1987 - Sala de Imprensa

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Daniel King em 6/9/2017, 08:30

Em nota, King agradeceu toda a equipe, por tornar realidade os Troféus Jim Clark e Colin Chapman. King rebateu ainda os comentários de De Angelis, dizendo que paga seu salário astronômico para os padrões da equipe não para ele reaver sua "reputação dos tempos da Williams", mas para servir aos propósitos da equipe e cumprir as metas estipuladas.
avatar
Daniel King

Mensagens : 338
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 97
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Espanha

Mensagem  Saimon em 20/9/2017, 23:51

- Prost estava com cara de "não entendi como cheguei aqui" na coletiva de imprensa. O francês fez um mal início, sendo ultrapassado por três carros, mas venceu após ser beneficiado pelas quebras e problemas de quatro adversários que estavam à sua frente. Em um ano de mais baixos do que altos e mais azar do que sorte, a boa ventura desta vez pairou sobre o gaulês, que agora aparece a apenas 6 pontos de Piquet e Senna no campeonato. Será a oportunidade para o francês voltar a brilhar e levar mais um título?
- Boutsen classificou o segundo lugar como um bom resultado, mas lamentou o furo em um dos pneus que segundo ele lhe custou a vitória. Não fosse o tempo perdido se arrastando na pista com o pneu furado, teria voltado da troca à frente de Prost e teria vencido a corrida;
- Bellof fez uma corrida discreta e assim como Prost, foi apenas assistindo os adversários quebrarem para ir escalando posições. A Williams firma-se como a quarta força da temporada e nas últimas corridas vem se aproximando da Biscazzi no campeonato de construtores;
- De Angelis estava frustrado. Depois de perder duas posições e um lugar na zona de pontuação na parte final da prova, o italiano voltou a criticar os motores aspirados, com os quais, segundo o piloto, "é impossível defender uma posição". A Tyrant sofre nesta temporada e, apesar de ter construído um chassi muito bom, a deficiência do motor impediu a equipe de marcar pontos até aqui;
- Piquet lamentou a falta de sorte com mais um problema eletrônico "ridículo" no motor Honda da Savoia. Com a vitória nas mãos, o brasileiro perde a chance de abrir em relação a Senna no campeonato, permanecendo empatado em pontos. O campeonato segue aberto e agora ainda tem Prost na briga;
- Mansell estava bastante frustrado com o problema que começou a afetar o carro quando brigava com Piquet pela ponta. "Era corrida para vencer", disse o britânico. "Tínhamos um carro muito bom hoje e foi uma pena a quebra da homocinética. Já no começo da prova a roda dianteira esquerda começou a vibrar estranhamente. Depois o problema foi se agravando e tive que abandonar", lamentou. O inglês vem tendo boas apresentações nesta reta final da temporada, incluindo a vitória na corrida anterior;
- Senna é outro que lamentou bastante a quebra do seu Biscazzi-Honda. O brasileiro não conseguiu apresentar o desempenho esperado nem nos treinos nem na corrida, mas ao menos vinha marcando pontos quando o câmbio travou. Menos mal para o campeão de 85 que Piquet também teve problemas, mantendo o campeonato ainda empatado.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 21/9/2017, 10:01

Lee James cobra reação de Fabi: "não adianta vencer e desaparecer no grid"

Ao final do GP da Espanha, Lee James realizou entrevista coletiva e parabenizou Thierry Boutsen pelo resultado conquistado, comentando que "apesar do segundo lugar, fica uma sensação ruim porque sabemos que o pneu furado nos custou a vitória, mas Thierry mostrou grande talento não só ao trazer o carro de volta aos boxes para prosseguir a corrida, como também para não perder muitas posições no grid".

James comentou também que considera "virtualmente impossível" conquistar o título de construtores, tendo que marcar 40 pontos a mais que a Savoia nas últimas corridas e disse que o foco é na manutenção do segundo lugar e conquistar o quarto vice consecutivo. Questionado se a situação era incômoda, o britânico minimizou a situação e atribuiu o mérito a Ferrari e Savoia: "fizemos um bom trabalho, mas os campeões fizeram por merecer as conquistas".

Vencedor do GP da Itália, Teo Fabi foi cobrado pelo chefe da equipe brasileira. "Não adianta vencer e desaparecer no grid nas corridas seguintes. Não há como ficar contente após o piloto garantir seu lugar até a terceira fila em quase todas as corridas e de repente começar a largar atrás e não recuperar isso na pista. Teo precisa voltar à realidade e manter o alto nível para não comprometer a equipe no mundial de construtores e até mesmo se quiser permanecer na equipe para o ano que vem", declarou o inglês.
avatar
Lee James

Mensagens : 284
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Daniel King em 22/9/2017, 08:33

Em nota, King anunciou a despensa do italiano Elio de Angelis, agradecendo todo o trabalho que fora feito na temporada. Na mesma nota, King, desejou sorte ao piloto, que terá chance de salvar seu ano, correndo pela Fittipaldi.
avatar
Daniel King

Mensagens : 338
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 97
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 22/9/2017, 10:23

Vencedor do GP da Itália, Teo Fabi é dispensado da Fittipaldi; Elio de Angelis, da Tyrant, é o substituto

Dois dias após ser criticado publicamente pelo chefe da Fittipaldi, Teo Fabi teve seu contrato rescindido pela equipe brasileira. Poucas horas depois, Elio de Angelis foi anunciado como o substituto de seu compatriota. Piloto da Tyrant nas etapas anteriores, De Angelis foi dispensado da equipe britânica pouco após mais uma crítica aos motores aspirados utilizados pela equipe. Lee James, manager da equipe, comentou a situação:

"Primeiramente, gostaria de agradecer a Teo Fabi pelo período que esteve conosco, superando inclusive as nossas expectativas, andando de igual para igual com grandes pilotos sem sofrer com a adaptação ao nosso projeto. Entendo que ele possa guardar alguma mágoa por essa situação repentina e incomum, sobretudo após inclusive ter vencido uma corrida, mas diante dos últimos finais de semana e sabendo da surpreendente disponibilidade da contratação de Elio de Angelis, foi tomada esta decisão pensando também na próxima temporada.

Elio é um piloto que inclusive foi considerado para ocupar o carro de número 7 após a rejeição de Nigel Mansell e outros pilotos vitoriosos terem assinado contrato com novas equipes e acredito que as camisetas de Teo na loja da Tyrant sejam símbolo de uma conversa avançada entre Tyrant e Vector caso a vinda de De Angelis tivesse se concretizado, mas o alto custo de se adquirir e manter o contrato firmado quando o piloto ainda estava na Savoia emperrou a negociação e decidimos que Fabi era a melhor escolha naquele momento. Acredito que no panorama atual e com os custos envolvidos, a vinda de Elio seja mais viável e esperamos que ele desconte a frustração dos motores aspirados com grandes corridas com o motor mais potente da categoria.

Atualmente estamos considerando quatro principais candidatos a uma vaga na Fittipaldi ano que vem, sendo em ordem alfabética: Arnoux, De Angelis, Patrese e Piquet. Arnoux possui um estilo mais agressivo de pilotagem que contrastaria com o de Boutsen e vem fazendo um grande trabalho pela Rocca; De Angelis, que sempre se mostrou confiável e inclusive já superou Alain Prost na Savoia em 1985 e que também teremos a oportunidade de ver como se sairá na equipe; Patrese, que inclusive já conquistou uma vitória conosco antes de ir para a Project Four e Piquet, que dispensa comentários. Acredito que Nelson seja o preferido da torcida brasileira, mas sua contratação esbarra no acidente com Emerson quando ambos disputavam o título. Embora Fittipaldi tenha vetado a possibilidade da contratação de Piquet no passado, entendo que ele verá que esta possibilidade seria justamente para ajudar Emerson a ser campeão como dono da equipe e que quaisquer rancores ou desentendimentos ficarão somente para o período em que eram concorrentes, o que, atualmente, não aconteceria."

Caso Elio de Angelis conquiste uma vitória pela Fittipaldi nas últimas corridas do ano, será a primeira vez desde 1983 que uma equipe conseguirá colocar três pilotos diferentes na posição mais alta do pódio. Naquele ano, a Ferrari venceu com Niki Lauda, James Hunt e Keke Rosberg.
avatar
Lee James

Mensagens : 284
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fittipaldi dispensa Fabi e contrata De Angelis

Mensagem  Saimon em 24/9/2017, 08:43

Equipe surpreende ao trocar de pilotos, mesmo com desempenho satisfatório de Fabi
O Globo

A Fittipaldi anunciou nesta tarde a dispensa de Teo Fabi e a contratação de Elio de Angelis, que estava na Tyrant, para as três corridas finais da temporada. A notícia pegou todos de surpresa, já que Fabi vinha tendo um desempenho razoável na equipe, incluindo uma vitória no GP da Itália, mas pelo visto não o suficiente para Lee James e os irmãos Fittipaldi. O time brasileiro contratou o experiente Elio de Angelis para a vaga, o qual acertou sua saída da Tyrant. O italiano sofria com o fraco desempenho dos motores aspirados da equipe inglesa e a vinda para a Fittipaldi representa uma retomada em sua carreira.
Teo Fabi deu entrevistas logo após o anúncio e disse ter sido pego de surpresa pela notícia também, não entendendo os motivos dos dirigentes da equipe paulista. O italiano entende que deu o máximo de si pela equipe e que conseguiu resultados bastante expressivo e satisfatórios, ajudando o time a figurar na segunda posição no campeonato de construtores. Fabi estava visivelmente chateado e sentindo-se traído. De Angelis também foi procurado e disse lamentar por seu amigo Teo, mas disse estar contente em poder pilotar um carro de ponta novamente, depois da frustrante dispensa da Savoia.
Com a saída de De Angelis, abriu uma vaga na Tyrant que será ocupada por Fabi até o fim da temporada, dando tempo para o piloto definir a continuidade de sua carreira.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Moreno se encontra com dono de equipe da Indy

Mensagem  Saimon em 24/9/2017, 10:52

Piloto brasileiro esteve nos EUA para negociar ida à categoria americana
O Globo

A F1 está no México para mais uma etapa do campeonato, porém antes de desembarcar em terras mexicanas, o piloto brasileiro Roberto Moreno esteve nos Estados Unidos para negociar uma possível ida para a Formula Indy, categoria americana de monopostos. Pupo Moreno esteve na sede da equipe Patrick conversando diretamente com o dono Pat Patrick, que mostrou-se interessado nos serviços do brasileiro. Sem ter marcado nenhum ponto na F1 em seis temporadas, apesar de ter mostrado seu talento em algumas oportunidades, Moreno parece realmente disposto a migrar para os EUA.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fabi pode estar a caminho da Indy

Mensagem  Saimon em 24/9/2017, 10:53

Demitido da Fittipaldi e insatisfeito na F1, Fabi atrai equipes da categoria americana
The Daily Telegraph

Teo Fabi, recentemente demitido da equipe Fittipaldi, está na Cidade do México com a equipe Tyrant para a disputa do GP do México. Insatisfeito com a demissão e com sua situação na F1, o italiano pode considerar sua saída da categoria. E alguns dirigentes da Indy já vislumbram a possibilidade de contar com o talento do piloto em suas equipes. Fabi recebeu ligações de Jim Trueman, chefe da equipe Truesports, e de Derrick Walker, dirigente da equipe Porsche. Ambas as equipes estão a procura de pilotos para a próxima temporada e o italiano pode ser uma grande opção. Fabi confirmou que está sim negociando com equipes da Indy, as quais reconhecem seu talento, ao contrário da equipe Fittipaldi. Após o GP do México de F1, o italiano deve viajar para os EUA para negociar.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 25/9/2017, 13:23

Procurado para comentar sobre as declarações de Teo Fabi após sua dispensa da Fittipaldi, Lee James disse que o piloto teve sim resultados expressivos e "acima do que a direção da equipe esperava", mas que o relaxamento do piloto após a vitória com dois finais de semana apagados e a posterior disponibilidade da contratação de Elio de Angelis pesaram para esta demissão repentina. James ainda comentou que "se fosse para ele vencer e depois sumir no meio do grid, preferia que Boutsen tivesse vencido para Fabi ter mantido seu nível em Portugal e na Espanha".

Sobre a ida do italiano para a Indy, James ironizou e declarou que a ida de Teo para a categoria americana só irá corroborar a decisão da equipe em encerrar seu contrato, já que Fabi estaria comprovando que, de fato, se tornou desinteressado e relaxado após vencer em Monza. O britânico finalizou dizendo que "se Fabi realmente confia no seu talento, deveria voltar a ter foco e corresponder nas pistas, uma vez que equipes da metade da frente do grid terão vagas em aberto e certamente gostariam de contar com um piloto vencedor, mas se ele realmente quer carimbar que seu objetivo era vencer uma única vez e abandonar a Fórmula 1, então é melhor que ele mude de ares."
avatar
Lee James

Mensagens : 284
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Giovane Biscazzi em 6/10/2017, 11:52

Biscazzi apresenta pintura especial para o GP que pode ser histórico
No final de semana que pode consagrar Ayrton Senna como campeão da temporada de 1987, a Biscazzi utilizará uma pintura especial para homenagear seus laços com o povo japonês. Com o carro todo branco, os dizeres "Sim, nós podemos!" e "A nicotina vai matar você!" em vermelho e um cículo em vermelho na frente do carro, a equipe de Verona desembarcou em Suzuka para a disputa do Grande Prêmio do Japão de Formula 1. As primeiras notícias são de que miniaturas dos carros com a nova pintura estão sendo vendidas em todo o Japão. Vale lembrar que além de uma longa parceria com a Honda, a Biscazzi conta com o piloto japonês Satoru Nakajima, sem falar de Ayrton Senna, ídolo brasileiro que também vai conquistando todo o Japão.
Espera-se ainda que os japoneses lotem as arquibancadas de Suzuka para torcerem pela equipe que há um bom tempo mudou seu foco da África do Sul para o Japão.
avatar
Giovane Biscazzi

Mensagens : 283
Data de inscrição : 14/01/2013
Idade : 37
Localização : Hortolândia/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - México

Mensagem  Saimon em 6/10/2017, 18:51

- Prost voltou a sorrir. Depois de uma temporada morna e sem grandes atuações, o francês volta a andar bem, deixando Piquet e Senna para trás e assumindo a liderança para não perder mais. Contando ainda com a quebra de Piquet e a perda do segundo lugar de Senna para De Angelis, Prost agora figura na segunda posição no campeoanto de pilotos, apenas um ponto atrás de Senna. Um cenário inimaginável há algumas corridas atrás. O gaulês comentou das várias dificuldades que vem enfrentando com o carro deste ano, especialmente com os pneus, mas disse que finalmente as coisas estão se acertando, podendo voltar a ter boas performances. É claro que o piloto da Savoia atribui sua situação no campeonato a um pouco de sorte, mas também a muita persistência e autoconfiança para voltar ao topo. O campeonato agora está totalmente aberto;
- De Angelis fez uma corrida sólida e, contando também com o bom trabalho de box da Fittipaldi, chegou em segundo em sua corrida de estréia pelo time. O italiano agradeceu a confiança dada por Lee James, que tomou a controversa decisão de sacar Fabi para colocá-lo no #7, elogiando também o carro e todo o trabalho da equipe. De Angelis também ressaltou sua performance para todos que duvidavam da sua capacidade após a saída da Savoia. É a volta por cima da carreira do italiano;
- Não foi o resultado que Senna, largando na pole, esperava, mas foi suficiente para assumir a liderança isolada do campeonato. O brasileiro comentou que Prost estava muito rápido no início da prova e não teve como segurá-lo, mas lamentou a posição perdida para De Angelis nas paradas de box, cobrando a Biscazzi por uma melhora no trabalho dos mecânicos. "Em uma disputa de título, não podemos perder posições por sermos mais lentos que os adversários na troca de pneus", declarou. Mesmo assim, em linhas gerais disse estar feliz em voltar a liderar o campeonato e está confiante de que poderá manter a ponta nas duas últimas corridas para se sagrar campeão;
- Piquet, com cara fechada e sem querer se alongar muito na entrevista, disse não entender porque a grande maioria dos problemas de confiabilidade do carro da Savoia acontence com ele. "Algo está errado, meu carro não poderia estar quebrando tantas vezes mais que o do Prost", declarou. O brasileiro obviamente ainda não jogou a toalha, visto que está apenas quatro pontos atrás do líder do campeonato, mas disparou contra o companheiro de equipe, dizendo que "ele está fazendo um campeonato de merda e se vencer será por pura sorte". Prost deu de ombros para a declaração, como quem dissesse "azar o seu".
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Japão

Mensagem  Saimon em 2/11/2017, 10:27

- Que história vai se escrevendo nesta temporada 1987! Prost começou o ano apagado, mas virou o jogo com três vitórias seguidas e agora lidera o campeonato! Nem o próprio francês previa tal reação, embora nunca tenha deixado de acreditar: "Cheguei a ter 23 pontos de desvantagem em relação ao líder e pensava que era muito difícil recuperar. Mas de alguma forma segui acreditando em mim mesmo. Não venci o campeonato passado à toa. Sei do que sou capaz e foi preciso apenas alguns ajustes para encaixar estas três vitórias e chegar ao topo. Agora vamos para a Austrália mantendo a mesma motivação para brigar pelo título";
- Senna parabenizou Prost pelo excelente ritmo de corrida e pela ótima fase que vive, mas ressaltou que não há nada perdido e que há ainda mais uma corrida. O brasileiro tem agora dois pontos de desvantagem em relação a Prost, mas continua dependendo apenas de si mesmo para ser campeão. Além disso, a decisão vai ser justamente no circuito de rua de Adelaide, tipo de pista onde Senna conseguiu suas duas vitórias na temporada;
- Boutsen chegou perto de Senna, mas na soma dos tempos seria difícil tirar o segundo lugar do brasileiro. Matematicamente fora da disputa pelo título, o belga agora se concentra em manter a segunda posição da Fittipaldi no campeonato de construtores;
- Após a batida na sétima volta do GP do Japão, Piquet sofreu fratura na perna esquerda e está fora do GP da Austrália. O campeonato, o qual chegou a liderar, defitivamente escorrega de suas mãos. Mesmo que pudesse voltar na última corrida, o brasileiro já estaria sem chance de título. O sonho do tri fica portanto adiado e nem se sabe ainda qual equipe o bicampeão irá defender no ano que vem. Ou até mesmo se irá defender alguma equipe, pois já circulam comentários de que o brasileiro penduraria o capacete após o acidente sofrido em Suzuka.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 16/11/2017, 22:03

Rocca festeja quinto lugar pelo segundo ano consecutivo
Claudio Carsughi - Rádio Jovem Pan

Em meio a decisão do título, a decisão do quinto lugar no mundial de construtores mobilizou a equipe Rocca. E Rodrigo Rocca festejou bastante o quinto lugar de René Arnoux, que realizou várias ultrapassagens para fazer a Rocca se manter um ponto a frente a Potere, ficando no top-5 pelo segundo ano consecutivo. De quebra, a equipe atingiu pela primeira vez a casa dos 20 pontos, seu recorde na Fórmula 1.

Rocca comentou após a corrida: "Arnoux e Alboreto fizeram uma grande corrida, fazendo ultrapassagens e atuando de forma bastante aguerrida. Uma pena a quebra de Alboreto, mas foi ótimo que o imenso azar de Arnoux chegou ao fim. Fez mais uma corrida maravilhosa e conquistou esse extraordinário quinto lugar; pelo terceiro ano consecutivo ele dá o show em Adelaide e nos coloca numa posição que definitivamente não era esperada no começo da temporada. Ser quinto por dois anos consecutivos, a frente de outras equipes médias e até algumas grandes com ótima estrutura e expertise nos deixam profundamente satisfeitos com nosso trabalho na Fórmula 1."

Fazendo um rápido balanço, Rocca encerrou a entrevista: "20 pontos, 8 pontuações em 7 corridas diferentes, 1 pódio, foi uma temporada perfeita para nós. Uma pena ainda termos uma quantidade de quebras acima do que esperávamos, mas estamos ainda mais otimistas quanto ao carro de 1988 e esperamos que os azares que tivemos em 1987 não se repitam. Hoje temos 67 pontos, quem sabe em 1988 não chegamos próximos dos 100. Temos que sonhar!"

Sobre o staff para 1988, Rocca apenas disse que fará de tudo para manter René Arnoux e Rory Byrne na equipe. "Não temos plano B, eles são o plano A, B, C, D e Z", disse Rocca.
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 290
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 66
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Reinhold_Klotz em 17/11/2017, 09:05

"Temporada abaixo do esperado", declara chefe da Nürburg



Ao final da melhor temporada da história da Nürburg, Reinhold Klotz, chefe da equipe alemã, não estava com cara de muitos amigos. "Fizemos uma temporada abaixo do esperado. Tínhamos equipamentos para não só ficar em 7º nos construtores, mas também para ficar ainda mais próximo do sexto lugar. Com absoluta certeza, o oitavo lugar não reflete as nossas expectativas e o quanto poderíamos conseguir", declarou o alemão.

Sobre os planos para 1988, Klotz não mostrou otimismo. "Soubemos que a Megatron irá fornecer motores para apenas uma equipe e a Rocca (equipe que também teve o fornecimento da companhia) terminou a nossa frente, então já estamos avaliando como nosso projeto irá se adequar com outros motores turbo ou mesmo com motores aspirados, que não são nossa prioridade. Além disso, pode ser que nosso novo chassi esteja um degrau abaixo do que foi o modelo deste ano, o que pode nos estagnar", disse o manager.

Quanto à dupla de pilotos, Klotz elogiou bastante Warwick e desejou que o piloto tenha vontade em continuar no último ano de seu contrato, comentando que "Warwick é o fator principal para o que já conseguimos na categoria" e disse que Christian Danner evoluiu bastante desde a temporada de 1985 em que também havia feito parte da Nürburg, mas não garantiu a renovação do alemão, dizendo que "todas as possibilidades seriam avaliadas e, caso Teo Fabi decida por permanecer na Fórmula 1, seria a contratação ideal".
avatar
Reinhold_Klotz

Mensagens : 40
Data de inscrição : 23/02/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Austrália

Mensagem  Saimon em 20/11/2017, 18:24

- Incrível a volta por cima na carreira de Elio De Angelis. Desacreditado na Tyrant, o italiano conseguiu uma vaga na Fittipaldi após a dispensa de Teo Fabi e, com um carro competitivo nas mãos, conseguiu dois pódiuns em três corridas, incluindo a vitória neste GP da Austrália. Uma vitória muito merecida, tendo dominado a corrida do início ao fim, alheio à disputa pelo título entre Senna e Prost. De Angelis acredits que mostrou seu real potencial à F1 nestas corridas e espera permanecer na Fittipaldi para o ano que vem;
- Senna comemora seu bicampeonato. O brasileiro fez o que pôde, conseguiu a ultrapassagem sobre Prost na relargada da corrida após o acidente de Capelli e manteve a segunda posição até o final, atrás de um surpreendente De Angelis. Com Prost se mantendo em terceiro, o título estava escorregando entre os dedos, mas a sorte sorriu para o brasileiro e o Savoia do francês quebrou. Mesmo assim, o título foi muito merecido, tendo em vista a difícil situação financeira da Biscazzi, que ficou sem patrocinador para esta temporada e teve que abrir mão de muitos gastos para se manter viva;
- Bellof fez uma corrida consistente e, atacando desde o início, foi ganhando posições e contou com a quebra de Prost para chegar ao pódium. Dentro das limitações da Williams, o alemão fez um ano relativamente produtivo, com três pódiuns, não conseguindo mais devido aos problemas de confabilidade do carro;
- Patrese lutou, mas não conseguiu dar o quinto lugar nos construtores para a Potere. Em sua volta à F1, a equipe italiana alternou entre altos e baixos, mas há muito potencial para crescer. O ano que vem deve ser melhor para Patrese e para a equipe, que possui estrutura para brigar à frente. Pelo menos assim se espera;
- Arnoux fez uma corrida excepcional, partindo da décima terceira posição e fazendo várias ultrapassagens até figurar no terceiro posto. Infelizmente, os freios começaram a superaquecer e o francês teve que aliviar o ritmo no final, perdendo duas posições: uma na pista e outra na soma de tempos. Mesmo assim, o quinto lugar garantiu a quinta posição no mundial de construtores para a Rocca pelo segundo ano consecutivo, consolidando o time como real aspirante a equipe grande;
- Prost tentou não se mostrar abatido na entrevista coletiva. O francês vinha em uma grande ascensão neste final de temporada, tendo vencido três corridas seguidas e alcançado a liderança do campeonato, mas uma pane elétrica no seu Savoia em Adelaide lhe tirou o título. Evitando falar sobre merecer ou não o título, Prost comentou que teve um ano de muitos altos e baixos, enquanto Senna foi mais constante e conseguiu marcar os pontos necessários para ser campeão. O gaulês também destacou a maior confiabilidade da versão antiga do motor Honda, utilizada pela Biscazzi, que quebrou muito menos que a versão nova, que era mais potente. "Fomos ambiciosos, decidimos trocar de fornecedor de motores para pegar o motor mais potente e pagamos o preço do novo", disse o piloto.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 21/11/2017, 09:56

Na coletiva final de 1987, Lee James elogiou o trabalho de sua equipe, comentou sobre o quarto vice-campeonato de construtores consecutivo e sobre o que espera para 1988.

Sobre 1987

"Foi uma temporada atípica por tudo o que tivemos que resolver durante a pré-temporada. Nosso projeto foi descreditado, mas no fim o trabalho duro de todos nós foi visto nas pistas. Fizemos nosso melhor e o fruto disso foi nosso quarto vice-campeonato de construtores consecutivo. Obviamente, corremos para ser campeões, mas há de se reconhecer o talento das rivais, sobretudo quando a campeã conta não só com um carro de ponta, mas também com dois pilotos campeões mundiais e que disputaram o título deste ano até o final. Dado todos os fatores deste ano, estamos orgulhosos do que conseguimos. Curiosamente, quem rejeitou nosso projeto não fez mais pontos que os pilotos que ocuparam o carro número 7, o que foi um grande incentivo para nós neste ano."

Sobre o trio de pilotos

"Boutsen foi acima da média mais uma vez. Seguro e constante, infelizmente só ficou atrás do trio de pilotos campeões mundiais. 88 é o último ano de seu atual contrato com a equipe e, tendo estado há tanto tempo conosco e com vagas se abrindo em outras equipes do pelotão de frente em 1989, receio que Thierry queira buscar novos desafios, o que nos deixa na obrigação de realizar um trabalho impecável no ano que vem não só para que Boutsen possa ter condições de brigar pelo tão sonhado título, mas também para que queira permanecer por mais tempo conosco."

"Fabi foi uma grande surpresa e falo isso da maneira positiva. Teve resultados imediatos ao chegar na equipe e quase venceu logo na segunda prova, sendo recompensado em Monza. Infelizmente, tomamos uma decisão controversa, mas baseada em um conjunto de acontecimentos, sobretudo na queda de rendimento nas corridas seguintes. Honestamente, acho que tomará uma decisão precipitada caso troque a Fórmula 1 pelo automobilismo americano e passará a impressão de que apenas uma única vitória bastava para ele. Ainda que Teo guarde mágoas da forma que saiu da equipe, o que é compreensível, desejamos que ele pense melhor e permaneça na categoria."

"De Angelis mostrou que ainda possui o que é necessário para triunfar na categoria. Sabíamos que Elio ainda tinha o talento de antes e obtivemos mais do que esperávamos. Não fosse uma estratégia conservadora de nossa parte em Suzuka, De Angelis teria pontuado ainda mais e com a chance de ter conquistado três pódios em três etapas. A categoria só tem a ganhar quando pilotos deste nível possuem chance de brigar pela vitória."

Sobre o companheiro de Boutsen em 1988

"Acredito que os fãs adorariam rever um piloto brasileiro no carro número 7, mas também há o desgaste pessoal entre Fittipaldi e Piquet quando disputaram o título até o final. Se Emerson entender que a vinda de Piquet seria para ajudar a cumprir as metas da equipe em conquistar títulos, acho que seria o nome perfeito. Como é algo acima de minha alçada, caso o patrão vete a vinda de Nelson, os nomes que mais nos atraem são os de De Angelis, Patrese (este tendo obtido sucesso enquanto piloto da equipe) e o veterano Arnoux."

Sobre o equipamento em 1988

"O chassi construído por Ducarouge está em um nível tão alto como o chassi de Philippe em 1987, então esperamos continuar entre as equipes ponteiras. Tivemos uma amarga surpresa quanto ao fornecimento dos motores turbo, já que praticamente todos os fornecimentos disponíveis englobavam mercados em que não nos encontramos, o que nos levou a um plano emergencial de projetar motores próprios, desta vez por Hans Mezger. Ainda faltam alguns ajustes no projeto final, mas uma suposta parceria de 3 anos com a Honda também nos agrada. Assim, caso tenhamos que contar com nossos próprios recursos, nos preparamos a tempo para disputar toda a temporada com qualidade."

Sobre as expectativas para 1988

"Imagino que 1988 será ainda mais acirrado que este ano, sobretudo pelo nivelamento dos motores turbo, o que colocará o carro e o piloto como fatores principais e uma disputa ainda maior na zona de pontuação. Certamente a Williams deverá se juntar ainda mais no grupo das primeiras colocadas e as italianas Potere e Rocca devem figurar mais vezes entre os seis primeiros colocados."
avatar
Lee James

Mensagens : 284
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Raynor fecha as portas

Mensagem  Saimon em 21/11/2017, 17:37

Crise financeira se agrava e equipe inglesa é obrigada a fechar
The Daily Telegraph

Fim da linha para as atividades da Raynor na Formula 1. A equipe inglesa ficou sem recursos para manter o funcionamento do time e teve que fechar as portas. Com sede em Liverpool, a equipe iniciou suas atividades neste ano com um projeto ousado, mas que acabou não redendo o esperado e não sustentando a estrutura. John Raynor, fundador da equipe, depois de ver seu sonho dar errado, agora busca emprego em uma das equipes existentes na F1. O inglês pode acabar na Tyrant, onde Daniel King se afastou da direção.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Scuderia Savoia realiza coletiva de final de ano

Mensagem  Giorgio Montone em 21/11/2017, 21:27

A Scuderia Savoia, por meio do chefe da equipe, Giorgio Montone, concedeu uma entrevista coletiva esta noite, no reformado salão de festas da Scuderia na cidade de Como. De forma surpreendentemente descontraída em uma coletiva de alguém que odeia perder, foram abordados desde o balanço da temporada até o futuro de Piquet na Fórmula 1.


Temporada

"À parte a frustração de perdermos o título de pilotos na última corrida e não levarmos nossos dois pilotos para uma disputa tripartite na última corrida, devo reconhecer que o título estará em boas mãos. O bom e velho Giovane, provavelmente o mais conservador de nosso clube de chefes campeões, foi extremamente ousado, de uma forma que nenhum de nós poderia esperar. Creio que pelo sacrifício, ousadia, investimentos e boa administração, o título foi justo. De toda forma, gostaria de parabenizar Alain pela recuperação. O bicampeonato não veio por muito pouco."


Ayrton Senna

"Definitivamente parece que será meu novo Niki Lauda (risos), só que este se tornou bicampeão aos 28 anos, enquanto Senna é um ano mais novo. Isto me motiva ainda mais a fazer boas temporadas de forma a tornar meus pilotos mais vencedores que ele, assim como me motivei ao máximo para impedir que Lauda ultrapassasse Stewart. "


Rumores sobre aposentadoria de Piquet

"Nelson realmente chegou a comentar isso, mas acredito que tenha sido devido à extrema frustração de ter perdido um campeonato que chegou a parecer provável. Ele é um grande campeão e sabe que as portas da Savoia estão totalmente abertas para ele novamente. Ele tem no mínimo mais 4 anos pela frente, creio que tem todas as condições de encerrar a carreira como o primeiro tetracampeão da história da F1, pilotando pela Scuderia."


Pilotos históricos

Em comemoração ao 14º título de construtores da Savoia, Montone anunciou que fará uma grande festa de final de ano. Dentre os convidados estão todos os membros da equipe, profissionais da imprensa, todos os chefes de equipe que já passaram pela F1 (que foram encontrados), além das ilustres presenças de ex-membros da equipe e pilotos que já pilotaram pela Scuderia della Croce. As presenças mais aguardadas certamente serão a do bicampeão Juan Manuel Fangio, do tricampeão Jackie Stewart, além dos campeões Ronnie Peterson e Alan Jones. Os dois outros campeões da história da Savoia, Piquet e Prost, como foram os pilotos da atual temporada, têm presença praticamente confirmada.
avatar
Giorgio Montone

Mensagens : 98
Data de inscrição : 09/01/2013
Idade : 91
Localização : Modena

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pilotos da F1 migram para os EUA

Mensagem  Saimon em 22/11/2017, 17:43

Teo Fabi e Roberto Moreno firmaram contratos com equipes da Indy
The Daily Telegraph

Dois pilotos da F1 confirmaram a ida para a Indy: Teo Fabi e Roberto Moreno. O italiano assinou pela equipe Porsche para a disputa do campeonato norte-americano de monopostos, enquanto o brasileiro será piloto da Patrick.
Dispensado da Fittipaldi de forma controversa após alguns resultados ruins, embora tenha vencido o GP da Itália, Teo Fabi passou a procurar outras categorias para correr e, vendo-se sem chance de obter um lugar em uma equipe grande na F1, resolveu cruzar o Atlântico para assinar com a equipe Porsche, que tem um programa promissor na Indy.
Enquanto isso, o brasileiro Roberto Moreno já vinha há seis anos na F1, pilotando por equipes pequenas e sem obter grandes resultados. Cansado da categoria, "Pupo" Moreno resolveu respirar outros ares. Após fazer testes com o carro da Patrick, o brasileiro impressionou e assinou o contrato.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2012
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1987 - Sala de Imprensa

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum