quinto, faz mais uma corrida discretíssima, assim como várias que fez durante o ano para conseguir seus pontos.
Regazzoni, que se aproximara de Jones após a parada emergencial do australiano, não consegue ameaçar e fica para trás.
Últimos metros para Peterson. Andretti, ao abrir sua última volta, recebe um aviso da equipe em uma placa na cor verde, causando estranheza aos mecânicos e chefes das outras equipes. Laffite abre a última volta na quinta posição. A equipe Frankfurt corre para a beirada da pista para ver Peterson cruzar em primeiro e vencer a corrida, garantindo também o título de pilotos para Laffite. Lauda é segundo, decepcionado. Andretti cruza em terceiro e pára o carro próximo à saída do pitlane, esperando Laffite também cruzar a linha. Scheckter passa em quarto. Laffite, comemorando muito, passa lentamente em quinto, vibrando com a equipe. O francês passa ao lado do carro do companheiro Andretti, que estica o braço para cumprimentá-lo. Os dois vêm lado a lado na volta de desaceleração. Na chegada aos boxes, são recebidos pelo chefe de equipe André Luís, que surpreende Laffite ao pegá-lo no colo e levá-lo até o pódium. Andretti e Laffite, cumprimentando-se mais uma vez e ensopados de champanhe, após terem recebido os troféus de terceiro colocado e campeão, respectivamente, agora vêem seu chefe de equipe André Luís percorrendo de joelhos todo o pitlane... Parece que a fé do chefe de equipe da Frankfurt ajudou bastante na campanha de Laffite ao título."


Top-6
1.º Ronnie PETERSON (Savoia/Savoia/Goodyear) 1h37'54"212
2.º Niki LAUDA (Potere/Ferrari/Goodyear) +14"820
3.º Mario ANDRETTI (Frankfurt/Frankfurt/Goodyear) +24"118
4.º Jody SCHECKTER (Potere/Ferrari/Goodyear) +25"514
5.º Jacques LAFFITE (Frankfurt/Frankfurt/Goodyear) +36"053
6.º Alan JONES (Savoia/Savoia/Goodyear) +1'00"864


7- PRIMEIRA DOBRADINHA
(conquistada na 80.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Grã-Bretanha de 1976
"Vai pintando a primeira dobradinha da Biscazzi na F1. Isso se Andretti conseguir segurar Lauda, que vem pressionando o americano. Rosberg, agora sexto, luta contra os pneus para trazer o carro até o final.
Laffite, com tranqüilidade, cruza em primeiro e vence com autoridade. Andretti fecha Lauda na Hawthorn e por pouco os dois não se tocam. O austríaco não desiste e tenta vir por dentro na Stirling's, mas Andretti fecha mais uma vez e os dois chegam a tocar roda com roda. O americano tem a preferência por dentro na última curva e consegue manter a segunda posição, comemorando muito junto à equipe a histórica dobradinha. Scheckter, Jones e Rosberg, comemorando muito, fecham a zona de pontuação."


Top-6
1.º Jacques LAFFITE (Biscazzi/Alfa Romeo/Goodyear) 1h42'05"14
2.º Mario ANDRETTI (Biscazzi/Alfa Romeo/Goodyear) +23"28

3.º Niki LAUDA (Potere/Ferrari/Goodyear) +23"33
4.º Jody SCHECKTER (Potere/Ferrari/Goodyear) +34"07
5.º Alan JONES (Winhill/Ford-Cosworth/Goodyear) +34"41
6.º Keke ROSBERG (KERS/Ford-Cosworth/Goodyear) +45"36


8- SEGUNDA (E ÚLTIMA) DOBRADINHA
(conquistada na 114.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Grã-Bretanha de 1978
"Susto nos mecânicos da Biscazzi: Pironi desconcentra e erra na saída da Westfield, dando uma escapada para o gramado. O francês logo volta, mas a vantagem para Laffite cai pela metade. Piquet traciona melhor que Arnoux na saída da Surtees e vem por fora para a freada da Hawthorn. O brasileiro traciona bem na saída da curva e toma a oitava posição na entrada da Westfield.
Vamos nos aproximando do final da prova e os pilotos procuram diminuir os ritmos para chegar inteiros ao final.
Pironi tenta manter a concentração nestas últimas voltas, no que caminha para ser mais uma dobradinha da Biscazzi em Brands Hatch, justamente no momento em que a equipe mais precisava, após a decepção de Paul Ricard.
Rebaque tenta se aproximar de Arnoux.
Com tranqüilidade, Pironi cruza a linha de chegada e recebe a bandeira quadriculada, comemorando muito sua segunda vitória na F1, conquistada de forma brilhante. O francês andou muito forte hoje. A equipe Biscazzi faz muita festa no muro dos boxes, festejando também com a chegada de Laffite na segunda posição, completando a dobradinha. Jones fecha o pódium. Cevert, Lauda e Fittipaldi concluem a zona de pontuação."


Top-6
1.º Didier PIRONI (Biscazzi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1h39'46"26
2.º Jacques LAFFITE (Biscazzi/Ford-Cosworth/Goodyear) +5"42

3.º Alan JONES (Savoia/Savoia/Michelin) +21"60
4.º François CEVERT (Tyrant/Ford-Cosworth/Goodyear) +29"70
5.º Niki LAUDA (Potere/Ferrari/Goodyear) +37"96
6.º Emerson FITTIPALDI (Fittipaldi/Ford-Cosworth/Goodyear) +53"41


9- SEGUNDO TÍTULO DE PILOTOS E PRIMEIRO DE CONSTRUTORES
(conquistados na 136.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP do Leste dos EUA de 1979
"Enquanto Patrese pressiona Peterson, Laffite erra na tomada da 90º e espalha para fora da pista. Os mecânicos da Biscazzi levam as mãos à cabeça, mas respiram aliviados quando o francês retorna à pista. No entanto, Peterson e Patrese passam. Neste momento a Savoia vira o jogo vai levando o título de construtores.
No entanto, Patrese quer de todas as formas estragar a despedida de Peterson e a festa da Savoia, pressionando o sueco de todo jeito.
Peterson quer encerrar a carreira na F1 com vitória, dando o título para a Savoia, e vai resistindo de todas as formas. Patrese ameaça na Heel e quase emparelha, mas Peterson reage na tomada da curva e evita o ataque do italiano. Briga quente pelo campeonato de construtores.
Patrese segue na cola de Peterson e tenta desta vez vir por dentro na Loop, mas é fechado pelo sueco. Jones desconta aos poucos a diferença em relação a Laffite, mas a vantagem do francês é grande e neste ritmo o australiano não conseguirá chegar a tempo.
Patrese traciona bem na saída dos Esses e vem pra cima de Peterson mais uma vez. O italiano ameaça vir por dentro e o piloto da Savoia bloqueia. Patrese puxa para a esquerda para vir por fora. Peterson tenta fechar o italiano, mas o piloto da Biscazzi fora mais ágil e consegue emparelhar. Os dois chegam na Loop lado a lado. Na saída da curva, Peterson tenta espremer o italiano contra os limites da pista e os dois chegam a tocar roda com roda. Patrese resiste e chega à Anvil, onde tem a preferência por dentro e consegue a ultrapassagem. Bela disputa pela vitória. Os mecânicos da Biscazzi comemoram nos boxes. Agora parece uma questão de tempo, somada à uma pilotagem cuidadosa de Patrese neste final de prova, mas os dois títulos caírem nas mãos da equipe de Verona.
Jones segue sendo um pouco mais rápido que Laffite, mas não conseguirá chegar no francês. O australiano vai entregando os pontos e se contentando com o vice-campeonato.
Patrese abre na frente e se aproxima de sua primeira vitória na F1. Uma vitória importantíssima que vai dando o primeiro título de construtores para a Biscazzi.
Cheever se aproxima de Mass para tentar brigar pela sexta posição.
Nos aproximamos das duas horas de prova, porém a corrida deve terminar em sua duração normal, visto que Patrese irá abrir a última volta antes de estourar o tempo.
Patrese abre a volta 59. Cheever cola em Mass e pressiona. Na ponta dos dedos, Patrese vem trazendo o Biscazzi para a vitória. Os mecânicos da equipe italiana se posicionam na mureta dos boxes para receber seu piloto com festa. Laffite, terceiro, vai contando os segundos para comemorar seu bicampeonato. Patrese aponta na reta. Os mecânicos da Biscazzi quase invadem a pisa. O italiano cruza e ergue o punho. Vence Patrese, vence a Biscazzi! Muita festa dos integrantes da equipe de Verona. Peterson passa em segundo. Laffite cruza em terceiro e vibra muito. O francês é bicampeão do mundo! A equipe Biscazzi explode de alegria. Jones cruza a linha de chegada em um amargo quarto lugar. Scheckter passa em quinto e é recebido pela equipe Nürburg com muita festa, levando dois pontos para casa. Mass segura Cheever e garante o único ponto da Avanti na temporada. Belíssima decisão com chuva hoje em Watkins Glen."


Top-6
1.º Riccardo PATRESE (Biscazzi/Alfa Romeo/Goodyear) 2h01'03"791
2.º Ronnie PETERSON (Savoia/Savoia/Michelin) +5"258
3.º Jacques LAFFITE (Biscazzi/Alfa Romeo/Goodyear) +17"795
4.º Alan JONES (Savoia/Savoia/Michelin) +31"745
5.º Jody SCHECKTER (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'05"253
6.º Jochen MASS (Avanti/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'14"104


10- ÚLTIMA VITÓRIA
(conquistados na 149.ª corrida realizada pela equipe em toda a sua história)

Últimos instantes do GP da Holanda de 1980
"Laffite, com tranqüilidade, completa os últimos 4.252 metros do circuito de Zandvoort e vence, comemorando muito junto à equipe. A Biscazzi está viva na briga até pelo vice-campeonato de construtores. Cevert chega em segundo também festejando bastante, enquanto Pironi completa o pódium. Pryce, Jabouille e Patrese fecham a zona de pontuação."

Top-6
1.º Jacques LAFFITE (Biscazzi/Biscazzi/Goodyear) 1h34'11"75
2.º François CEVERT (Winhill/Alfa Romeo/Goodyear) +9"94
3.º Didier PIRONI (Renault/Renault/Michelin) +32"32
4.º Tom PRYCE (Fittipaldi/Ford-Cosworth/Goodyear) +34"17
5.º Jean-Pierre JABOUILLE (Renault/Renault/Michelin) +38"13
6.º Riccardo PATRESE (Tyrant/Ford-Cosworth/Goodyear) +50"78
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Scuderia Marocchio Biscazzi

Mensagem  Matheus Berçot em 27/4/2013, 23:00

Lembro do início da Frankfurt ainda, épico, hahah, e me mandou a compra do Harvey Postlethwaite que foi essencial para mim na época.
avatar
Matheus Berçot

Mensagens : 153
Data de inscrição : 08/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Scuderia Marocchio Biscazzi

Mensagem  Saimon em 28/4/2013, 12:43

Belo tópico e boa pesquisa no orkut hehe!
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1979
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Scuderia Marocchio Biscazzi

Mensagem  Rodrigo Rocca em 28/4/2013, 20:37

Belo tópico, foi de arrepiar! hehe

É o exemplo italiano que a Scuderia Rocca deseja seguir.
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 286
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Biscazzi

Mensagem  Giovane Biscazzi em 4/6/2013, 20:22

Contratações e renovações para 1982

Patrocinador Principal

Parmalat

Equipe: Biscazzi

Contrato: 1 ano, 12x de $4500 (gasolina Elf) + $500 por vitória + $1000 por título de construtores

Exigências:
- pintar o carro de branco com detalhes em azul, estampando a marca Parmalat;
- ter dois pilotos classe A, correndo com dois carros em todas as corridas;
- ter engenheiro trabalhando no acerto em no mínimo 15 corridas por temporada;
- subir no pódium com freqüência e vencer corridas.

Objetivos:
- vencer os campeonatos de pilotos e construtores.



Patrocinador Secundário

Arexons

Equipe: Biscazzi

Origem: Itália
Ramo: limpeza
Exigência: manter Michele Alboreto na equipe
Contrato: 12x de $350 + $1000 em caso de vitória de Michele Alboreto



Pilotos

Jody Scheckter
31 anos, sulafricano
($1600 pm, 1 ano)
Habilidade: 8
Agressividade: 8
Consistência: 9
Sorte: 5
Inteligência: 8
Chuva: 8

Michele Alboreto
25 anos, italiano
($930 pm, 2 anos)
Habilidade: 8
Agressividade: 7
Consistência: 8
Sorte: 5
Inteligência: 7
Chuva: 7



Engenheiros

Mauro Forghieri
46 anos, italiano
($900 pm, 2 anos)
Freios: 8
Suspensão: 10
Câmbio: 8
Aerodinâmica: 8
Leveza: 8
Obs.: será vendido para a Tyrant ao final do mês 7

Colin Chapman
53 anos, britânico
($900 pm, 1 ano)
Freios: 8
Suspensão: 8
Câmbio: 8
Aerodinâmica: 10
Leveza: 8
Obs.: será comprado junto a Tyrant ao final do mês 7

Brian Hart
45 anos, britânico
motores turbo
($460 pm, 2 anos e 10 meses)
Potência: 9
Durabilidade: 6
Leveza: 9



Mecânicos

Itália

Eficácia: 10

Salários mensais totais:
Equipe enxuta: $280
Equipe completa: $480

Equipe completa com reabastecimento rápido: $880



Pneus

Michelin

A Michelin trabalhou duro no período intertemporadas para desenvolver um composto supermacio de alta performance, visando bater a Goodyear nas sessões qualificatórias. Os pneus de corrida no entanto seguem visando a maior durabilidade, com compostos mais duros. Quanto aos pneus de chuva, seguem os melhores da F1.

Classificação:
Aderência com pista seca: 10
Aderência com pista levemente molhada: 8
Aderência com pista pouco molhada: 6
Aderência com pista molhada: 0
Durabilidade com pista seca/levemente molhada: 1
Durabilidade com pista pouco molhada/molhada: 1

Slick:
Aderência com pista seca: 8,8
Aderência com pista levemente molhada: 7,8
Aderência com pista pouco molhada: 4,8
Aderência com pista molhada: 0
Durabilidade com pista seca/levemente molhada: 9
Durabilidade com pista pouco molhada/molhada: 10

Chuva:
Aderência com pista seca: 2
Aderência com pista levemente molhada: 7,8
Aderência com pista pouco molhada: 9
Aderência com pista molhada: 10
Durabilidade com pista molhada: 9
Durabilidade com pista pouco molhada: 8
Durabilidade com pista levemente molhada: 6
Durabilidade com pista seca: 1

Preço (pago à vista): $6000, sendo $3000 por carro, para a temporada completa

Restrições: disponível para até 4 equipes (podendo chegar a 5 caso duas destas tenham apenas 1 carro), sem restrição de nacionalidade, porém as equipes que não trocaram a Michelin por outra marca terão prioridade.




Chassis e Motores da Biscazzi

Chassis


SMB.1981 e SMB.1981-B
Freios: 8
Suspensão: 7
Câmbio: 8
Aerodinâmica: 7
Leveza:8
Durabilidade: 8
Obs.: apenas os engenheiros Gordon Coppuck (projetista), François Castaing e Martin Ogilvie podem trabalhar nos chassis de 1981.

SMB.1982 e SMB.1982-B
Freios: 9
Suspensão: 10
Câmbio: 9
Aerodinâmica: 8 -> 9 (mês 8 ) -> 10 (mês 9)
Leveza: 8
Durabilidade: 9
Obs.1: apenas os engenheiros François Castaing (projetista) e Mauro Forghieri trabalharam nos chassis de 1982 até agora.
Obs.2: serão realizados 2 upgrades nos chassis de 1982 durante a atual temporada, ambos por Colin Chapman, em aerodinâmica e nos meses 8 e 9.


Motores

Marguerite
Potência: 7
Durabilidade: 9
Leveza: 9
Consumo: 1,6 km/l
Obs.1: apenas os engenheiros Franco Rocchi (projetista) e Carlo Chiti trabalharam nos motores Marguerite até agora.
Obs.2: como já recebeu 1 upgrade em potência, os motores Marguerite só poderão ser melhorados apenas mais uma vez (só poderão receber mais 1 pontinho em sua história).

Nadia
Potência: 8 -> 9 (mês 1)
Durabilidade: 7
Leveza: 9
Consumo: 1,8 km/l -> 1,6 km/l (mês 1)
Obs.1: apenas o engenheiro Brian Hart (projetista) trabalhou nos motores Nadia até agora.
Obs.2: como o engenheiro Brian Hart realizará 1 upgrade em potência no mês 1, os motores Nadia só poderão ser melhorado apenas mais uma vez (só poderá receber mais 1 pontinho em sua história).

Legenda
atributos que podem ser melhorados em até 2 pontos
atributos que podem ser melhorados em apenas 1 ponto
atributos que não podem mais ser melhorados
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Biscazzi 1982

Mensagem  Giovane Biscazzi em 4/6/2013, 20:38

Desempenho de pista e Balanço mensal da Biscazzi em 1982

Mês 01/1982

O engenheiro Brian Hart concluiu o projeto do motor Nadia durante o respectivo mês.

Balanço financeiro - 01/1982

$49888 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês

$6000 = contratação de pneus Michelin para dois carros
$4400 = cópia do chassi SMB.1982 -> SMB.1982-B
$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$4200 = parcela 4/4 do projeto do motor Nadia

$35368 = saldo ao final do mês 01/1982


Mês 02/1982

Foi disputado o GP da África do Sul e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 8.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $200 em prêmios
- Treinos: 10.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $100 em prêmios
- Corrida: 4.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $3000 em prêmios e 3 pontos
- Corrida: 6.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $2000 em prêmios e 1 ponto

O engenheiro Brian Hart melhorou a potência do primeiro lote de motores Nadia de 8 para 9 durante o mês. No total foram gastos $700.

Balanço financeiro - 02/1982

$35368 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$200 = prêmio pelo 8.º lugar do Scheckter no treino do GP da África do Sul
$100 = prêmio pelo 10.º lugar do Alboreto no treino do GP da África do Sul
$3000 = prêmio pelo 4.º lugar do Scheckter na corrida do GP da África do Sul
$2000 = prêmio pelo 6.º lugar do Alboreto na corrida do GP da África do Sul

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$700 = melhoria na potência do primeiro lote de motores Nadia

$40048 = saldo ao final do mês 02/1982


Mês 03/1982

Foi disputado o GP do Brasil e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 5.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $400 em prêmios
- Treinos: 8.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $4500 em prêmios e 6 pontos
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 3 voltas [motor], rendendo $200 em prêmios

Também foi disputado o GP do Oeste dos EUA e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 10.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $100 em prêmios
- Treinos: 5.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $400 em prêmios
- Corrida: 8.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $1000 em prêmios
- Corrida: 1.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $6000 em prêmios e 9 pontos

Balanço financeiro - 03/1982

$40048 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Scheckter no treino do GP do Brasil
$200 = prêmio pelo 8.º lugar do Alboreto no treino do GP do Brasil
$4500 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter na corrida do GP do Brasil
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida do GP do Brasil
$100 = prêmio pelo 10.º lugar do Scheckter no treino do GP do Oeste dos EUA
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Alboreto no treino do GP do Oeste dos EUA
$1000 = prêmio pelo 8.º lugar do Scheckter na corrida do GP do Oeste dos EUA
$6000 = prêmio pelo 1.º lugar do Alboreto na corrida do GP do Oeste dos EUA
$500 = prêmio extra pago pela Parmalat pela vitória do Alboreto no GP do Oeste dos EUA
$1000 = prêmio extra pago pela Arexons pela vitória do Alboreto no GP do Oeste dos EUA

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$7500 = fabricação de 3 lotes de motores Nadia (05 ao 16)
$200 = gastos no SMB.1982 depois da corrida no Oeste dos EUA

$46728 = saldo ao final do mês 03/1982


Mês 04/1982

Foi disputado o GP de San Marino e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 5.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $400 em prêmios
- Corrida: Jody Scheckter abandonou depois de 50 voltas [transmissão], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 11 voltas [motor], rendendo $200 em prêmios

Também foi disputado o GP da Bélgica e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 3.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $600 em prêmios
- Treinos: 2.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $800 em prêmios
- Corrida: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $4500 em prêmios e 6 pontos
- Corrida: 4.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $3000 em prêmios e 3 pontos

O engenheiro Mauro Forghieri iniciou o projeto do SMB.1983 com todos os atributos de que é capaz. O carro sairá por $16800, sendo dividido em 4 parcelas iguais de $4200.

Balanço financeiro - 04/1982

$46728 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino do GP de San Marino
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Alboreto no treino do GP de San Marino
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida do GP de San Marino
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida do GP de San Marino
$600 = prêmio pelo 3.º lugar do Scheckter no treino do GP da Bélgica
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Alboreto no treino do GP da Bélgica
$4500 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter na corrida do GP da Bélgica
$3000 = prêmio pelo 4.º lugar do Alboreto na corrida do GP da Bélgica

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$4200 = parcela 1/4 do projeto do chassi SMB.1983
$300 = gastos no SMB.1982 depois da corrida em San Marino

$52808 = saldo ao final do mês 04/1982


Mês 05/1982

Foi disputado o GP de Mônaco e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 5.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $400 em prêmios
- Treinos: 8.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $200 em prêmios
- Corrida: Jody Scheckter abandonou depois de 18 voltas [vazamento de óleo], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 6.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $2000 em prêmios e 1 ponto

Também foi disputado o GP do Leste dos EUA e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 3.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $600 em prêmios
- Treinos: 4.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $500 em prêmios
- Corrida: 11.º lugar com Jody Scheckter [pneu furado/acidente], rendendo $500 em prêmios
- Corrida: 3.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $3500 em prêmios e 4 pontos

O engenheiro Mauro Forghieri continuou trabalhando no desenvolvimento do SMB.1983.

Balanço financeiro - 05/1982

$52808 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Scheckter no treino do GP de Mônaco
$200 = prêmio pelo 8.º lugar do Alboreto no treino do GP de Mônaco
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida do GP de Mônaco
$2000 = prêmio pelo 6.º lugar do Alboreto na corrida do GP de Mônaco
$600 = prêmio pelo 3.º lugar do Scheckter no treino do GP do Leste dos EUA
$500 = prêmio pelo 4.º lugar do Alboreto no treino do GP do Leste dos EUA
$500 = prêmio pelo 11.º lugar do Scheckter na corrida do GP do Leste dos EUA
$3500 = prêmio pelo 3.º lugar do Alboreto na corrida do GP do Leste dos EUA

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$4200 = parcela 2/4 do projeto do chassi SMB.1983
$200 = gastos no SMB.1982 depois da corrida no Leste dos EUA

$56388 = saldo ao final do mês 05/1982


Mês 06/1982

Foi disputado o GP do Canadá e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 5.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $400 em prêmios
- Corrida: 1.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $6000 em prêmios e 9 pontos
- Corrida: 4.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $3000 em prêmios e 3 pontos

Também foi disputado o GP da Holanda e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 9.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $100 em prêmios
- Corrida: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $4500 em prêmios e 6 pontos
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 46 voltas [motor], rendendo $200 em prêmios

O engenheiro Mauro Forghieri seguiu trabalhando no desenvolvimento do SMB.1983.

Balanço financeiro - 06/1982

$56388 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino do GP do Canadá
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Alboreto no treino do GP do Canadá
$6000 = prêmio pelo 1.º lugar do Scheckter na corrida do GP do Canadá
$3000 = prêmio pelo 4.º lugar do Alboreto na corrida do GP do Canadá
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino do GP da Holanda
$100 = prêmio pelo 9.º lugar do Alboreto no treino do GP da Holanda
$4500 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter na corrida do GP da Holanda
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida do GP da Holanda
$500 = prêmio extra pago pela Parmalat pela vitória do Scheckter no GP da Holanda

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$4200 = parcela 3/4 do projeto do chassi SMB.1983

$68568 = saldo ao final do mês 06/1982


Mês 07/1982

Foi disputado o GP da Grã-Bretanha e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 9.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $100 em prêmios
- Treinos: 6.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $300 em prêmios
- Corrida: Jody Scheckter abandonou depois de 39 voltas [motor], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 2.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $4500 em prêmios e 6 pontos

Também foi disputado o GP da França e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 10.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $100 em prêmios
- Treinos: 16.º lugar com Michele Alboreto
- Corrida: Jody Scheckter abandonou depois de 19 voltas [superaquecimento], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 9.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $1000 em prêmios

O engenheiro Mauro Forghieri finalizou o desenvolvimento do SMB.1983 durante o mês e em seguida foi transferido para a Tyrant, que enviou o engenheiro Colin Chapman para trabalhar exaustivamente nos chassis da Biscazzi até o final do ano.

Balanço financeiro - 07/1982

$68568 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$100 = prêmio pelo 9.º lugar do Scheckter no treino da Grã-Bretanha
$300 = prêmio pelo 6.º lugar do Alboreto no treino da Grã-Bretanha
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida da Grã-Bretanha
$4500 = prêmio pelo 2.º lugar do Alboreto na corrida da Grã-Bretanha
$100 = prêmio pelo 10.º lugar do Scheckter no treino do GP da França
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida do GP da França
$1000 = prêmio pelo 9.º lugar do Alboreto na corrida do GP da França
$900 = venda do contrato do Forghieri para a Tyrant

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Forghieri
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$4200 = parcela 4/4 do projeto do chassi SMB.1983
$200 = gastos no SMB.1982-B depois do treino na França
$900 = compra do contrato do Chapman junto a Tyrant

$70648 = saldo ao final do mês 07/1982


Mês 08/1982

Foi disputado o GP da Alemanha e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 5.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $400 em prêmios
- Treinos: 11.º lugar com Michele Alboreto
- Corrida: Jody Scheckter abandonou logo depois da largada [acidente], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 28 voltas [acidente], rendendo $200 em prêmios

Também foi disputado o GP da Áustria e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 8.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $200 em prêmios
- Treinos: 7.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 6.º lugar com Jody Scheckter [acidente na volta final], rendendo $2000 em prêmios e 1 ponto
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 1 volta [acidente], rendendo $200 em prêmios

O engenheiro Colin Chapman melhorou a aerodinâmica dos chassis SMB.1982 e SMB.1982-B de 8 para 9 durante o mês. No total foram gastos $500.

Balanço financeiro - 08/1982

$70648 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$400 = prêmio pelo 5.º lugar do Scheckter no treino da Alemanha
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida da Alemanha
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida da Alemanha
$200 = prêmio pelo 8.º lugar do Scheckter no treino da Áustria
$200 = prêmio pelo 7.º lugar do Alboreto no treino da Áustria
$2000 = prêmio pelo 6.º lugar do Scheckter na corrida da Áustria
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida da Áustria

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Chapman
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$500 = melhorias em aerodinâmica nos chassis SMB.1982 e SMB.1982-B
$800 = gastos no SMB.1982 e no SMB.1982-B depois das corridas na Alemanha e na Áustria

$72828 = saldo ao final do mês 08/1982


Mês 09/1982

Foi disputado o GP da Suíça e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 4.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $500 em prêmios
- Corrida: 1.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $6000 em prêmios e 9 pontos
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 4 voltas [acidente], rendendo $200 em prêmios

Também foi disputado o GP da Itália e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 7.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $200 em prêmios
- Corrida: 1.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $6000 em prêmios e 9 pontos
- Corrida: 2.º lugar com Michele Alboreto, rendendo $4500 em prêmios e 6 pontos

O engenheiro Colin Chapman melhorou a aerodinâmica dos chassis SMB.1982 e SMB.1982-B de 9 para 10 durante o mês. No total foram gastos $500.

Balanço financeiro - 09/1982

$72828 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino da Suíça
$500 = prêmio pelo 4.º lugar do Alboreto no treino da Suíça
$6000 = prêmio pelo 1.º lugar do Scheckter na corrida da Suíça
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida da Suíça
$500 = prêmio extra pago pela Parmalat pela vitória do Scheckter no GP da Suíça
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino da Itália
$200 = prêmio pelo 7.º lugar do Alboreto no treino da Itália
$6000 = prêmio pelo 1.º lugar do Scheckter na corrida da Itália
$4500 = prêmio pelo 2.º lugar do Alboreto na corrida da Itália
$500 = prêmio extra pago pela Parmalat pela vitória do Scheckter no GP da Itália

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Chapman
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$500 = melhorias em aerodinâmica nos chassis SMB.1982 e SMB.1982-B
$200 = gastos no SMB.1982-B depois da corrida na Suíça

$92208 = saldo ao final do mês 09/1982


Mês 10/1982

Foi disputado o GP de Las Vegas e a Biscazzi obteve os seguintes resultados:
- Treinos: 2.º lugar com Jody Scheckter, rendendo $800 em prêmios
- Treinos: 11.º lugar com Michele Alboreto
- Corrida: Jody Scheckter abandonou depois de 6 voltas [direção], rendendo $200 em prêmios
- Corrida: Michele Alboreto abandonou depois de 30 voltas [motor], rendendo $200 em prêmios

O engenheiro Colin Chapman melhorou a aerodinâmica do chassi SMB.1983 de 8 para 9 durante o mês. No total foram gastos $400.

Balanço financeiro - 10/1982

$92208 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês
$800 = prêmio pelo 2.º lugar do Scheckter no treino de Las Vegas
$200 = prêmio pela participação do Scheckter na corrida de Las Vegas
$200 = prêmio pela participação do Alboreto na corrida de Las Vegas
$3800 = venda dos chassis SMB.1981 e SMB.1981-B para o Museu da Formula 1

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Chapman
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$400 = melhoria em aerodinâmica no chassi SMB.1983
$100 = gastos no SMB.1982 depois da corrida em Las Vegas

$96788 = saldo ao final do mês 10/1982


Mês 11/1982

O engenheiro Colin Chapman melhorou a aerodinâmica do chassi SMB.1983 de 9 para 10 durante o mês. No total foram gastos $400.

Balanço financeiro - 11/1982

$96788 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Chapman
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$400 = melhoria em aerodinâmica no chassi SMB.1983

$96468 = saldo ao final do mês 11/1982


Mês 12/1982

Balanço financeiro - 12/1982

$96468 = saldo anterior

$4850 = patrocínios do mês

$1600 = salário do Scheckter
$930 = salário do Alboreto
$900 = salário do Chapman
$460 = salário do Hart
$880 = salários dos mecânicos (equipe completa com reabastecimento rápido)
$1000 = melhoria na potência em 7 (sete) unidades dos motores Nadia
$4400 = cópia do chassi SMB.1983 -> SMB.1983-B

$91148 = saldo ao final do mês 12/1982
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Biscazzi

Mensagem  Giovane Biscazzi em 19/1/2014, 22:21

Contratações e renovações para 1983

Patrocinador Principal

Parmalat

Equipe: Biscazzi

Contrato: 3 anos, 36x de $4500 (gasolina Castrol)

Exigências:
- pintar o carro de branco com detalhes em azul, estampando a marca Parmalat;
- correr com dois carros em todas as corridas;
- ter dois engenheiros trabalhando no acerto em todas as corridas (chassi + motor ou chassi + pista);
- subir no pódium com freqüência e vencer corridas;
- ter equipe de mecânicos com reabastecimento rápido;
- correr com motores turbo;
- gastar todo o dinheiro investido em cada ano (o que não for gasto não será pago ou será recolhido até o final do ano).

Objetivos:
- vencer os campeonatos de pilotos e construtores.



Patrocinador Secundário

Arexons

Equipe: Biscazzi

Origem: Itália
Ramo: limpeza
Exigência: manter Michele Alboreto na equipe
Contrato: 12x de $400



Pilotos

Jody Scheckter
32 anos, sulafricano
($1500 pm, 1 ano)
Habilidade: 8
Agressividade: 8
Consistência: 9
Sorte: 5
Inteligência: 8
Chuva: 8

Michele Alboreto
26 anos, italiano
($930 pm, 1 ano)
Habilidade: 8
Agressividade: 7
Consistência: 8
Sorte: 5
Inteligência: 8
Chuva: 7
e


Engenheiros

Carlo Chiti
58 anos, italiano
motores turbo
($1200 pm, meses 1 e 2)
Potência: 10
Durabilidade: 7
Leveza: 8

Dave Wass
35 anos, britânico
($400 pm, 1 ano)
Freios: 8
Suspensão: 6
Câmbio: 9
Aerodinâmica: 7
Leveza: 7
Obs.: será comprado junto a Galaxy ao final do mês 2

Brian Hart
46 anos, britânico
motores turbo
($460 pm, 1 ano e 10 meses)
Potência: 9
Durabilidade: 7
Leveza: 9



Mecânicos

Itália

Eficácia: 10

Salários mensais totais:
Equipe enxuta: $280
Equipe completa: $480

Equipe completa com reabastecimento rápido: $880



Pneus

Michelin

A Michelin reforçou o trabalho na durabilidade dos seus compostos, porém buscando manter ainda boa aderência. Foram desenvolvidos novos pneus slick com borracha mais mole, proporcionando uma aderência superior, mas tendo durabilidade suficiente para durar apenas metade de uma corrida. Ideal para ser usado com a tática de reabastecimento. Os compostos duros continuam ainda sendo fornecidos, oferecendo opções variadas para as equipes, que poderão montar suas estratégias como bem entenderem.

Classificação:
Aderência: 9,8
Durabilidade: 1

Slick Mole:
Aderência: 8,8
Durabilidade: 5

Slick Duro:
Aderência: 7,8
Durabilidade: 9

Chuva:
Aderência: 10
Durabilidade: 9

Preço: 12x $170 por carro, para a temporada completa

Restrições: disponível para até 5 equipes (podendo chegar a 6 caso uma destas tenha apenas 1 carro), sem restrição de nacionalidade, porém as atuais parceiras terão prioridade.




Chassis e Motores da Biscazzi

Chassis


SMB.1982 e SMB.1982-B
Freios: 8
Suspensão: 9
Câmbio: 8
Aerodinâmica: 8
Leveza: 7
Durabilidade: 8
Obs.1: Além do projetista François Castaing, os engenheiros Mauro Forghieri e Colin Chapman também trabalharam nos chassis de 1982.

SMB.1983 e SMB.1983-B
Freios: 8
Suspensão: 10
Câmbio: 8 -> 9 (meses 3 e 4)
Aerodinâmica: 10
Leveza: 8
Durabilidade: 9
Obs.1: apenas os engenheiros Mauro Forghieri (projetista) e Colin Chapman trabalharam nos chassis de 1983 até agora.
Obs.2: Dave Wass realizará 1 (um) upgrade nos chassis de 1983 durante a atual temporada, no câmbio e durante os meses 3 e 4.


Motores

Marguerite
Potência: 6
Durabilidade: 9
Leveza: 9
Consumo: 1,6 km/l
Obs.1: apenas os engenheiros Franco Rocchi (projetista) e Carlo Chiti trabalharam nos motores Marguerite até agora.
Obs.2: como já recebeu 1 upgrade em potência, os motores Marguerite só poderão ser melhorados apenas mais uma vez (só poderão receber mais 1 pontinho em sua história).

Nadia
Potência: 9
Durabilidade: 7
Leveza: 9
Consumo: 1,4 km/l
Obs.: apenas o engenheiro Brian Hart (projetista) trabalhou nos motores Nadia até agora.

Honda
Potência: 9 -> 10 (meses 1 e 2)
Durabilidade: 6 -> 7 (meses 5 e 6)
Leveza: 9
Consumo: 1,5 km/l
Obs.: serão realizados 2 upgrades nos motores Honda durante a atual temporada (1983). Carlo Chiti trabalhará na potência durante os meses 1 e 2 e Brian Hart trabalhará na durabilidade durante os meses 5 e 6.

Legenda
atributos que podem ser melhorados em até 2 pontos
atributos que podem ser melhorados em apenas 1 ponto
atributos que não podem mais ser melhorados
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 277
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Scuderia Marocchio Biscazzi

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum