1984 - Sala de Imprensa

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Saimon em 9/9/2014, 21:54

Tópico destinado às notícias e anúncios oficiais da temporada de 1984.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

King comenta sobre a Ferrari...

Mensagem  Daniel King em 14/9/2014, 16:43

A Temporada: Tivemos altos e baixos, muita falta de sorte, erros bobos por parte de alguns membros do nosso staff, mas em geral foi uma temproada boa. Esperamos superar a todos ao final de 1984, pois nosso projeto, no papel, já supera e muito potências como Savoia, Fittipaldi e Williams.

Lauda: Ótimo piloto, trabalhamos por ele e para ele até o triste episódio em Liège. Queria lhe fazer tetracampeão, mas infelizmente acho que não volta tão cedo às pistas. De qualquer modo, terá um lugar sempre na Ferrari, seja como piloto, caso algum dia volte, ou como parte da equipe técnica, caso queira.

Hunt: Bom piloto, mas não teve psicológico para uma equipe grande. Posso dizer que foi um dos meus erros, mas já foi, já passou. Espero que seja competitivo e feliz na Renault, é um bom time, tem um bom manager, e terá também um bom companheiro de equipe. Embora tive de negociá-lo, a amizade continua a mesma, espero um dia vê-lo campeão.

Serra: Fez o que podia, na medida de sua limitação técnica. Afinal, é dificil substituir um tricampeão do mundo do calibre de Lauda. Gostei do que apresentou, sou grato.

Rosberg: Andou bem, melhor que Hunt. Mas não se mostrou digno de uma colocação em 1984. Por isso retorna para a Williams em 1984. Fiquei extremamente satisfeito, no entanto, de vê-lo pontuar em quase todas as corridas que correu por nossa equipe, torço muito por ele na categoria.

Scheckter: Foi o nome em 1983. Peço desculpas à Piquet, Fittipaldi...mas Scheckter foi o cara. Tirou leite de pedra, disputou o título com um carro que não teria nem como sonhar em vencer. Mereceu e agora tem a chance em nossa equipe. Tem muito potencial e tenho a certeza que fará a melhor temporada de sua vida.

Senna: É o novato dos sonhos de qualquer equipe. Rápido, habilidoso, agressivo, tem o perfil da Ferrari. Espero muito dele, até porque investimos pesado contratando-o. Ao final da temporada, quem sabe, comemoraremos ambos os títulos da Ferrari.

Murray: O melhor de 1983, não importa o que digam. Nos deu dois ótimos chassis, o de 1983 e o que inicia 1984. Não tenho um motivo para depor contra o trabalho dele, simplesmente perfeito. Por isso, em nossa necessidade de melhorar o 126C4, buscamos a melhor casa pra ele. E pagamos o que foi pedido com o maior dos gostos. Ele merece! E garantimos, buscamos ele na Fittipaldi assim que seu contrato terminar!

Tomaini: Gostamos de seu trabalho, mas seu período na Ferrari encerrou. Atualmente precisamos de ter o melhor no quesito propulsor, e ele não nos pode ajudar. Ficamos felizes de arrumar uma casa digna para ele, a Biscazzi, onde será muito útil no trabalho com os Honda.

Mezger: É o nome para as próximas temporadas. Trouxemos ele da Williams e não nos arrependemos, nosso atual motor será o melhor motor particular da categoria. Esperamos ser vitoriosos com ele.

Wass: Está nos sendo útil para melhorar nosso câmbio para 1984. Ele vem de uma boa temporada na Biscazzi, então creio que é o melhor nome para esse tipo de trabalho.

Barnard: É o nome para as próximas temporadas. Ele eleva nosso chassi ao patamar de favorito da temporada, tenho a certeza que fez a melhor escolha vindo para a Ferrari. Garantimos três anos de contratos, que serão cumpridos à risca. Esperamos que ao final de 1984, ele possa comemorar conosco ambos os títulos.

Goodyear: Deixou a desejar no quesito durabilidade, mas em aderência foi a melhor. Investimos alto para ajudar no desenvolvimento, e o resultado para a próxima temporada nos iguala aos Michelin. Garanto, portanto, que foi uma ótima escolha.
avatar
Daniel King

Mensagens : 334
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 96
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/danielantoniofelicianodegiuli

Voltar ao Topo Ir em baixo

King alfineta...

Mensagem  Daniel King em 14/9/2014, 16:57

Concorrentes

Savoia: Montone teve muito trabalho este ano (risos). Precisou passar por uma reciclagem brava. Mas tornou a temporada divertida. Espero que ele não resolva mais realizar retiros para lazer como fez em Monza (risos). A Savoia não sabe nem trocar uma roda se ele não estiver supervisionando (mais risos).

Fittipaldi: Lee James foi o manager do ano, na minha humilde opinião. Elevou a Fittipaldi ao patamar de potência, lugar que sempre mereceu. Sou fã do Emerson, e torci até o último momento pelo título dele, obviamente quando vi que a Ferrari não teria mais chances de um Título de Pilotos. Espero que ela seja vice em 1984, com a Ferrari em primeiro, né (risos).

Biscazzi: Boa equipe, bom manager, bons pilotos, equipamento não tão bom... Mas Biscazzi sabe o que faz, não é a toa que Scheckter foi quarto-colocado, e que selamos nossa parceria com algumas negociações.

Williams: Penou com os Ford, penou depois com os TAG. Não é a toa que Rosberg não hesitou em vir para a Ferrari (risos). Mas é perigosa em 1984, estaremos de olho.

Project Four: Era pra ser a melhor equipe, agora...sei não hein (risos). Espero que o manager da equipe não guarde rancor, éramos superiores, nem tinha como segurar Barnard. Creio que uma análise melhor da situação colocaria a equipe numa melhor posição com, por exemplo, Ducarouge no comando técnico da equipe.

Tyrant: Mas que foi aquilo viu?!? Era para brigar pelo título, deixei tudo encaminhado. Perdeu até pra P4... Soube agora que vai voltar aos Hart, praticamente me matei para construir um motor próprio justamente porque os mesmos Hart não rendiam. Não buscou um piloto para substituir Jones, manteve um Forghieri no fim de carreira. Que os céus protejam a Tyrant de Jakeman em 1984!

Renault: Merece o Troféu 'Fênix'. Byron reestruturou toda a equipe, penou na primeira metade por conta de deficiências deixadas pelo manager anterior, e agora tem uma potência para 1984. Torço muito para que essa equipe parceira consiga se firmar.

Rocca: Os primeiros pontinhos nunca se esquece. Sempre soube que a Rocca iria evoluir a ponto de começar a somar. Agora creio que vem brigar por pódios em 1984, já que tem um equipamento melhor ainda.

Pilotos

Piquet: Merece o Troféu 'Marotagem' (risos). Que acidente foi aquele??? Se ele estivesse atrás na tabela, duvido que erraria daquele jeito (risos). Mas F1 é isso mesmo, uns ganham, outros perdem, outros batem, bem...Piquet fez os dois, olha só (risos). E é por isso que agora é bicampeão.

Fittipaldi: Merecia o título, ficou sem nada. Torci por ele na reta final, mas fazer o que, é a vida. Tem sempre um (trecho censurado) no meio do caminho (risos). E por isso, foi vice. Paciência.

Prost: Deveria ter ido para a Fittipaldi ou Renault. Agora teria chance de brigar pelo título, ou estaria de volta à Ferrari. Mas enfim, que continue correndo à sombra de Piquet (risos), o dia que resolver ser Campeão do Mundo, conversaremos e, com certeza, terá o melhor carro na Ferrari.

Boutsen: Novato bom esse (risos). Andou muito, merece o lugar que tem na Fittipaldi. Vai fazer coisas grandes no futuro.

Alboreto: Nas condições que teve, aceitável que não tenha rendido. Só achei muito estranho a Biscazzi insistir em mantê-lo, pois promovido da F2 poderia fazer o mesmo que ele fez, só ver a pontuação de Boutsen na última temporada.

Patrese: Esse doido não muda mesmo (risos). Venceu em Monaco, abandonou na maioria. Foram quatro acidentes que vi, um mais engraçado que o outro (risos). Mas venceu uma vez. Fez mais que muitos por aí (risos). Merece o lugar de destaque que tem na P4, com certeza.

NOTA: As declarações acima NÃO REFLETEM a opinião da FERRARI. São todas de responsabilidade de Daniel King, que as deu em seu retiro em Bron-Yr-Aur, País de Gales.
avatar
Daniel King

Mensagens : 334
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 96
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/danielantoniofelicianodegiuli

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Lee James em 15/9/2014, 08:42

Na virada do ano, Lee James concedeu entrevista a respeito do passado, presente e futuro da Fittipaldi:

"Acho que no resumo geral tivemos uma temporada bastante positiva. Saímos das posições que beliscam pontos e pódios para nos tornarmos uma das potências da categoria. Ambos os pilotos foram sensacionais e o título merecia ter sido de Emerson. Boutsen também mostrou-se muito maduro logo em sua temporada de estreia, sendo o líder de poles, algo jamais visto no automobilismo. Infelizmente, nosso progresso foi contido por inúmeras quebras e poderíamos e merecíamos bem mais do que conseguimos. Era o ano para o título de Fittipaldi, a vitória de Boutsen e, porque não, brigar até o fim pelo título de construtores, mas infelizmente os resultados não saíram como planejamos. As avaliações positivas de outros chefes de equipe, incluindo concorrentes diretos, só nos mostram que estamos no caminho certo e que nossa vez também chegará.

Oficialmente não houve uma despedida para Gérard Ducarouge porque os planos iniciais eram de renovação de seu contrato. No entanto, recebemos uma proposta para aquisição do grande Gordon Murray e com a possibilidade de que Ducarouge trabalhasse em uma das equipes com as quais já tivemos boas negociações e mantemos bons relacionamentos: a Biscazzi. Assim, agradecemos publicamente a Gérard por todos os anos de trabalho e construção de chassis que foram referência na categoria e desejamos sorte a ele neste novo desafio. Sabemos que Murray só aceitou a vinda para Fittipaldi por nos considerar uma das grandes, então queremos retribuir a confiança com um alto desempenho para que esta parceria seja extremamente duradoura, mostrando que compramos o seu ideal de ter sua "casa definitiva".

Queremos agradecer também a David North pelo grande trabalho como engenheiro de pista e complementando os serviços de Ducarouge no desenvolvimento de câmbio. Como declaramos anteriormente, esperávamos que ele conseguisse uma oportunidade como engenheiro principal por tudo que mostrou na categoria e desejamos sucesso a ele nesta nova função. Gostaríamos também de elogiar Brian Hart, um engenheiro que será essencial para compensar a fragilidade dos novos motores Renault e trabalhar nos ajustes em um regulamento totalmente novo e extremamente estrategista.

Por último, devemos agradecer à FIA pela possibilidade de capacitação dos mecânicos, algo pelo qual batalhamos por muito tempo. Os fãs da equipe podem estar certos de que todo o investimento será feito no corpo mecânico para não desperdiçar pontos."

James aproveitou para anunciar o novo carro da equipe, o FD06, atualmente o melhor chassi da categoria para 1984.
avatar
Lee James

Mensagens : 271
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Marcel Pin em 15/9/2014, 11:40

Na apresentação da equipe Tyrant e seu novo modelo, o T184, o chefe da equipe Paul Jakeman, apresentou o time para a temporada que está a chegar, com as novas contratações do período, o austríaco Gerhard Berger, novo piloto e o italiano Carlo Chiti, que vem para assumir o cargo de engenheiro de motores, vago na temporada passada após a saída de Paul Rosche. Em entrevista coletiva, Jakeman falou sobre os tópicos a seguir:

- Temporada 1983:
Já disse muito sobre isso em Kyalami, mas considerei uma temporada de aprendizado e costume. Conseguimos alguns bons resultados e apesar de ter errado em alguns procedimentos e decisões com os quais não estava acostumado, achei a temporada satisfatória, mas espero mais pra 1984.

- Stefan Johansson:
Teve uma bela atuação na temporada passada, superou minhas expectativas, e por isso teve o contrato renovado. Acreditamos muito nele, e achamos que ainda tem bem mais a evoluir.

- Gerhard Berger:
Essa foi uma das grandes aquisições da temporada, se não a melhor. Um piloto incrível, que mesmo com um carro inferior, disputou de igual pra igual o título da Formula 2 ano passado com o Ayrton, que é o mais badalado desta safra que está entrando na Formula 1. Temos muita fé nesse garoto que tem um potencial inestimável, e para mim vai ser um dos grandes daqui a pouco tempo, por isso o contrato de 3 anos.

- Mauro Forghieri:
A renovação com esse engenheiro era vital para o processo evolutivo do time. Ele que ajudou a desenvolver o chassi da temporada passada e construiu o da atual. Apesar de alguns acharem que ele está velho, não existem muitos melhores que ele disponíveis no mercado, mas vocês vão querer que eu fale mais sobre isso depois.

- Carlo Chiti:
Uma contratação pontual para uma posição que faltou na temporada passada. A ausência de Paul Rosche foi bastante sentida, e precisávamos de alguém pro lugar, ainda mais com a volta necessária para os motores Hart, para melhorá-los em Potência, e será de grande valia para a temporada.

- Motores Hart:
Foi uma surpresa para alguns, né? Mas voltar aos motores Hart foi uma decisão minha e que visa a uma possibilidade de estratégias diferentes para seguir na próxima temporada. Não tenho nada a ver com as declarações dadas pelo antigo chefe e, graças a Deus, eles não levaram isso em consideração. Fiz muito esforço para que a Highwind os usasse, mas quando finalmente consegui vim pra cá, e agora estou ansioso para usá-los.

- Declarações de King:
Tenho que falar sobre isso mesmo? Bom, primeiro, ano passado, ele mesmo se intitulou "velho gagá", não é mesmo? Dou muito valor a experiência, mas acho que ela não pode ser atrelada a arrogância. Ainda acho que ele tem algum ressentimento comigo desde a negociação do Rosche, que ele não aceitou que tenha ido pra Savoia, mas foi exatamente a cláusula que ele colocou que me obrigou a fazê-lo. Acho que ele queria que eu vendesse pra alguma equipe do grupinho que ele está tentando montar, só pode ser. E se ele acha que fortalecer seus concorrentes é uma boa estratégia, é problema dele. Mas é melhor ele se preocupar com a equipe dele, porque nem com suas parcerias conseguiu ganhar da Savoia.

Marcel Pin

Mensagens : 93
Data de inscrição : 08/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

King rebate declarações de Jakeman

Mensagem  Daniel King em 16/9/2014, 10:45

King, questionado sobre os comentários de Jakeman, o qual lhe taxam de 'velho gagá' e 'arrogante', apenas disse: "Jakeman sabia que haveria comparações se assumisse uma equipe já estabelecida na Formula 1. Eu recebi as mesmas comparações após assumir a Tyrant e Ferrari. Não tenho culpa se o trabalho que deixei na equipe foi muito superior ao que ele fez em 1983, e que toda a base que ele teve para a temporada foi superior a todas que tive. Se ele fez pouco, ou nada, não tenho culpa. Mas como disse, comparações sempre existirão nesses casos. Veja a Renault por exemplo, Byron é deveras melhor que Salles em seu comando. E nem por isso o segundo se lamenta (risos). Admitir as escolhas ruins é uma forma de ser honesto consigo mesmo."


Última edição por Daniel King em 16/9/2014, 11:24, editado 1 vez(es)
avatar
Daniel King

Mensagens : 334
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 96
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/danielantoniofelicianodegiuli

Voltar ao Topo Ir em baixo

Gale projeta boa temporada para a Galaxy, e comenta sobre os staffs

Mensagem  Sir Gale em 16/9/2014, 10:56

De Cesaris: "Veio pra ficar! Fez uma temporada maravilhosa, considerando que não tínhamos um carro competitivo, mas ainda assim conquistou 3 top-10 e um deles, foi a oitava colocação, sendo ela, a melhor da história do time. Seu contrato se encerra nesta temporada, mas desejaremos renovar no final da temporada."

Brundle: "O garoto tem potencial, e espero que ele se destaque ao longo da temporada, conseguindo resultados expressivos, ao contrário do seu antecessor Danny Sullivan que foi uma negação, e mal conseguia se classificar para as corridas."

Migeot: "Nos deu um bom carro pra essa temporada, e vai projetar nosso carro de 85. Esperamos que seja tão bom, quanto o atual. Planejamos renovar com ele também."

Hart: "Nos livramos dos Ford. Só isso é uma vitória! Gostamos de fechar com os motores Hart, por serem bem confiáveis, enquanto alguns concorrentes deverão sofrer um pouco com a confiabilidade de outros fabricantes."

Pirelli: "Ainda é o pior dentre os três pneus da categoria, mas tem potencial para melhorar um dia."

Principais concorrentes: " Esperamos no mínimo, ficar à frente da Vector, Arrows e Baldutti, mas vai ser uma batalha dura."
avatar
Sir Gale

Mensagens : 116
Data de inscrição : 12/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Enzo Gorlami em 16/9/2014, 15:12

Em preparação para mais um inicio de temporada, a equipe Highwind se concentra tranquila em sua garagem, e longe de toda a badalação envolvendo as negociações e até mesmo um principio de discussão entre o Commendatore Daniel King e Paul Jakeman, Mattison Salles aproveitou para falar um pouco com a imprensa, fato um pouco raro, já que o manager foi o único a não falar com a imprensa durante 1983, abaixo alguns trechos da entrevista.

- Sobre 1983:
"Foi um ano dificílimo desde o seu inicio, não conseguimos um bom período de negociações desde os equipamentos e até os pilotos, o que acabou abaixando a moral inicial da equipe, porém ao vermos o empenho de cada profissional para conseguirmos um ano melhor, trabalhamos forte e conseguimos bom resultados, chegando perto dos pontos na última corrida. Não diria que merecemos os pontos no ano passado pela primeira metade deplorável que tivemos, mas com certeza a equipe está trabalhando para que este ano eles venham."

- Sobre Roberto Moreno:
"Um grande profissional e amigo, infelizmente não tive ainda uma conversa particular com o mesmo para dizer o quanto somos gratos ao seu trabalho na equipe, levou a equipe aos seus melhores resultados no ano e lutou bravamente para ficarmos pelo menos perto de nossa 'rival' Rocca, espero que nossa relação de amizade que foi construída em 1983 não seja abalada por sua saída."

- Sobre Huub Rottengatter
"Uma grande surpresa pessoal minha, confesso que ao assinar com o mesmo, trabalhávamos com a ideia que Huub era só um 'tapa buraco' na equipe, estávamos tristes pelas perdas no período de negociações e queríamos apenas ver a temporada passar antes mesmo de ela começar, porém o holandês mostrou ser realmente bom de braço e fez boas apresentações pela equipe, conseguindo um honroso 10° lugar na Holanda. Hoje temos certeza que é um bom profissional e contamos com ele de prontidão como nosso piloto reserva, hoje eu tenho confiança que caso ocorra algum problema com Cheever e Warwick, teremos um bom profissional substituindo um dos dois."

- Frank Dernie
"Um profissional de primeiro nível, que hoje pode fazer frente a muitos engenheiros em equipes grandes da Formula 1, queríamos muito trabalhar com ele por mais um ano, trabalhando nos acertos do carro que ele criou pra gente no ano passado, porém ele decidiu pelo comando técnico da Vector. Desejo a ele toda a felicidade do mundo, foi um grande profissional e projetou um grande chassis pra gente."

- Rocca:
"Apesar de ser nossa rival direta em 83, tenho uma boa amizade com o chefe de equipe da mesma, uma grande pessoa que é sempre bom conversar quando nos vemos no paddock, porém a amizade deixa de existir nas pistas e temos que reconhecer que a equipe Italiana foi muito superior a nossa em 1983 e mereceu cada pontinho conquistado. Esperamos que esse ano estejamos a frente da mesma, na minha visão estamos com leve vantagem(risos), porém a equipe cresceu e esse novo patrocínio da mesma eleva a equipe ao patamar de equipe média, vai ser uma boa disputa."

- Renault:
"Foi um período muito conturbado na minha vida como profissional, confesso que não estava pronto para assumir um projeto tão grande quanto era a Renault F1, hoje peço desculpas por todos os erros que levaram a equipe aos problemas que ela teve em 1983, porém ela está em excelentes mãos com Sean Byron e espero que ela volte as vitórias e até mesmo a disputa pelo título, coisa que eu poderia, mas não fui capaz de fazer."  

- Expectativas para 1984:
"As melhores, tivemos uma perca inicial na disputa por Gerhard Berger porém conseguimos uma excelente dupla com Cheever e Warwick, os dois estão motivados para finalmente poderem andar em um bom carro e eu espero comandar a equipe muito bem para eles, são excelentes pilotos e hoje podemos dizer que com os dois, conseguimos uma dupla no patamar de Rocca e Tyrant. Além disto fechamos com o talentoso Luigi Marmiroli, temos muita confiança em seu trabalho para continuar o bom trabalho do Dernie de 1983."

A equipe agora trabalha ainda no seu novo chassis para deixá-lo pronto para a estréia em Jacarepaguá no final do mês 3.
avatar
Enzo Gorlami

Mensagens : 23
Data de inscrição : 13/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Matheus Berçot em 16/9/2014, 18:30

Antes de qualquer fala do personagem, e no tocante à discussão, coloco a consideração que acho o Alanir um bom manager, embora eu seja o cara que mais tenha sacaneado ele nas zoeiras disparado -- muito por obsessão pela Renault na GPM, "intriga da oposição" que eu represento Very Happy. Podemos comparar o número de vitórias na equipe com ele ter sido bem maior e o fato de ele não ter acabado com o Jonathan Palmer por um ano igual eu por exemplo. A capacidade dele de se esforçar e se reinventar na Renault mesmo quando as condições não eram amigáveis é algo que tento levar para mim até hoje.

Renault apresenta seu novo chassis
Le Monde

A Équipe Renault Elf fez uma grande cerimônia para a apresentação de seu novo chassis e seu line up para a temporada de Fórmula 1 de 1984. Sean Byron, em comportamento atípico, esbanjou de seu próprio bolso e alugou um castelo na região de Lorena (Lorraine) na França para a celebração, inúmeros jornalistas e celebridades foram convidados para o evento.

"As regras mudam, nós passamos por tempos difíceis, mas as provações vêm de encontro justamente aos grandes: vencemos esses tempos, trouxemos uma vitória para casa com o René, mantemos nossa unidade trabalhando em grupo, trouxemos mais profissionais excepcionais, estamos em uma ótima forma para essa temporada que está vindo e ainda assim continuamos nosso vínculo com pessoas da mais alta qualificação. Promovo um evento de tais proporções justamente para demonstrar logo cedo para o que estamos aqui. Senhoras e cavalheiros, mostramos aqui nosso novo chassis, o Renault RE50. Agradeço à montadora por seu inestimável suporte, a todos os profissionais que estão ou estarão envolvidos tanto com o projeto quanto com o desenvolvimento: François Castaing, Bernard Dudot, René Arnoux, Jonathan Palmer e James Hunt, que logo deixará sua marca nele da melhor maneira, além de vários outros que em cada função exercida fazem a diferença nesse cenário tão competitivo que é a Fórmula 1." -- Sean Byron antes do carro ser finalmente mostrado ao público.

O chassis apresenta um design menos agressivo do que o RE40, ainda projetado para extrair o máximo possível do efeito solo, porém não muito diferente do que vem sendo apresentado até então por outros times. A pintura conta com um esquema de pintura que lembra mais o de 1982 do que o da última temporada. O time nesse ano alinhará com um motor feito pela montadora e novamente com os pneus Michelin, continuando uma aliança que vem desde os primórdios da equipe na divisão máxima do automobilismo.

Após a apresentação do chassis, a festa seguiu um rumo até um tanto excêntrico para a F1: houve até karaokê e espaço para piadas, além de bebida. Tal esforço pode ser interpretado como uma tentativa de Sean Byron para tornar James Hunt mais à vontade com o espaço da equipe, que até então foi conhecida por ser excessivamente séria em eventos do tipo enquanto o piloto britânico carrega um perfil mais "festeiro" e despojado.

Amanhã traremos uma entrevista inédita com Byron na qual ele comenta a respeito de diversos fatores na Fórmula 1 e fala a respeito da nova temporada e das expectativas e dos planos da equipe francesa para o futuro.


Renault RE50, projetado por François Castaing, que será pilotado por René Arnoux e James Hunt em 1984.
avatar
Matheus Berçot

Mensagens : 153
Data de inscrição : 08/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Byron fala sobre regulamento, planos, situação atual da Renault e diversos temas

Mensagem  Matheus Berçot em 17/9/2014, 20:43

Le Monde

Como prometido ontem, hoje trazemos a entrevista com o chefe de equipe da Renault na Fórmula 1: Sean Byron. Um homem bastante jovial para alguém que beira os setenta anos de idade (indo para 67 em junho), mais confiante do que quando entrou na categoria com sua própria equipe em 1980, e ainda com seu característico jeito de "lorde" intacto, apesar de dois anos residindo na França, a quadras da garagem da equipe. Esforço esse que o britânico considera essencial para estar o máximo presente possível e obter a melhor organização na equipe.

Regulamento: "Já começamos com meu tema favorito! Ótimo! Bem, estamos na fase mais rápida de transformações da história da Fórmula 1, dos últimos anos da década passada para cá tivemos efeito solo, motores turbo -- que foram introduzidos em um esforço genial da nossa equipe, reabastecimento, as fábricas de maior porte e uma evolução nos treinamentos dos mecânicos. Algo ótimo aos meus olhos. Claro, nem tudo é perfeição: estamos em uma luta extremamente complexa, partindo de uma situação onde o time estava com problemas financeiros, para construir uma fábrica, e isso requer um capital enorme que teremos que conquistar por nós mesmos, não tenho dúvidas de que somos capazes, é claro. Além que o aumento da complexidade dos projetos somados ao surgimento dessas fábricas nos fizeram passar por alguns períodos turbulentos no início do ano passado, mas com planejamento e perseverança vencemos esse problema, e estamos com tudo devidamente encaminhado desde a metade de 83. Agora é olhar para a frente porque temos um estafe poderoso e promissor que nos ajudará. No mais, achei a proibição dos carros asa necessária, tivesse isso ocorrido anteriormente provavelmente ainda teríamos Didier (Pironi, falecido no Grande Prêmio do Canadá de 1982, em Montreal) aqui. O reabastecimento no entanto é evolução natural da categoria, e não tenho dúvidas de que em alguns anos a FIA revisará essa mudança com cautela".

Engenheiros: "Eu não poderia estar mais satisfeito com os que temos. Digo, Bernard é o coração da equipe e também um amigo de todos aqui, sua eficácia nos projetos é inquestionável, do mais alto nível, fico realmente feliz que ele tenha decidido em continuar com nossa família e tenho certeza que muitos anos virão pela frente. Tratando-se do Kawa (Nobuhiko Kawamoto, contratação para o departamento de motores), ele tem exatamente o que eu gosto: vontade de estar aqui, vontade de ganhar, vontade de se superar a cada segundo e evoluir, uma racionalidade imbatível. Nossa negociação de contrato foi extremamente rápida e informal, tamanha a facilidade de estabelecer uma relação de confiança. Tenho certeza que será alguém que não só vai nos ajudar como irá ensinar muita coisa".

Pilotos: "Palmer infelizmente não conseguiu se ajustar aqui e talvez a pressão de ter alguém tão genial quanto René (Arnoux) no outro carro o tenha prejudicado, então tivemos que deixá-lo ir, ainda assim acho um cara talentoso que em um lugar onde se adapte pode ter um bom futuro na categoria. Mas olhando para a frente, James Hunt é um piloto de ponta que vem de ótimas campanhas, além de sempre ter conseguido se entrosar em qualquer ambiente, certamente é o cara perfeito para esse carro e tenho certeza que fará milagres nesse ano. Já falando de René, novamente ressalto o quão ele é genial, não importa as condições e ele vai estar andando bem, ele consegue aliar técnica e alma, paixão, na hora de guiar o carro e isso o traz muito desempenho, além de ser um sujeito de ótima personalidade. Por mim manterei ele na equipe até o dia em que decidir se aposentar, eu realmente quero isso, não consigo imaginar outro naquele carro e honestamente, nem quero. Claro, teremos esse ano que lidar com a situação de ter dois pilotos de rendimento muito próximo, mas como são dois experientes e que sabem como lidar com essas situações, não me preocupo".

Expectativas: "Não gosto de pensar nisso de "vamos terminar o campeonato em quarto/quinto se os planos correrem bem", acho uma linha de pensamento medíocre, não importa onde estejamos, as condições, sempre vamos pensar na Savoia, na Ferrari e na Fittipaldi como objetivos, não importa o quão realista é a meta, o alto do pódio é o que importa no final das contas. Esse ano temos um bom chassis, um motor extremamente leve e potente, uma dupla de pilotos poderosa e é nisso que focamos".

Futuro da equipe: "Fábrica, como eu já havia afirmado antes, é o futuro. No mais, estamos nos esforçando para evoluir e manter um ótimo nível de profissionais e de equipamento".

Categorias de base: "A Fórmula 2 é uma categoria falida e está com seus dias contados: tudo ficou muito caro, olhe o preço absurdo daquela combinação Ralt - Honda. Embora a F2 esteja revelando talentos ainda, e essa safra que entra agora é prova -- aliás, esqueci de citar a Hart que foi uma boa surpresa e veio de lá, aquilo está virando um negócio inviável e eu aposto que em no máximo dois ou três anos, se algo não for feito, aquela série será extinta".

Futuro da categoria: "Pilotos? Vejo como futuro Moreno, Baldi, Streiff, acho que nossos campeões do futuro estão no fim do grid agora, aprendendo, mas é muito difícil prever algo, em um ambiente tão competitivo ainda... não passa de um esboço de minha mente tal afirmação. Michele Alboreto, em termos mais concretos, também deve ter sua fatia de sucesso no entanto e tenho certeza que a Biscazzi está lutando para que isso ocorra, eles precisam de uma figura impactante como Jacques Laffite na história do time e mesmo Scheckter com toda sua habilidade e seus grandiosos resultados não igualou em carisma com os fãs, Alboreto é a chance e agora com Ducarouge e a parceria da Honda isso fica cada vez mais real. Senna, bem... ele já está na Ferrari, é impossível tratar como "futuro", já é presente. Equipes? Por que não nós? Nós queremos, nós podemos".

Newsweek e Longines: "Nossa parceria com a Newsweek acabou em um rompimento mútuo, foram anos maravilhosos, mas os dois lados precisavam de renovação e os desejo sorte para o futuro. A Longines e nós temos uma visão similar e tenho certeza que de nossa parceria surgirão muitos bons frutos".

Últimas considerações: "Eu gostaria de agradecer pela entrevista e agradecer a todos os envolvidos com nossa equipe pela dedicação para tornar a Équipe Renault Elf uma potência, agradeço a nossos patrocinadores, fornecedores e claro, à montadora que sempre olhou para o futuro".
avatar
Matheus Berçot

Mensagens : 153
Data de inscrição : 08/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Coletiva de Imprensa - GP do Brasil

Mensagem  Saimon em 23/10/2014, 21:07

Ayrton Senna: "É simplesmente fantástico poder vencer em minha corrida de estreia no meu país. É algo que até me deixou arrepiado (risos). Tentei me concentrar como se estivesse correndo na Fórmula 2, e acho que acabei exagerando até: passei o Piquet e o Rosberg como se não fossem veteranos! No fim, até chorei no capacete ao ver a emoção da torcida. Tenho certeza que mais vitórias virão".

Alain Prost: "Não é o lugar em que eu gostaria de estar, mas o segundo lugar não é o pior dos resultados pra se começar uma temporada. No fim, ainda pude contar com os problemas dos adversários e arrancar as posições que me levaram ao pódio."

Emerson Fittipaldi: "Infelizmente não conseguimos converter a pole em um resultado realmente expressivo. Porém, chegar ao pódio em uma corrida tão desgastante como essa é uma vitória, com toda a dificuldade que tivemos. Estamos com problemas em relação ao consumo do carro e nessa temporada precisaremos redobrar o cuidado. No restante da temporada, veremos se a equipe ou a Renault conseguirão uma solução."


Última edição por Saimon em 23/10/2014, 21:12, editado 1 vez(es)
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tyrant começa em alta, com dois pilotos nos pontos

Mensagem  Saimon em 23/10/2014, 21:07

A equipe Tyrant, agora com um projeto 100% de Paul Jakeman, começou com o pé direito essa temporada: a equipe inglesa conseguiu colocar seus dois pilotos nos pontos. O estreante Gerhard Berger foi o segundo melhor dentre os iniciantes e o sueco Stefan Johansson conseguiu um quinto lugar. "Me sinto feliz por conseguir levar a equipe aos pontos e mais ainda por provar meu valor perante meu companheiro de equipe, que está em sua terceira temporada na categoria", confidenciou o jovem Berger. Johansson, claramente cansado pelo clima carioca, apenas disse que espera melhorar seu ritmo ao longo da temporada.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tom Pryce leva Rocca aos pontos

Mensagem  Saimon em 23/10/2014, 21:08

A ascendente Rocca, comandada por Rodrigo Rocca, começou o ano mantendo o ritmo do final de 1983, chegando aos pontos. Se aproveitando dos abandonos de vários pilotos, o galês Tom Pryce conseguiu um suado sexto lugar.

"Cada ponto é importante, e só posso ficar alegre por conseguir esse resultado para a equipe", disse Pryce. A equipe italiana iniciou um novo ciclo essa temporada após a saída dos motores Alfa Romeo e do italiano Mauro Baldi.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fim do reabastecimento compromete corrida de Rosberg

Mensagem  Saimon em 23/10/2014, 21:08

"Vai ser complicado esse ano se isso for recorrente", disse Keke Rosberg. "Somos um time que precisa aproveitar as chances de vitória para sermos campeões. Hoje era um exemplo de chance que deveríamos ter agarrado.". Procurada por nossa reportagem, a Williams alegou que houve uma "falha de comunicação interna" para que não houvesse resposta.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 24/10/2014, 00:45

Agora que percebi que faltou o tópico de apresentação da Rocca... farei retroativo.

Quanto ao Pryce, trabalharemos para lhe dar um carro melhor no decorrer do mundial. Por ora, sabemos que o carro não está em suas melhores condições de performance e que ele foi fantástico nesse GP de abertura da temporada!
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 281
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - África do Sul

Mensagem  Saimon em 20/12/2014, 11:18

- Prost agradeceu os elogios dos jornalistas após a corridaça em Kyalami, onde fez cinco ultrapassagens após colocar pneus macios e venceu a prova. Apesar disso, o francês ainda não tem certeza se a estratégia da Savoia seria a melhor opção, visto que o piloto já estava na liderança no momento da troca e a situação natural da corrida seria permanecer na ponta até o final;
- Já Scheckter criticou a estratégia conservadora da Ferrari, que lhe obrigou a manter um ritmo moderado para conservar os pneus, tendo que praticamente "assistir" a corrida enquanto os adversários se engalfinhavam. O sulafricano acreditava que poderia ter vencido diante de sua torcida caso a estratágia tivesse sido diferente;
- De Angelis saiu de Kyalami satisfeito com o resultado. Depois de largar em décimo, a equipe corrigiu os acertos e, contando com os abandonos dos concorrentes, conseguiu chegar ao pódium. O italiano confia no potencial do FW06 e espera melhores resultados nas próximas provas;
- Senna admitiu a culpa pelo acidente e pediu desculpas a Rosberg, embora a "espalhada" na sunset não tivesse sido intencional. O brasileiro ficou bastante decepcionado ao terminar a prova tão cedo, depois de largar na pole e vir em uma boa situação na corrida, onde não iria fazer paradas e tinha grandes chances de sair com mais uma vitória;
- Rosberg falou de uma "disputa bastante divertida" com Senna, mas alertou o brasileiro que o limite para a agressividade na pista é quando se invade o espaço do adversário. O finlandês aceitou o pedido de desculpas, mas ficou bastante frustrado por não ter convertido a ótima performance da corrida em um bom resultado.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Bélgica

Mensagem  Saimon em 20/12/2014, 11:36

- Senna comemorou em êxtase sua segunda vitória na F1, obtida de forma incontestável com uma excelente performance na pista levemente molhada de Zolder. O brasileiro comentou que gosta muito deste tipo de condição e falou sobre seu início de carreira na F1, que "não poderia ter sido melhor";
- Scheckter voltou a criticar as estratégias que a Ferrari vem adotando para ele, excessivamente conservadoras. O sulafricano quer igualdade de condições com o "queridinho" Senna. Parece que a relação entre os dois não é das melhores;
- Boutsen chegou na mesma posição em que largou e considerou o resultado satisfatório, visto que os Ferrari estavam "impossíveis de alcançar, mesmo com pneus macios". O belga ficou contente em subir ao pódium em seu país e ouvir o apoio dos torcedores, já que no ano passado não completou a prova;
- Fittipaldi criticou, embora de forma polida, o novato da Galaxy, Martin Brundle. Os dois colidiram quando o brasileiro iria dar uma volta no britânico e Emmo considerou o jovem piloto como culpado pela batida, pois o mesmo "não prestou atenção na aproximação de meu carro";
- Brundle pediu desculpas ao veterano, mas alegou que o brasileiro mudou de direção na pista muito rápido e não foi possível prever de que lado iria fazer a ultrapassagem.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - San Marino

Mensagem  Saimon em 20/12/2014, 12:06

- Senna comemora mais uma vitória, depois de assitir de perto a batida entre Fittipaldi e Scheckter e ultrapassar Piquet, disparando na ponta para não ser mais alcançado. É a terceira vitória do brasileiro em quatro corridas, uma marca histórica para um novato. Parece que a Ferrari acertou em cheio na contratação do campeão da F2, que vai dominando a temporada até aqui;
- De Angelis fez uma corrida "mansa", procurando conservar os pneus, e foi ganhando posições com as paradas dos adversários até estacionar na segunda posição. Apesar de ter largado em nono, o italiano fez apenas uma ultrapassagem para chegar em segundo. De Angelis ficou satisfeito com o resultado, mas espera que a Williams possa lhe colocar em condições de brigar pela vitória nas próximas corridas, pois segundo ele basta a equipe afinar os acertos para começar a vencer;
- Piquet criticou mais uma vez a estratégia da Savoia, considerando desnecessária a troca de pneus. O brasileiro criticou também os pneus macios, alegando que "não são rápidos o suficiente", pedindo aos fabricantes que desenvolvam uma borracha mais mole e com mais aderência para a próxima temporada, pois somente desta forma faria sentido perder tempo nos boxes para trocar os pneus. Piquet ainda comentou sobre Senna, dizendo que o brasileiro só tem vencido com tanta facilidade pois a Ferrari não faz paradas e os pneus duros da Goodyear resistem bem a toda a corrida, além de terem bom desempenho. Por fim, Piquet falou sobre sua corrida, dizendo que poderia ter sido segundo se não tivesse parado, mas pelo menos conseguiu voltar ao pódium, em mais um início de temporada difícil;
- Fittipaldi ficou fora da corrida após mais um acidente, desta vez na disputa pela segunda posição com Scheckter logo na primeira volta. O brasileiro, apesar das boas posições no grid, não conseguiu obter um resultado realmente expressivo neste ano. Emmo colocou a culpa do acidente sobre Scheckter, que "tentou enfiar o carro onde não havia espaço", comentando também que o sulafricano "não é mais nenhum menino", fazendo alusão à batida com Brundle na corrida anterior;
- Scheckter rebateu dizendo que havia sim espaço para a ultrapassagem e que foi fechado pelo brasileiro de forma imprudente. O diretor da prova, após assistir o video da batida, considerou o incidente como normal de corrida e isentou qualquer piloto de culpa.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 31/12/2014, 17:19

Rocca fala sobre primeiro terço da temporada: "É difícil dar um passo a frente"
Cláudio Carsughi - Rádio Jovem Pan

Quarta-feira em Montecarlo é sempre mais agitada do que em outros circuitos, em função de que os treinos aqui iniciam-se na quinta. Mas Rodrigo Rocca, proprietário e chefe de equipe da Scuderia Rocca, conseguiu tempo para uma longa conversa conosco, aqui resumida em tópicos:

Mudanças na Scuderia Rocca: em 83 elaboramos um planejamento de longo prazo cujos principais pilares eram Byrne, Pryce, Baldi, Chiti e os motores Alfa, decisão que mostrou-se muito acertada; formamos a equipe que mais cresceu nos últimos dois anos e pontuamos com frequência na segunda metade de 83. Mas a mudança no regulamento da FIA nos obrigou a modificar parte desse planejamento, dispensando Baldi com muito pesar, vendendo o contrato de Chiti para a Tyrant e assinando com a Renault. A decisão de assinar com a Renault também foi muito pensada e fruto de um planejamento a longo prazo, que nos concedeu uma parceria sólida mas nos obrigou a não renovar o contrato de patrocínio anterior, dos quais somos muito gratos.

Mudança no regulamento: tentando ser o mais polido possível: não gostei! Sinceramente, não acho que alguém assiste as corridas preocupado com economia de combustível, a torcida quer velocidade, arrojo e técnica! Somos bastante prejudicados em função do alto consumo dos motores Renault; não é uma crítica a nosso parceiro, pelo contrário, sabemos que eles estão trabalhando forte nisso, mas creio que só seja possível usufruir de sua enorme potência em 85.

Início de temporada: Promissora, mas é muito difícil dar um passo a frente.
Temos em Byrne um sólido pilar, mas a ausência de uma fábrica nos deixa em grande desvantagem frente as equipes grandes. Não temos muito dinheiro para extravagâncias e com o nosso patrocínio atual, conseguimos resultados excepcionais!
Pryce tem sido fantástico desde o meio de 83 e sempre tira tudo o que pode do carro, mas somos obrigados a pedir que ele seja conservador devido ao alto consumo de combustível do motor atual. Ainda assim, ele já tem um sexto, um oitavo e quebrou duas vezes no top-10, faz uma temporada sensacional! Já são 5 pontos com a Rocca!
Streiff ainda é muito irregular, precisamos conversar mais com ele. Até mostrou velocidade em alguns momentos, mas o atual regulamento requer uma inteligência muito grande do piloto, e isso ele ainda não mostrou. Não consegue economizar combustível e pelos nossos cálculos, se ele não mudar, abandonará quase todos os GPs. Até agora só chegou uma vez, e atrás de carros de equipes menos estabelecidas. A Loto France e a Rocca possibilitaram a ele uma chance de ouro em entrar na Fórmula 1 num bom cockpit e sem tanta pressão, mas no primeiro terço da temporada a performance ficou abaixo de seu potencial.

O que esperar a partir de agora: já que Streiff não se adaptou economizando combustível, será liberado a correr "de seu jeito". Enquanto isso, acreditamos que Pryce possa trazer bons resultados para a equipe. Em Junho teremos os circuitos de baixa velocidade, onde o consumo de combustível não será tão significativo e podemos andar mais focados em tornar nosso carro veloz. A partir de Julho terminaremos nossas melhorias no RR-184 e com isso acreditamos que daremos mais um passo a frente em termos de competitividade. Nossa briga nesse momento tem sido com a Biscazzi, o que é fantástico, e tentamos andar o mais próximo possível da Project Four. Esperamos traduzir em performance de pista nossos progressos em relação a 83, mas até o momento o que fizemos foi realmente o máximo possível. Sonhávamos em nos aproximar de uma dezena de pontos e conquistar um pódio em 84, mas hoje, trazendo esses sonhos para a realidade da equipe e da Fórmula 1, creio que seja mais plausível que tenhamos em todas as corridas algum carro no top-10 ou próximo dele e vez ou outra pontuar.
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 281
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Rodrigo Rocca em 16/1/2015, 00:42

O GP de Mônaco para a equipe Rocca
Cláudio Carsughi - Rádio Jovem Pan

Rodrigo Rocca nos deu rápida entrevista após o término do GP. "Não fomos bem em momento algum nesse fim de semana e por uma falha de comunicação não conseguimos ter a confiabilidade necessária. Trabalharemos forte para corrigir os problemas já no Canadá"
avatar
Rodrigo Rocca

Mensagens : 281
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 65
Localização : Catania, Itália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Daniel King em 16/1/2015, 07:21

Em nota King parabenizou tanto Scheckter, quanto Senna, e disse que é essa Ferrari que ele tinha em seus sonhos quando teceu planos para 1984. Este ainda confirmou que continua trabalhando duro, para que ao fim da temporada possa colher os tão esperados frutos.
avatar
Daniel King

Mensagens : 334
Data de inscrição : 19/12/2012
Idade : 96
Localização : Glasgow, Escócia

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/danielantoniofelicianodegiuli

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - França

Mensagem  Saimon em 23/1/2015, 18:54

- De Angelis não conseguiu esconder a felicidade após um fim de semana perfeito. Pole e vitória para o italiano, superando os adversários praticamente sem ser incomodado. De Angelis agradeceu à equipe pelo excelente carro que preparam e espera que continuem com esta dedicação para que venham mais vitórias;
- Prost lamentou mais uma corrida sofrida para a Savoia, criticando a estratégia adotada. Apesar disso, ficou satisfeito com o resultado, que era tudo o que poderia obter;
- Boutsen festejou mais um pódium, conseguido, segundo ele, com bastante sorte, devido às quebras dos Ferrari. O belga fez um apelo à Renault para que melhore o consumo dos motores, o que vem dificultando bastante as estratégias de corrida;
- Piquet lamentou a corrida estragada pelo problema ainda antes da largada mas, diante das circunstâncias, o resultado até que foi bom. Mesmo assim o brasileiro segue preocupado com a falta de resultados e criticou mais uma vez as estratégias de corrida da Savoia.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Mônaco

Mensagem  Saimon em 23/1/2015, 19:02

- Scheckter finalmente pôde comemorar sua primeira vitória na temporada, depois de uma série de problemas e performances medianas neste início de ano. O sulafricano comentou que o resultado foi possível pois a equipe desta vez lhe permitiu tirar tudo do carro, sem se preocupar com a confiabilidade ou consumo de combustível. Scheckter espera que a equipe mantenha suas estratégias em condições de igualdade com Senna, mas que ocorra uma disputa leal com seu companheiro;
- Senna elogiou Scheckter e apontou o tempo atrás de Prost como crucial para não ter se aproximado efetivamente do companheiro para brigar pela vitória;
- Fittipaldi obteve mais um pódium, mas o brasileiro ainda considera pouco, principalmente comparando com a performance da temporada passada. Emmo comentou que a equipe irá trabalhar fortemente junto à Renault para melhorar o consumo dos motores, que tem sido a grande dor de cabeça da equipe brasileira este ano;
- Rosberg criticou a estratégia de corrida da Williams e disse que a equipe precisa melhorar neste sentido, pois está claro que os pneus macios não estão rendendo o suficiente. O finlandês tem se mostrado bastante incomodado com o fato de ter marcado apenas dois pontos, enquanto seu companheiro é o vice-líder do campeonato;
- Prost e Piquet lamentaram as quebras que lhes tiraram da corrida e esperam melhor sorte nas próximas etapas. Ambos elogiaram o grande trabalho da Ferrari no carro para este ano e que dificilmente será possível alcançá-los, mas não o momento ainda para desistir. Ambos esperam que a Savoia busque meios para dar a volta por cima.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calote do patrocinador põe em cheque a permanência da Highwind na F1

Mensagem  Saimon em 23/1/2015, 19:22

A Cougar, patrocinadora principal do time, não vem pagando e a equipe pode ficar sem dinheiro para continuar correndo
The Daily Telegraph

A situação financeira da Highwind é delicada. Segundo fontes de dentro da equipe, a causa do problema seria o calote do patrocinador principal do time, a inglesa Cougar. Sem dinheiro, o futuro da equipe é incerto, podendo não conseguir terminar a temporada. Já na corrida em Montreal o nome do patrocinador não será mais estampado no carro, evidenciando o problema. Algumas pessoas no paddock comentam que o time não conseguirá ir além das corridas americanas, ficando fora do GP da Grã-Bretanha em diante. Especula-se que um desentendimentos entre representantes do patrocinador e o dirigente da equipe, Mattison Salles, devido questões contratuais, seja a causa do problema.
A situação abalou também os pilotos, que começam a ver seu futuro incerto. Eddie Cheever inclusive aproveitou sua estadia na América para contatar equipes da CART, visando uma vaga na categoria americana.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rapidinhas - Canadá

Mensagem  Saimon em 10/2/2015, 19:48

- O assunto do dia foi o forte acidente de Raul Boesel. O piloto passará por um logo período de recuperação e está fora do restante da temporada, mas dada a violência do acidente pode-se comemorar sua sobrevivência. Boesel ainda não pode dar entrevistas, mas a família agradeceu o apoio dos fãs. Os médicos disseram que o grande e longo desafio será fazer com que ele possa recuperar todos os movimentos das pernas;
- Senna vence pela quarta vez em sete corridas na carreira. Após pressionar Prost no que podemos chamar de primeira bateria da corrida, o brasileiro largou bem na segunda e tomou a ponta para não mais perdê-la. Impressiona a maturidade de Ayrton nessa sua primeira metade de temporada na carreira;
- Prost saiu satisfeito com o segundo lugar, dizendo que era o máximo possível frente a uma Ferrari muito competitiva. O francês considera que esse deve ser o fim de semana da redenção para a Savoia, podendo entrar na disputa pelo título a partir de agora. A única lamentação do francês foi não ter conseguido segurar Senna na largada da segunda bateria, o que certamente o colocaria em condições de vencer a corrida;
- Piquet mostrou-se contente com a melhoria de performance e da estratégia de corrida da Savoia, conquistando seu segundo pódio na temporada, mas afirmou que a equipe ainda precisa trabalhar muito para tentar alcançar a performance das Ferraris. O brasileiro disse que teve uma corrida demasiadamente tranquila, já que apesar de andar num ritmo o mais forte possível, não era possível alcançar Senna e Prost. Piquet passou todas as voltas da corrida em terceiro;
- Fittipaldi parecia resignado após a corrida. Com Ferrari e Savoia muito a frente e o motor Renault com sérios problemas de excesso de consumo, chegar a frente de uma das Ferraris era o que poderia ser feito hoje. O brasileiro reforçou a necessidade da equipe trabalhar em conjunto com a Renault para resolver os problemas de consumo;
- Scheckter mostrou-se chateado por não ter o mesmo acerto que seu companheiro Senna e ter recebido instrução da equipe para poupar equipamento. Após vencer em Mônaco e dizer esperar que a equipe mantivesse suas estratégias em condições de igualdade, considerou a atitude da Ferrari negativa para sua performance. O sulafricano largou em sexto e considerou o quinto lugar frustrante. Apesar disso, Scheckter disse que se a Ferrari lhe der as mesmas condições que Senna, permanece na disputa pelo título;
- Boutsen conseguiu reverter uma má posição do grid em um ponto na corrida. Com Savoias e Ferraris chegando ao fim, o belga disse que sua disputa era realmente pelo sexto lugar, conquistado com uma boa estratégia de corrida aliada a ataques no momento certo. Boutsen é o quinto colocado no mundial de pilotos, ainda a frente de seu companheiro e sócio da equipe Fittipaldi, Emerson Fittipaldi;
- Em sétimo, Johansson lamentou a performance de qualificação do carro, que o impediu de pontuar. Largando mais atrás, o sueco disse depender demais de "fatos extraordinários" na corrida para conseguir pontuar. É a terceira corrida consecutiva que o sueco chega entre os oito primeiros mas não consegue pontuar. Já são seis corridas seguidas sem pontos para a Tyrant, depois do ótimo resultado em Jacarepaguá;
- Com pneus macios Mansell deu show na primeira metade da corrida, saltando de décimo sexto para quarto. No entanto, ao trocar para pneus duros não conseguiu mais brigar pela pontuação. O inglês se mostrou satisfeito com a performance de hoje, mas disse que a equipe ainda precisa trabalhar bastante para poder brigar por pontos;
- Berger reclamou a opção da Tyrant em não trocar seus pneus durante a interrupção da corrida, acreditando que pudesse brigar pelo sexto lugar se não tivesse feito o pit stop. O austríaco chegou em nono pela terceira vez na temporada e interrompeu uma sequencia de três quebras consecutivas;
- Festa nos boxes da Galaxy. Vivendo uma temporada difícil, Brundle já vinha batendo na trave do top-10 nas últimas duas corridas e agora conseguiu, comemorando seu melhor resultado na carreira. O inglês disse que para eles era uma corrida de resistência e a performance do carro foi boa dentro das possibilidades da equipe;
- Alliot foi um dos pilotos mais procurados pela imprensa após a corrida. O francês disse não se considerar culpado pelo acidente. Para ele foi um acidente de corrida, que poderia ser evitado se Boesel não tivesse mudado sua trajetória no esse de maneira tão abrupta. De qualquer forma, disse que pretende visitar Boesel e que ficou muito abalado quando soube da gravidade do acidente;
- Frank Williams e Patrick Head não deram entrevistas, mas foram vistos bastante alterados devido a performance do carro em Montreal e ao fato de seus carros não terem chegado sequer a metade da corrida. Passaram todo o sábado a tarde em reunião e a reunião se estendeu ainda durante a corrida no domingo;
- Streiff deu o show na parte de trás da corrida. Bastante chateado com a quebra no começo da corrida, o francês disse considerar que essa sim foi sua estreia na Fórmula 1, ganhando 17 posições nas 21 voltas em que esteve na pista. O estreante francês torce para que a Renault consiga melhorar sua confiabilidade e principalmente seu alto consumo para que ele possa correr mais a vontade com o carro da Rocca.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 31
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1984 - Sala de Imprensa

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum