1989 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Ir em baixo

1989 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Mensagem  Saimon em 30/7/2018, 00:58

Data fictícia: Início do Mês 4

Circuito: Jacarepaguá

Extensão: 5,031 km (61 voltas / 306,891 km no total)


Dados dos treinos livres:

Velocidade Média: Média
Acertos: O circuito é sinuoso, com curvas de variados tipos, sendo a aderência o ponto vital para obter desempenho. Apesar disso ainda possui um trecho relativamente longo de pé embaixo (reta da Junção), havendo necessidade de trabalhar a velocidade final até a entrada da curva Sul. Necessário tomar cuidado com o bumping que, embora moderado, pode tornar os carros ariscos.
Pneus: Asfalto abrasivo, alto desgaste (em corrida, durabilidade -4 para Pirelli e -3 para Goodyear), alta temperatura favorece Pirelli
Motores: Sem observações

Traçado:



Condições Climáticas:

Treinos: ensolarado, 32 a 35°C, pista seca (nenhuma possibilidade de chuva)

Corrida: ensolarado, 31 a 34°C, pista seca (nenhuma possibilidade de chuva)


Prazo para envio dos formulários de corrida: 18:00h de 01/08/2018 (quarta-feira)

Obs.: horário de Brasília. Enviar formulários de corrida por e-mail para: saimonbcruz@yahoo.com.br
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2414
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Treinos

Mensagem  Saimon em 30/7/2018, 00:58

Pré-Qualificação

A F1 está de volta! No calor do Rio de Janeiro, a circo da categoria máxima do automobilismo se arma pela primeira vez em 1989. Temos mais uma vez grande público no autódromo de Jacarepaguá, agitando suas bandeiras da Fittipaldi ou com figuras de Senna ou Piquet.
Entramos em uma nova era, com a proibição dos motores turbo. Novos carros, novos pilotos, novas equipes, tudo cheirando a novo neste início de campeonato. A Pirelli está de volta e teremos novamente o fornecimento de pneus dividido entre duas marcas, embora apenas equipes pequenas tenham firmado acordo de fornecimento com a fabricante italiana.
Hoje teremos também a estréia de um novo formato de treinos, com uma seção independente para a Pré-Qualificação. Como neste ano tivemos a inscrição de três novas equipes, aumentando a quantidade de carros para 34, os organizadores da F1 decidiram pela realização desta seção prévia ao treino classificatório. Os seis carros das equipes novas e mais os dois da AGS, última colocada no ano passado, participarão da sessão, de onde sairão apenas quatro classificados para o treino principal. Os tempos marcados nesta sessão serão válidos como tempos da 1ª sessão do treino principal, para quem se classificar.
O estreante Martin Donnelly, da também novata Onyx, é o primeiro a abrir volta rápida. O britânico vira 1'29"007 com seu carro azul, branco e rosa, equipado com motores Ford-Cosworth DFR e pneus Pirelli.
O finlandês JJ Lehto é o próximo. O estreante, assim como sua equipe, a Eurobrun, marca 1'28"955. O carro branco da equipe italiana é equipado também com motor DFR e pneus Pirelli.
Dalmas, de volta à F1, entra na pista com a AGS. A equipe francesa, com novas cores e novos pneus Pirelli, mas empurrada pelos antigos Ford-Cosworth DFZ, deve sofrer neste início de campeonato. O piloto francês vira apenas 1'29"960.
Pirro é outro piloto que está de volta à principal categoria do automobilismo. O italiano pilota seu Coloni, equipado com motores DFR e pneus Pirelli. A estréia da pequena equipe italiana não ocorre como esperado: Pirro erra na entrada da Nonato e roda, indo bater na barreira de proteção. Foi uma batida forte, mas felizmente o piloto sai ileso. Porém, sem tempo registrado, Pirro está sendo eliminado.
Martini na pista. O italiano, pilotando pela Eurobrun, vira 1'29"530.
Caffi, agora piloto da AGS, faz 1'29"741, ficando à frente de seu companheiro.
Gugelmin entra na pista com seu Coloni. O brasileiro faz sua estréia pela equipe italiana registrando 1'29"168. Com isso, a AGS vai sendo eliminada.
Larini abre sua volta. Contratado pela Onyx, o italiano marca 1'28"749, melhor marca desta Pré-Qualificação. Martini é eliminado.
Larini, Lehto, Donnelly e Gugelmin seguem para o treino principal. Os tempos marcados nesta sessão já se tornam válidos para a primeira sessão do treino.

Classificação - Pré-Qualificação:

Nicola LARINI (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"749
JJ LEHTO (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"955
Martin DONNELLY (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"007
Maurício GUGELMIN (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"168
Pierluigi MARTINI (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"530
Alex CAFFI (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"741
Yannick DALMAS (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"960
Emanuele PIRRO (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) sem tempo


1ª Sessão

O novato Bertrand Gachot abre os trabalhos na primeira sessão com o verdadeiro cartão de visitas da temporada 1989: seu Larrousse rasga a reta principal empurrado pelo estridente motor Lamborghini V12! Que saudade do ronco de um V12! O belga marca 1'29"043.
Eric Bernard é outro estreante a vir para a pista. Pilotando seu Collepin, equipado como motor DFR e pneus Pirelli, o francês registra 1'28"669.
Herbert é mais um novato na pista. O promissor piloto britânico, que sofreu um sério acidente na temporada passada na F3000, consegue mesmo assim fazer sua estréia na F1 pela Tyrant, com o tempo de 1'28"384. A equipe britânica é empurrada pelos novos motores Yamaha V8.
Mais um estreante promissor, o jovem Jean Alesi entra na pista com a Project Four. O francês marca 1'28"185 com seu P4-Judd.
Tarquini está de volta à F1, pilotando pela Larrousse. Mas já enfrenta dificuldades: seu motor Lamborghini tem problemas e o italiano nem consegue ir à pista nesta primeira sessão.
Suzuki, agora piloto da Vector, entra na pista. O japonês vira 1'28"370.
Mansell abre sua volta. Finalmente piloto da Fittipaldi, depois de algumas tentativas da equipe brasileira de contratá-lo, o britânico marca 1'26"396. A equipe brasileira agora é empurrada pelo novo motor Judd EV, enquanto constrói sua nova fábrica de motores para voltar a desenvolver seu próprio propulsor a partir de 1990.
Prost entra na pista. Exibindo o número 1 pela primeira vez em sua história, a torcida brasileira saúda o atual campeão, que faz 1'26"287, melhor tempo até aqui.
Modena é o próximo. Fazendo sua estréia pela Minardi, com seu belo carro amarelo, branco e preto, o italiano decepciona: erra na tomada da Lagoa e espalha para fora da pista. O piloto volta à pista, mas aborta sua volta.
Senna faz hoje a sua estréia pela Savoia. Substituindo Piquet, demitido da equipe italiana, o brasileiro vem empurrado pelo novo motor Honda V10 e vira 1'25"882, tomando a ponta do treino.
Alboreto marca 1'27"474 com a Rocca. Com a pouca cavalaria do motor DFR debaixo do capô, a equipe italiana parece enfraquecida.
Warwick, que trocou a Nürburg pela Project Four, faz 1'27"869.
Nakajima estréia pela Nürburg, no lugar do britânico. O japonês vira 1'28"367.
Arnoux espalha na Carlos Pace e passeia pela área de escape. O francês não começa bem o ano, abortando sua volta.
Danner marca 1'28"686, estreando pela Tyrant.
Johansson faz 1'27"666 com a Vector.
Brundle, contratado pela Biscazzi para o lugar de Nakajima, entra na pista. A equipe italiana agora tem motores Renault, que está de volta à F1, após o fim da parceria com a Honda. O V10 francês empurra o britânico para marcar o tempo de 1'26"923.
Capelli estréia na Minardi virando 1'28"238.
Bellof faz 1'27"578 com seu Williams-Judd.
Palmer registra 1'28"124 com a Nürburg, agora equipada com motores Ford-Cosworth DFR.
Nannini marca 1'28"722 em seu Collepin, calçado com pneus Pirelli. Esperava-se um bom rendimento dos pneus italianos devido ao calor, porém o asfalto abrasivo é um empecilho.
Berger vira 1'27"193 com seu Potere-Ferrari. Que belo som o motor italiano faz ao cruzar a reta da Junção!
De Angelis, companheiro do austríaco, registra 1'27"395.
Patrese vira 1'26"155 com seu Savoia-Honda, que vai dominando o treino até aqui.
Boutsen, estréia na Williams, depois de vários anos pilotando pela Fittipaldi. O belga marca 1'27"563.
Piquet é o último a entrar na pista nesta primeira sessão. Agora pilotando pela Biscazzi, depois de ser demitido da Savoia, o brasileiro vira 1'26"649, quinto tempo.

Classificação - 1ª Sessão:

Ayrton SENNA (Savoia/Honda/Goodyear) 1'25"882
Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) 1'26"155
Alain PROST (Fittipaldi/Judd/Goodyear) 1'26"287
Nigel MANSELL (Fittipaldi/Judd/Goodyear) 1'26"396
Nelson PIQUET (Biscazzi/Renault/Goodyear) 1'26"649
Martin BRUNDLE (Biscazzi/Renault/Goodyear) 1'26"923
Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'27"193
Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'27"395
Michele ALBORETO (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"474
10º Thierry BOUTSEN (Williams/Judd/Goodyear) 1'27"563
11º Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) 1'27"578
12º Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"666
13º Derek WARWICK (Project Four/Judd/Goodyear) 1'27"869
14º Jonathan PALMER (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"124
15º Jean ALESI (Project Four/Judd/Goodyear) 1'28"185
16º Ivan CAPELLI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"238
17º Satoru NAKAJIMA (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"367
18º Aguri SUZUKI (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"370
19º Johnny HERBERT (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 1'28"384
20º Eric BERNARD (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"669
21º Christian DANNER (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 1'28"686
22º Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"722
23º Nicola LARINI (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"749
24º JJ LEHTO (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"955
25º Martin DONNELLY (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"007
26º Bertrand GACHOT (Larrousse/Lamborghini/Pirelli) 1'29"043
27º Maurício GUGELMIN (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"168
28º Gabriele TARQUINI (Larrousse/Lamborghini/Pirelli) sem tempo
29º Stefano MODENA (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) sem tempo
30º René ARNOUX (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) sem tempo

2ª Sessão

Donnelly abre a segunda sessão virando 1'28"828, superando Lehto.
O finlandês dá o troco, fazendo 1'28"687 e pulando para vigésimo segundo.
Gugelmin vira 1'28"618 e sobe para vigésimo. A Coloni se anima e parece ter chances de se classificar para a corrida.
Larini faz 1'28"469 e fica à frente do brasileiro. A Onyx aparece bem em seu primeiro treino oficial.
Gachot marca 1'28"686, exatamente o mesmo tempo de Danner! No momento o belga é vigésimo quarto.
Bernard registra 1'28"639 e pouco melhora seu tempo.
Herbert faz 1'27"713, pulando para décimo terceiro.
Alesi marca 1'27"896, recuperando a décima quinta posição.
Tarquini consegue vir para a pista, mas vira apenas 1'29"331 e está fora da corrida.
Suzuki faz 1'28"115, décimo sexto tempo.
Mansell vira 1'26"119 e sobe para segundo.
Prost marca 1'26"101, ficando à frente do companheiro, mas ainda atrás de Senna.
Modena registra 1'28"020, décimo sexto tempo.
Senna voa baixo e marca incríveis 1'25"022! Mais de 1 segundo mais rápido que o segundo colocado! Que volta do brasileiro!
Alboreto faz 1'27"258, subindo para oitavo.
Warwick marca 1'27"631 e pula para décimo segundo.
Nakajima vira 1'28"277, pouco melhorando seu tempo.
Arnoux registra 1'27"824, que lhe dá a décima quinta posição. Lehto, Donnelly e Tarquini estão eliminados.
Danner faz 1'27"987, décimo sétimo tempo.
Johansson marca 1'27"097 e pula para sétimo.
Brundle registra 1'26"507, quinto tempo.
Capelli vira 1'28"094, décimo nono tempo.
Bellof espalha na Carlos Pace e escapa da pista. O alemão consegue voltar, mas aborta sua volta.
Palmer marca 1'27"961 e sobe para décimo sétimo.
Nannini faz 1'28"357, pulando para vigésimo terceiro. Gachot é eliminado e a Larrousse fica fora da corrida.
Berger vira 1'26"629 e sobe para sexto.
De Angelis marca 1'26"681, oitavo tempo.
Patrese faz 1'25"654 e recupera a segunda posição.
Boutsen vira 1'27"414, não melhorando sua posição.
Piquet fecha o treino registrando 1'25"833 e ficando com a terceira posição.

Classificação - Final:

Ayrton SENNA (Savoia/Honda/Goodyear) 1'25"022
Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) 1'25"654
Nelson PIQUET (Biscazzi/Renault/Goodyear) 1'25"833
Alain PROST (Fittipaldi/Judd/Goodyear) 1'26"101
Nigel MANSELL (Fittipaldi/Judd/Goodyear) 1'26"119
Martin BRUNDLE (Biscazzi/Renault/Goodyear) 1'26"507
Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'26"629
Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) 1'26"681
Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"097
10º Michele ALBORETO (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"258
11º Thierry BOUTSEN (Williams/Judd/Goodyear) 1'27"414
12º Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) 1'27"578
13º Derek WARWICK (Project Four/Judd/Goodyear) 1'27"631
14º Johnny HERBERT (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 1'27"713
15º René ARNOUX (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"824
16º Jean ALESI (Project Four/Judd/Goodyear) 1'27"896
17º Jonathan PALMER (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'27"961
18º Christian DANNER (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 1'27"987
19º Stefano MODENA (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"020
20º Ivan CAPELLI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"094
21º Aguri SUZUKI (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"115
22º Satoru NAKAJIMA (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 1'28"277
23º Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"357
24º Nicola LARINI (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"469
25º Maurício GUGELMIN (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"618
26º Eric BERNARD (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"639

27º Bertrand GACHOT (Larrousse/Lamborghini/Pirelli) 1'28"686
28º JJ LEHTO (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"687
29º Martin DONNELLY (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'28"828
30º Gabriele TARQUINI (Larrousse/Lamborghini/Pirelli) 1'29"331
31º Pierluigi MARTINI (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"530
32º Alex CAFFI (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"741
33º Yannick DALMAS (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli) 1'29"960
34º Emanuele PIRRO (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) sem tempo

Quebras/Acidentes:

Pirro =($200)= acidente

Tarquini =($0)= bateria


Última edição por Saimon em 31/7/2018, 07:08, editado 3 vez(es)
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2414
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pilotos reclamando dos acertos

Mensagem  Saimon em 30/7/2018, 00:59

#21 Alex Caffi
#22 Yannick Dalmas
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2414
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Corrida

Mensagem  Saimon em 16/8/2018, 23:01

Domingo de sol e calor intenso no Rio de Janeiro. O autódromo de Jacarepaguá está lotado para mais um GP do Brasil. Os carros estão no grid recebendo os últimos ajustes, enquanto bandeiras são agitadas nas arquibancadas, dividindo-se entre os ídolos locais: Senna, Piquet e a equipe Fittipaldi.
O bicampeão Senna é o pole, tendo seu companheiro Patrese na segunda posição, em primeira fila dominada pelos Savoia-Honda. Piquet e Prost, protagonistas da temporada passada, aparecem na segunda fila, seguidos por seus novos companheiros Mansell e Brundle. Os Potere-Ferrari de Berger e De Angelis partem da quarta fila, com Johansson e Alboreto completando o top-10.
O alto desgaste devido ao calor e ao asfalto abrasivo do circuito carioca castigam bastante os pneus e a maioria apostou nos compostos mais duros de seus respectivos fabricantes. No entanto, Prost, Senna, Patrese e Piquet partirão com os compostos mais macios da Goodyear. As equipes escondem o jogo quanto às estratégias, mas é possível que a utilização de pneus macios exija uma segunda parada nos boxes durante a prova. Herbert, Danner e Gugelmin também partirão com pneus macios.
A direção de prova ordena a saída dos carros para a volta de apresentação. As equipes recolhem o equipamento da pista e deixam o grid livre para os carros, que realinham após a volta de aquecimento. Em instantes teremos a largada.

Largada: Senna - Patrese - Piquet - Prost - Mansell - Brundle - Berger - De Angelis - Johansson - Alboreto - Boutsen - Bellof - Warwick - Herbert - Arnoux - Alesi - Palmer - Danner - Modena - Capelli - Suzuki - Nakajima - Nannini - Larini - Gugelmin - Bernard

[Volta 1] Acendem as luzes vermelhas e sobe o giro dos motores! Os motores V10 e V12 roncam alto e destoam! Tudo pronto para a largada quando acendem as luzes verdes e começa o GP do Brasil! Senna larga bem a mantém a ponta, com Patrese fechando para dentro logo atrás do brasileiro. Mansell pula bem e vem por dentro para tomar a terceira posição. Brundle mantém-se em sexto, seguido por De Angelis e Berger. Boutsen é outro que faz boa largada e pula para nono, à frente de Johansson. Mansell já vem por dentro na Carlos Pace e toma a segunda posição de Patrese. Prost pressiona Piquet. Arnoux, que fez ótima largada, vem por dentro na Nonato e deixa Alboreto para trás, já aparecendo na décima primeira posição. Bellof já cola no italiano. Alesi vem na cola do companheiro Warwick, trazendo Capelli consigo. Nakajima sai do vácuo de Danner e vem por dentro na entrada da curva Sul, fazendo a ultrapassagem. Larini pressiona Suzuki.

Fim da 1ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Piquet - Prost - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Johansson - Arnoux - Alboreto - Bellof - Herbert - Warwick - Alesi - Capelli - Palmer - Modena - Nakajima - Danner - Nannini - Suzuki - Larini - Bernard - Gugelmin

[Volta 2] Senna abre a segunda volta com Mansell logo atrás. Prost segue na cola de Piquet. De Angelis vem pra cima de Brundle. Boutsen pressiona Berger. Arnoux vem por fora na Molykote e sai emparelhado com Johansson. O francês tem a preferência por dentro na Carlos Pace e consegue a ultrapassagem. Bela manobra! Bellof sai do vácuo de Alboreto e vem por dentro na entrada da curva Sul, conseguindo a ultrapassagem. Nannini sai do vácuo de Danner e faz a ultrapassagem no mesmo ponto. Suzuki segura Larini.

Fim da 2ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Piquet - Prost - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Arnoux - Johansson - Bellof - Alboreto - Herbert - Warwick - Alesi - Capelli - Palmer - Modena - Nakajima - Nannini - Danner - Suzuki - Larini - Bernard - Gugelmin

[Volta 3] Senna não consegue abrir de Mansell. O britânico vai tendo excelente desempenho com os pneus mais duros da Goodyear. Prost ameaça vir por dentro na Molykote, mas recolhe, pois Piquet não deixa espaço. Berger segura Boutsen. Arnoux se aproxima dos dois. Larini vem por dentro na Molykote e passa Suzuki. Bellof sai do vácuo de Johansson e vem por dentro na curva Sul para fazer mais uma ultrapassagem. Alesi segue na cola de Warwick, com Capelli logo atrás. Nakajima vem pra cima de Modena.

Fim da 3ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Piquet - Prost - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Arnoux - Bellof - Johansson - Alboreto - Herbert - Warwick - Alesi - Capelli - Palmer - Modena - Nakajima - Nannini - Danner - Larini - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 4] Mansell segue perto de Senna, com a diferença mantendo-se na casa dos 0,7 segundos. Arnoux cola em Boutsen. Alboreto vem pra cima de Johansson. Capelli pressiona Alesi. Modena segura Nakajima.
[Volta 5] Piquet bloqueia a linha de dentro na Molykote e vai segurando Prost. De Angelis segue na cola de Brundle. Berger, Boutsen, Arnoux e Bellof vêm colados. Johansson segura Alboreto. Nakajima sai do vácuo de Modena e vem por dentro na curva Sul para fazer a ultrapassagem.

Fim da 5ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Piquet - Prost - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Arnoux - Bellof - Johansson - Alboreto - Herbert - Warwick - Alesi - Capelli - Palmer - Nakajima - Modena - Nannini - Danner - Larini - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 6] Boutsen segura Arnoux na Molykote. Alesi vem por dentro na Carlos Pace e dá o bote sobre Warwick. Nakajima cola em Palmer.

Fim da 6ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Piquet - Prost - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Arnoux - Bellof - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Warwick - Capelli - Palmer - Nakajima - Modena - Nannini - Danner - Larini - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 7] Nakajima vem por dentro na Molykote e deixa Palmer para trás. Prost sai do vácuo de Piquet e tira de lado na entrada da curva Sul para fazer a ultrapassagem por dentro. Bellof pressiona Arnoux. Larini cola em Danner.

Fim da 7ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Arnoux - Bellof - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Warwick - Capelli - Nakajima - Palmer - Modena - Nannini - Danner - Larini - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 8] Mansell segue perseguindo Senna de perto. Patrese vem 2,6 segundos atrás do britânico. De Angelis segue na cola de Brundle. Berger segura Boutsen. Capelli força por dentro na Molykote e passa Warwick. Bellof vem por dentro na curva Sul e deixa Arnoux para trás. Larini pressiona Danner. Warwick vem parando após a curva da Lagoa, com problemas mecânicos.

Fim da 8ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - Brundle - De Angelis - Berger - Boutsen - Bellof - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Modena - Nannini - Danner - Larini - Suzuki - Bernard - Gugelmin - Warwick(fora)

[Volta 9] Prost se aproxima de Patrese. Boutsen segue na cola de Berger, enquanto Bellof se junta aos dois. Arnoux também segue no bolo. Johansson vai segurando Alboreto. Brundle vem parando na reta da Junção, com problemas. Larini sai do vácuo de Danner e faz a ultrapassagem por dentro na curva sul.

Fim da 9ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Berger - Boutsen - Bellof - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Modena - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin - Brundle(fora)

[Volta 10] Berger segura Boutsen na Molykote. Bellof aproveita para atacar o companheiro, colocando por dentro e emparelhando na saída da curva. Na Carlos Pace, o alemão segura o carro por fora para fazer bela ultrapassagem!

Fim da 10ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Berger - Bellof - Boutsen - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Modena - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 11] Prost vem pra cima de Patrese. Bellof ataca Berger.
[Volta 12] Prost pressiona Patrese, valendo a terceira posição. Bellof sai do vácuo de Berger e vem por dentro na Molykote para tomar a sétima posição. Johansson segue segurando Alboreto. Capelli chega em Alesi.

Fim da 12ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Berger - Boutsen - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Modena - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 13] Boutsen pressiona Berger, trazendo Arnoux consigo.
[Volta 14] Prost vai pressionando Patrese. Capelli ataca Alesi.
[Volta 15] Berger vem lento após a Carlos Pace e vai parando. O Potere-Ferrari cede e é fim de prova para o austríaco. Modena tem problemas e vem lento até os boxes, abandonando a corrida.

Fim da 15ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin - Berger(fora) - Modena(fora)

[Volta 16] Patrese segue segurando Prost. Arnoux pressiona Boutsen.

Fim da 16ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Johansson - Alboreto - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 17] Alboreto mergulha por dentro na Molykote e consegue a ultrapassagem sobre Johansson.

Fim da 17ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin

[Volta 18] Com mais potência nas retas, Patrese vai mantendo Prost atrás de si.
[Volta 19] Gugelmin é o primeiro a entrar nos boxes para troca de pneus. As primeiras observações nos treinos livres mostraram que os pneus Pirelli duram menos que os Goodyear sob condições extremas como as de hoje.

Fim da 19ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Herbert - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin(1)

[Volta 20] Prost não dá sossego para Patrese e segue na cola do italiano. Alesi se aproxima de Herbert, trazendo Capelli consigo.
[Volta 21] Na ponta, Mansell não larga o osso e continua perseguindo Senna de perto. Herbert parece sentir o desgaste de seus pneus e perde ritmo drasticamente. Alesi força por dentro na Carlos Pace e faz a ultrapassagem. Na entrada da curva Sul, Capelli vem por dentro e também passa.

Fim da 21ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Herbert - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Danner - Suzuki - Bernard - Gugelmin(1)

[Volta 22] Prost segue perserguindo Prost.
[Volta 23] Herbert tem problemas e vem parando, sendo mais um a abandonar a prova. Suzuki vem pra cima de Danner e faz a ultrapassagem por dentro na curva Sul.

Fim da 23ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Suzuki - Danner - Bernard - Herbert(fora) - Gugelmin(1)

[Volta 24] Bernard vem por dentro na Molykote e passa Danner. Piquet vem para os boxes para troca de pneus. A Biscazzi faz a troca em 8,1 segundos e devolve o brasileiro para a pista.

Fim da 24ª Volta: Senna - Mansell - Patrese - Prost - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Piquet - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Nannini - Larini - Suzuki - Bernard - Danner - Gugelmin(1) - Herbert(fora)

[Volta 25] Senna e Mansell nos boxes. A Fittipaldi trabalha mais rápido que a Savoia de devolve o britânico na frente do brasileiro: 6,6 contra 8,6 na troca de pneus. Patrese já chega para sua parada logo após o companheiro deixar o box da Savoia. A troca de pneus do italiano é feita em 8,3 segundos. Nannini também faz sua parada.

Fim da 25ª Volta: Prost - Mansell - Senna - De Angelis - Bellof - Patrese - Boutsen - Arnoux - Piquet - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Larini - Suzuki - Bernard - Danner - Nannini - Gugelmin(1)

[Volta 26] Prost assume a ponta. Resta saber agora que tipos de compostos colocaram Mansell e Senna. Será que tentarão ir até o final? Ou estão buscando uma estratégia de duas paradas? E quanto a Patrese e Piquet?
[Volta 27] Prost lidera com 14,6 segundos de vantagem sobre Mansell. Senna vem 1,4 segundo atrás do britânico. Piquet se aproxima de Arnoux. O motor Ford-Cosworth de Larini abre o bico e o italiano vem parando na reta da Junção. Uma pena, pois fazia boa prova com a novata Onyx.

Fim da 27ª Volta: Prost - Mansell - Senna - De Angelis - Bellof - Patrese - Boutsen - Arnoux - Piquet - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Suzuki - Bernard - Danner - Nannini - Larini(fora) - Gugelmin(1)

[Volta 28] Patrese vem pra cima de Bellof. Piquet cola em Arnoux e pressiona.

Fim da 28ª Volta: Prost - Mansell - Senna - De Angelis - Bellof - Patrese - Boutsen - Arnoux - Piquet - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Suzuki - Bernard - Danner - Nannini(1) - Gugelmin(1) - Larini(fora)

[Volta 29] Piquet vem por dentro na Molykote e dá o bote sobre Arnoux. Patrese pressiona Bellof. O italiano usa a potência do motor Honda para tirar de lado na reta da Junção e fazer a ultrapassagem por dentro na curva Sul. O pneu traseiro esquerdo de Danner estoura no Girão e o piloto perde o controle do carro, rodando e indo parar na área de escape. Sem ter como voltar, o alemão é obrigado a abandonar a prova.

Fim da 29ª Volta: Prost - Mansell - Senna - De Angelis - Patrese - Bellof - Boutsen - Piquet - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima - Palmer - Suzuki - Bernard - Danner(fora) - Nannini(1) - Gugelmin(1)

[Volta 30] Piquet vem pra cima de Boutsen, que vai segurando o brasileiro. Bellof e Arnoux vêm para os boxes. A Williams faz a troca em espetaculares 6,0 segundos cravados e devolve o alemão para a pista. A parada da Rocca não é tão boa: 9,6 segundos. Capelli e Suzuki também fazem suas trocas. Os pilotos que estão parando agora certamente estão em uma estratégia de única parada.

Fim da 30ª Volta: Prost - Mansell - Senna - De Angelis - Patrese - Boutsen - Piquet - Alboreto - Johansson - Alesi - Bellof - Nakajima - Palmer - Arnoux - Bernard - Capelli - Nannini(1) - Suzuki(1) - Gugelmin(1) - Danner(fora)

[Volta 31] Piquet tira de lado na entrada a Molykote e vem por dentro para fazer a ultrapassagem sobre Boutsen. Bellof sai dos boxes dividindo a primeira curva com Nakajima, mas ainda consegue ficar à frente. É a vez de o líder Prost fazer sua parada. A Fittipaldi faz a troca em 7,4 segundos e devolve o francês em terceiro. De Angelis também faz sua parada, trocando pneus em 8,2 segundos. Alboreto, Johansson, Alesi e Bernard também fazem suas trocas nesta volta.

Fim da 31ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - Boutsen - De Angelis - Bellof - Nakajima - Palmer - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nannini - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 32] Mansell é o novo líder, com Senna 1,6 segundo atrás. Prost vem 12,2 atrás do brasileiro, na terceira posição.
[Volta 33] Nakajima vem soltando fumaça na reta dos boxes e vai parando. Arnoux vem pra cima de Palmer. O britânico parece enfrentar dificuldades com os pneus e o francês aproveita para dar o bote na curva da Lagoa. Boutsen vem para os boxes. O belga faz sua troca de pneus em 6,3 segundos e volta à pista.

Fim da 33ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Palmer - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nakajima(fora) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 34] A vantagem de Mansell sobre Senna está em 1,7 segundo. O brasileiro tenta não perder o britânico de vista.

Fim da 34ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Palmer - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1) - Nakajima(fora)

[Volta 35] Alboreto vem pra cima de Palmer. Assim como seu companheiro, o italiano consegue a ultrapassagem na curva da Lagoa. Johansson já chega no britânico.

Fim da 35ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Palmer - Johansson - Alesi - Capelli - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 36] Johansson vem por fora na Carlos Pace e passa Palmer.

Fim da 36ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Palmer - Alesi - Capelli - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 37] Bellof vem próximo de De Angelis e tenta colar no italiano para tentar a ultrapassagem.
[Volta 38] A diferença entre Mansell e Senna aumenta lentamente. Está agora em 1,9 segundo.
[Volta 39] Mansell livra-se de mais um retardatário e segue firme na ponta.

Fim da 39ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Palmer - Alesi - Capelli(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 40] Único que não parou, Palmer vem sofrendo com o desgaste dos pneus e vê Alesi lhe passar na Nonato.

Fim da 40ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Palmer - Capelli(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 41] Mansell segue firme na ponta. 2,1 é a vantagem do britânico sobre Senna, que por sua vez abre 15,8 em relação a Prost.

Fim da 41ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Boutsen - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Palmer(1) - Capelli(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 42] O motor Judd abre o bico e Boutsen vem parando na reta principal. Capelli passa Palmer na Carlos Pace.

Fim da 42ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Boutsen(fora) - Alesi(1) - Capelli(1) - Palmer(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 43] Palmer tem problemas mecânicos e encosta após o Girão para abandonar a prova.

Fim da 43ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi(1) - Capelli(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1) - Boutsen(fora) - Palmer(fora)

[Volta 44] Mansell segue na ponta com 2,3 segundos de vantagem sobre Senna. Bellof vem na cola de De Angelis.

Fim da 44ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi(1) - Capelli(1) - Nannini(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 45] Prost vem 17,4 segundos atrás de Senna. A esperança do francês é os dois primeiros terem que parar mais uma vez.
[Volta 46] Nannini vem lento e recolhe para os boxes, abandonando a prova.

Fim da 46ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1) - Nannini(fora)

[Volta 47] Bellof vem perseguindo De Angelis, mas não consegue atacar de fato.

Fim da 47ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 48] Mansell segue abrindo caminho na frente.

Fim da 48ª Volta: Mansell - Senna - Prost - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson(1) - Alesi(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 49] Mansell nos boxes para sua segunda parada. A Fittipaldi faz a troca em 7,1 segundos e devolve o britânico para a pista.

Fim da 49ª Volta: Senna - Prost - Mansell - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson(1) - Alesi(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 50] Mansell volta 3,7 segundos atrás de Prost. Agora é a vez de Senna ir aos boxes para sua segunda parada. A Savoia faz o trabalho em 9,4 segundos.

Fim da 50ª Volta: Prost - Mansell - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 51] Senna volta 5,7 segundos atrás de Mansell, na terceira posição.

Fim da 51ª Volta: Prost - Mansell - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Alesi(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 52] Mansell volta muito rápido depois da parada e vem voando para cima de Prost. A diferença está em 1,9 segundo.
[Volta 53] Mansell cola em Prost e vem forte para brigar pela vitória. Alesi erra na saída da curva Sul e roda na entrada do Girão, escapando da pista e indo parar na barreira de proteção. O jovem francês abandona sua corrida de estréia.

Fim da 53ª Volta: Prost - Mansell - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1) - Alesi(fora)

[Volta 54] Mansell balança de um lado para o outro atrás de Prost. Os torcedores da Fittipaldi ficam aflitos. Na reta da Junção, Prost dá o lado de fora para Mansell e o britânico chega em vantagem na curva Sul. O piloto do carro 2 tem a preferência por dentro na curva seguinte e toma a ponta!

Fim da 54ª Volta: Mansell - Prost - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(1)

[Volta 55] Mansell passa e abre. Que corrida faz o britânico, logo em sua estréia pela Fittipaldi! Senna, 8,3 segundos atrás de Prost, não consegue se aproximar e vai se contentando com a terceira posição.
[Volta 56] Mansell abre caminho na frente. A Fittipaldi vai iniciando o ano muito bem, surprendendo a todos que esperavam um domínio da Savoia nesta corrida.

Fim da 56ª Volta: Mansell - Prost - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(2)

[Volta 57] Piquet, que havia largado em terceiro, é outro que decepciona e vai ficando apenas com a quinta posição, atrás dos Savoia.
[Volta 58] Mansell já abre 3,2 segundos sobre Prost.

Fim da 58ª Volta: Mansell - Prost - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto - Johansson(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(2)

[Volta 59] Bellof não sai de perto de De Angelis, mas o italiano não permite aproximação suficiente para o ataque do alemão.
[Volta 60] As estratégias de suas paradas se sobressaíram sobre as de parada única, como é possível comparar nos casos de Mansell x Prost e Senna x Patrese.
[Volta 61] Mansell ainda tem tempo de dar uma volta sobre Alboreto antes de cruza a linha de chegada e receber a bandeirada para vencer o GP do Brasil! Vibra muito o britânico e faz festa a equipe Fittipaldi! Prost chega em segundo para completar a festa brasileira! Senna completa o pódium. Patrese, Piquet e De Angelis fecham a zona de pontuação.

Fim da Corrida: Mansell - Prost - Senna - Patrese - Piquet - De Angelis - Bellof - Arnoux - Alboreto(1) - Johansson(1) - Capelli(1) - Suzuki(1) - Bernard(1) - Gugelmin(2)

Classificação - Final:

Nigel MANSELL (Fittipaldi/Judd/Goodyear) 1h30'22"206
Alain PROST (Fittipaldi/Judd/Goodyear) +7"052
Ayrton SENNA (Savoia/Honda/Goodyear) +15"000
Riccardo PATRESE (Savoia/Honda/Goodyear) +23"220
Nelson PIQUET (Biscazzi/Renault/Goodyear) +35"192
Elio DE ANGELIS (Potere/Ferrari/Goodyear) +1'14"383
Stefan BELLOF (Williams/Judd/Goodyear) +1'15"174
René ARNOUX (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) +1'25"857
Michele ALBORETO (Rocca/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
10º Stefan JOHANSSON (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
11º Ivan CAPELLI (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
12º Aguri SUZUKI (Vector/Ford-Cosworth/Goodyear) +1 volta
13º Eric BERNARD (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) +1 volta
14º Maurício GUGELMIN (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli) +2 voltas

AB Jean ALESI (Project Four/Judd/Goodyear) 51 voltas
AB Alessandro NANNINI (Collepin/Ford-Cosworth/Pirelli) 44 voltas
AB Thierry BOUTSEN (Williams/Judd/Goodyear) 41 voltas
AB Jonathan PALMER (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 41 voltas
AB Satoru NAKAJIMA (Nürburg/Ford-Cosworth/Goodyear) 32 voltas
AB Christian DANNER (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 28 voltas
AB Nicola LARINI (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli) 26 voltas
AB Johnny HERBERT (Tyrant/Yamaha/Goodyear) 22 voltas
AB Gerhard BERGER (Potere/Ferrari/Goodyear) 14 voltas
AB Stefano MODENA (Minardi/Ford-Cosworth/Goodyear) 14 voltas
AB Martin BRUNDLE (Biscazzi/Renault/Goodyear) 8 voltas
AB Derek WARWICK (Project Four/Judd/Goodyear) 7 voltas

NQ Bertrand GACHOT (Larrousse/Lamborghini/Pirelli)
NQ JJ LEHTO (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli)
NQ Martin DONNELLY (Onyx/Ford-Cosworth/Pirelli)
NQ Gabriele TARQUINI (Larrousse/Lamborghini/Pirelli)
NPQ Pierluigi MARTINI (Eurobrun/Ford-Cosworth/Pirelli)
NPQ Alex CAFFI (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli)
NPQ Yannick DALMAS (AGS/Ford-Cosworth/Pirelli)
NPQ Emanuele PIRRO (Coloni/Ford-Cosworth/Pirelli)

Quebras/Acidentes:

Warwick =($0)= cardã

Brundle =($0)= bomba de combustível

Modena =($0)= suspensão

Berger =($0)= câmbio

Herbert =($0)= câmbio

Larini =($0)= motor

Danner =($0)= pneu

Nakajima =($0)= motor

Boutsen =($0)= motor

Palmer =($0)= transmissão

Nannini =($0)= embreagem

Alesi =($200)= acidente


Última edição por Saimon em 16/8/2018, 23:12, editado 1 vez(es)
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2414
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Classificação do Campeonato após a Corrida

Mensagem  Saimon em 16/8/2018, 23:01

Mundial de Pilotos:

Nigel MANSELL = 9 pts.
Alain PROST = 6 pts.
Ayrton SENNA = 4 pts.
Riccardo PATRESE = 3 pts.
Nelson PIQUET = 2 pts.
Elio DE ANGELIS = 1 pt.
Stefan BELLOF = 0 pts.
René ARNOUX = 0 pts.
Michele ALBORETO = 0 pts.
10º Stefan JOHANSSON = 0 pts.
11º Ivan CAPELLI = 0 pts.
12º Aguri SUZUKI = 0 pts.
13º Eric BERNARD = 0 pts.
14º Maurício GUGELMIN = 0 pts.

Mundial de Construtores:

FITTIPALDI-Judd = 15 pts.
SAVOIA-Honda = 7 pts.
BISCAZZI-Renault = 2 pts.
POTERE-Ferrari = 1 pt.
WILLIAMS-Judd = 0 pts.
ROCCA-Ford Cosworth = 0 pts.
VECTOR-Ford Cosworth = 0 pts.
MINARDI-Ford Cosworth = 0 pts.
COLLEPIN-Ford Cosworth = 0 pts.
10º COLONI-Ford Cosworth = 0 pts.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2414
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 33
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1989 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Mensagem  Rodrigo Rocca em 24/8/2018, 01:57

#EstatisticasGPM_BRA89

- Estreias:
em corrida: Coloni, Onyx, Herbert, Alesi e Bernard. 193 pilotos e 143 equipes participaram de algum GP na história da categoria.
em fim de semana de GP: Eurobrun, Gachot, Letho, Donnelly. 201 pilotos e 176 equipes participaram de fins de semana de GP, sendo que 8 pilotos e 33 equipes nunca conseguiram largar

- Melhor grid na história: Brundle (6º) e Suzuki (21º)
- Melhor corrida na história: Suzuki (12º)
- Piquet: segundo maior pontuador da história, 542 pontos (empatado com Emerson Fittipaldi) e a 67 do maior pontuador (Lauda)
- Mansell: entra no top-25 de maiores pontuadores (121), 5 atrás do 24º (Arnoux)
- Johansson: 10º lugar pela décima-primeira vez, recorde junto com Pryce

avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 312
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 66
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1989 - 1ª Corrida - GP do Brasil

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum