Homenagens

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Homenagens

Mensagem  Saimon em 15/12/2012, 21:13

Tópico destinado à homenagear grandes pilotos da história da GPM, relatando suas trajetórias e estatísticas de suas carreiras.
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

R.I.P.

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:06

Pilotos Formula 1:
- Jochen Rindt / AUT (GP de Monaco, Monte Carlo, 1968)
- Graham Hill / GBR (GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, 1969)
- José Carlos Pace / BRA (GP da Grã-Bretanha, Silverstone, 1969)
- Mike Hailwood / GBR (GP da Argentina, Buenos Aires, 1971)
- Silvio Moser / SUI (GP da Alemanha, Nürburgring, 1971)
- Gijs Van Lennep / HOL (GP da Holanda, Zandvoort, 1973)
- Mark Donohue / EUA (GP da Suécia, Anderstorp, 1974)
- Carlos Reutemann / ARG (GP da Alemanha, Nürburgring, 1974)
- Vittorio Brambilla / ITA (GP da Bélgica, Zolder, 1977)
- Patrick Depailler / FRA (GP do Japão, Fuji, 1977)
- Jacky Ickx / BEL (GP da Grã-Bretanha, Brands Hatch, 1978)
- Didier Pironi / FRA (GP do Canadá, Montreal, 1982)
- Jean-Louis Schlesser / FRA (GP da Itália, Monza, 1985)

Espectadores Formula 1:
- Julian Álvarez González / ESP (GP da Espanha, Montjuïc Park, 1969)
- Alfredo Hernández Galvéz / ESP (GP da Espanha, Montjuïc Park, 1969)
- John Holloway / GBR (GP do Japão, Fuji,1977)
- Satoshi Hashima / JAP (GP do Japão, Fuji, 1977)
- Satoro Akita / JAP (GP do Japão, Fuji, 1977)

Pilotos Formula 2:
- Nanni Galli / ITA (GP do Mediterrâneo, Enna-Pergusa, 1969)
- Gilles Villeneuve / CAN (GP de Crystal Palace, Crystal Palace, 1972)
- Brian Henton / GBR (Festival de Salzburg, Salzburgring, 1973)
- Michel Leclère / FRA (Troféu Kanonloppet, Karlskoga, 1974)
- Bobby Rahal / EUA (Corrida Internacional da ADAC, Nürburgring, 1977)
- Jan Lammers / HOL (GP do Adriático, Misano, 1979)
- Mike Thackwell / NZE (Troféu Alemanha, Hockenheim, 1981)

Espectadores Formula 2:
- William Anderson / GBR (GP de Crystal Palace, Crystal Palace, 1972)
- Wendy Wilkinson / GBR (GP de Crystal Palace, Crystal Palace, 1972)


Última edição por Saimon em 17/9/2016, 11:07, editado 2 vez(es)
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Gilles Villeneuve

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:12

*1950
+1972

O lendário garoto prodígio canadense, mais jovem da história a subir ao pódium na F1, nos deixou precocemente, ficando na memória de todos como uma grande promessa que não teve tempo para brilhar.

Carreira no Automobilismo:

Até 1965: kart (campeão norte-americano), bicicross e corridas de snowmobile (campeão canadense)
1966: F3 Inglesa (1 vitória, 5º colocado)
1967: F1 (3 corridas pela Savoia, 1 pódium, 4 pontos) e F3 Inglesa (2 vitórias, 3º colocado)
1968: F1 (1 corrida pela Narnia, 1 ponto) e F3 Inglesa (3 vitórias, vice-campeão)
1969: F1 (5 corridas pela Scadufax)
1970: F-Atlantic (6 vitórias, campeão)
1971: F2 (Savoia, 1 vitória, 4º colocado)
1972: F1 (1 corrida pela Savoia) e F2 (Savoia, 1 vitória)

Carreira na Formula 1:

Legenda: Corrida - Piloto - Largada - Chegada

Savoia - 1967:
GBR - Villeneuve - 16º - 7º
BEL - Villeneuve - 12º - ab: acidente
HOL - Villeneuve - 9º - 3º

Narnia - 1968:
AFS - Villeneuve - 20º - 6º
ESP - Villeneuve - 25º - nl: acidente nos treinos

Scadufax - 1969:
ARG - Villeneuve - 9º - ab: acidente
AFS - Villeneuve - 12º - ab: carburador
ESP - Villeneuve - 14º - nl: acidente nos treinos
ITA - Villeneuve - 15º - ab: bomba de óleo
CAN - Villeneuve - 9º - ab: válvulas
EUA - Villeneuve - 13º - nl: não compareceu
MEX - Villeneuve - 13º - 10º

Savoia - 1972:
ESP - Villeneuve - 9º - ab: acidente
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jim Clark

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:20

Em homenagem ao escocês voador Jim Clark, campeão em 1969, que acaba de se aposentar, patrocinadores e amigos organizaram uma festa em Brands Hatch.

Será feita uma corrida de despedida de Clark, a qual terá uma sessão de treinos pela manhã de sábado e a corrida à tarde, de 200 km, para então à noite os comes e bebes serem servidos.

Os carros que serão utilizados na corrida foram emprestados pelo London Bank, o qual os adiquiriu através de equipes que faliram. Os motores serão emprestados pela Ford-Cosworth e os pneus cedidos pela Firestone.

Os pilotos foram convidados por Clark e pelos patrocinadores do evento. Jo Siffert, que também está se aposentando, foi convidado para também se despedir das pistas.

Inscritos para a corrida:
Jim Clark (Laguna Galbadia I)
Jo Siffert (Becker XR)
James Hunt (Esthar Ragnarok-I)
Chris Amon (BRC F-172)
Piers Courage (Vox Motor JMS1)
Brian Redman (Esthar Ragnarok-I)
Peter Gethin (Railway RH-CC 01)
Howden Ganley (Railway RH-CC 01)
Derek Bell (Black Dog 1)
Jackie Oliver (Scadufax 001)
Tim Schenken (Romani RSC69)
Reine Wisell (Hrvatska 1972 n.º 1)
Wilson Fittipaldi (Scadufax 001)
Mike Beuttler (Narnia NMR 001)
Guy Edwards (F1 GnR 1988-GnR)
David Purley (Romani SS-ROMANI 01)
Brian Henton (Romani SS-ROMANI 01)
Bob Evans (PVD Starship 68)
Ian Ashley (RWI ILL 002)

TREINOS - 1ª SESSÃO
Faz frio no Kent. A baixa temperatura da pista e dos pneus pode complicar a vida dos pilotos.
Ashley abre o treino. O britânico erra na entrada da Druids e roda, sendo obrigado a abortar a volta.
Evans, pilotando o único carro presente no evento de hoje que nunca disputou uma corrida de F1, o PVD Starship 68, crava 1'30"0.
Henton tem problemas e não consegue sair dos boxes.
Purley vira 1'29"7.
Edwards não consegue sair dos boxes. Os mecânicos tentam empurrar, mas o carro do britânico não pega.
Beuttler marca 1'29"3.
Wilson Fittipaldi vira 1'28"5.
Wisell, com o carro que usou no início da temporada de F1, faz 1'26"8.
Schenken marca 1'28"3.
Oliver não segura o carro na freada da Druids e roda. O inglês aborta a volta.
Bell vira 1'28"3.
Ganley também registra 1'28"3.
Gethin entra errado na Hawthorn e acaba rodando. O inglês é mais um a abortar a primeira tentativa.
Redman também erra no mesmo ponto e roda. Mesmo aquecendo os pneus na volta de aquecimento, os pilotos estão com dificuldades para guiar os carros.
Courage tem problemas e fica nos boxes.
Amon vem para sua volta. Ao abrir a volta rápida, o motor do neozelandês solta fumaça e o obriga a parar.
Hunt, voltando às pistas depois do acidente na África do Sul, vira 1'27"2.
Siffert marca 1'26"9.
Clark, protagonista do evento, vira 1'25"8 e marca a pole provisória.

Classificação após Volta Rápida 1:

1º Clark - 1'25"8
2º Wisell - 1'26"8
3º Siffert - 1'26"9
4º Hunt - 1'27"2
5º Schenken - 1'28"3
6º Bell - 1'28"3
7º Ganley - 1'28"3
8º W.Fittipaldi - 1'28"5
9º Beuttler - 1'29"3
10º Purley - 1'29"7
11º Evans - 1'30"0
12º Ashley - sem tempo
13º Henton - sem tempo
14º Edwards - sem tempo
15º Oliver - sem tempo
16º Gethin - sem tempo
17º Redman - sem tempo
18º Courage - sem tempo
19º Amon - sem tempo

TREINOS - 2ª SESSÃO
Algumas nuvens estacionam sobre o circuito, gerando possibilidade de chuva.
Ashley abre a segunda parte dos treinos virando 1'29"8, décimo primeiro tempo.
Evans marca 1'29"8 e não consegue recuperar a posição perdida.
O carro de Henton não pôde ser consertado a tempo e o britânico está fora.
Purley erra na freada da Hawthorn e vira apenas 1'30"5.
Edwards, conseguindo finalmente vir para a pista, registra 1'29"2, nono tempo.
Beuttler marca 1'29"1 e recupera a posição.
Wilson Fittipaldi melhora para 1'28"4, mas fica na mesma posição.
Wisell vira 1'26"6 e segue em segundo.
Schenken crava 1'28"0 e continua em quinto.
Oliver marca 1'28"8, nono tempo.
Bell crava 1'28"0 e segue em sexto.
Ganley vira 1'28"2 e não melhora sua posição.
Gethin vem para a pista e faz 1'27"7, quinto tempo.
Redman marca 1'27"7, ficando em sexto.
Courage consegue vir para a pista e vira 1'27"4, quinto tempo.
Os mecânicos não conseguem consertar o carro de Amon e o neozelandês está fora.
Hunt erra na entrada da Druids, espalha na curva e aborta a volta.
Siffert marca 1'26"6 e apenas iguala Wisell, ficando com a terceira posição.
Clark fecha o treino confirmando a pole com o tempo de 1'25"5. Parece que o escocês não está para brincadeiras em sua despedida, colocando mais de 1 segundo de diferença para o segundo colocado.

Classificação Final:

1º Clark (Laguna) 1'25"5
2º Wisell (Hrvatska) 1'26"6
3º Siffert (Becker) 1'26"6
4º Hunt (Esthar) 1'27"2
5º Courage (Vox Motor) 1'27"4
6º Gethin (Railway) 1'27"7
7º Redman (Esthar) 1'27"7
8º Schenken (Romani) 1'28"0
9º Bell (Black Dog) 1'28"0
10º Ganley (Railway) 1'28"2
11º W.Fittipaldi (Scadufax) 1'28"4
12º Oliver (Scadufax) 1'28"8
13º Beuttler (Narnia) 1'29"1
14º Edwards (F1 GnR) 1'29"2
15º Purley (Romani) 1'29"7
16º Ashley (RWI) 1'29"8
17º Evans (PVD) 1'29"8
18º Henton (Romani) sem tempo
19º Amon (BRC) sem tempo

CORRIDA
Céu encoberto e frio na tarde de sábado. Apesar do tempo, boa parte dos convidados da festa se encontra nos camarotes e nas arquibancadas, se aquecendo com um bom chá, embora sejam apenas duas da tarde.
Os carros são alinhados no grid. Clark é o primeiro a dar partida no motor. Todos se preparam para a largada.

Largada: Clark - Wisell - Siffert - Hunt - Courage - Gethin - Redman - Schenken - Bell - Ganley - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Edwards - Purley - Ashley - Evans - Henton - Amon

Bandeira verde, começa a corrida! Clark dispara na frente. Wisell segura Siffert e mantém a segunda posição. Bell deixa Schenken para trás na Paddock Hill. Amon vem pra cima ganha várias posições na largada. Ashley anda alguns metros e encosta, com problemas. Redman pressiona Gethin. Amon pega o vácuo e joga por dentro na Hawthorn, passando Edwards. O inglês, depois, entra errado na Stirling's, espalha, vai para a grama e volta em último.

Fim da 1ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Hunt - Courage - Gethin - Redman - Bell - Schenken - Ganley - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Amon - Purley - Henton - Evans - Edwards - Ashley(fora)

Redman vem no vácuo de Gethin e joga por dentro na Paddock Hill, fazendo a ultrapassagem. Gethin ainda tenta recuperar na Druids, mas Redman segura. Ganley vem pra cima de Schenken, colando no australiano na reta e jogando por dentro na Hawthorn, conseguindo a ultrapassagem. Clark abre na frente. Amon deixa Beuttler para trás, vindo por dentro na Hawthorn. O neozelandês já vem pressionando Oliver.

Fim da 2ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Hunt - Courage - Redman - Gethin - Bell - Ganley - Schenken - W.Fittipaldi - Oliver - Amon - Beuttler - Purley - Henton - Evans - Edwards

Clark segue abrindo. Siffert não consegue acompanhar Wisell. Ganley vem pra cima de Bell. Fittipaldi pressiona Schenken. Amon pega o vácuo e passa Oliver na Hawthorn. No mesmo ponto, Henton deixa Purley para trás. Edwards cola em Evans.

Fim da 3ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Hunt - Courage - Redman - Gethin - Bell - Ganley - Schenken - W.Fittipaldi - Amon - Oliver - Beuttler - Henton - Purley - Evans - Edwards

Hunt erra na freada da Hawthorn e espalha, perdendo posições para Courage, Redman e Gethin. Bell segura Ganley. Fittipaldi segue pressionando Schenken, enquanto Amon se aproxima. Edwards vem por dentro na Hawthorn e passa Evans.

Fim da 4ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Hunt - Bell - Ganley - Schenken - W.Fittipaldi - Amon - Oliver - Beuttler - Henton - Purley - Edwards - Evans

Ganley vem na cola de Bell e consegue tirar de lado e retardar a freada na Hawthorn, fazendo a ultrapassagem. Amon cola em Fittipaldi. Edwards vem pra cima de Purley.

Fim da 5ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Hunt - Ganley - Bell - Schenken - W.Fittipaldi - Amon - Oliver - Beuttler - Henton - Purley - Edwards - Evans

Hunt ataca Gethin, tentando recuperar as posições perdidas. Clark segue firme na ponta. Wisell vai se distanciando aos poucos de Siffert. Courage não consegue chegar no suíço. Edwards vem pra cima de Purley na Hawthorn, mas o inglês fecha e os dois batem. Edwards tinha pouco espaço, mas Purley poderia ter aliviado em um dia de festa como hoje. Ambos felizmente estão bem. Amon pressiona Fittipaldi.

Fim da 6ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Hunt - Ganley - Bell - Schenken - W.Fittipaldi - Amon - Oliver - Beuttler - Henton - Evans - Purley(fora) - Edwards(fora)

Hunt vem com tudo pra cima de Gethin e joga por dentro na Paddock Hill, emparelhando para a entrada da Druids, onde completa a manobra e passa. Amon vem no vácuo de Fittipaldi e vem por dentro na Hawthorn, fazendo a ultrapassagem.

Fim da 7ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Hunt - Gethin - Ganley - Bell - Schenken - Amon - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Schenken sai torto da Paddock Hill e não consegue controlar o carro na freada da Druids, rodando e batendo de traseira no muro de proteção. Felizmente tudo bem com o piloto. Hunt agora vem pra cima de Redman.

Fim da 8ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Hunt - Gethin - Ganley - Bell - Amon - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans - Schenken(fora)

Clark segue soberano na ponta e vai abrindo. Redman segura Hunt. Amon vem chegando em Bell.

Fim da 9ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Hunt - Gethin - Ganley - Bell - Amon - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Wisell vem bem na segunda posição, pilotando o único carro presente que disputou corrida de F1 neste ano.
Redman segue segurando Hunt. Amon chega em Bell.
Amon pressiona Bell.
Forçando na Druids, Hunt consegue passar Redman. Os dois chegam a se tocar de leve. Bell segura Amon.

Fim da 13ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Hunt - Redman - Gethin - Ganley - Bell - Amon - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Amon vem no vácuo de Bell e joga por dentro na Paddock Hill, fazendo a ultrapassagem.

Fim da 14ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Hunt - Redman - Gethin - Ganley - Amon - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Amon segue rápido e se aproxima de Ganley.
Hunt vem chegando em Courage.
Clark segue firme na ponta. O escocês pilota como se estivesse disputando um título.
Hunt tem problemas e vem lento pela pista até parar próximo à Hawthorn. Fim de corrida para o jovem inglês.

Fim da 18ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Ganley - Amon - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans - Hunt(fora)

Amon cola em Ganley e pressiona.

Fim da 19ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Ganley - Amon - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Amon vem no vácuo de Ganley e retarda a freada na Hawthorn, fazendo a ultrapassagem por dentro.

Fim da 20ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans

Clark já vem se aproximando de Evans para dar volta.
Amon agora vai à caça de Gethin.

Fim da 22ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton - Evans(1)

Amon vem chegando em Gethin.

Fim da 23ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler - Henton(1) - Evans(1)

Wisell, segundo, mantém ritmo constante e não deixa Siffert se aproximar. Courage não consegue chegar no suíço e vai ficando para trás. Gethin vê Amon se aproximando.
Amon chega em Gethin.

Fim da 25ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - W.Fittipaldi - Oliver - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Wilson Fittipaldi tem problemas e abandona a prova. Amon pressiona Gethin.

Fim da 26ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - Oliver - W.Fittipaldi(fora) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Gethin segura Amon.

Fim da 27ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Gethin - Amon - Ganley - Bell - Oliver - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1) - W.Fittipaldi(fora)

Amon vem na cola de Gethin e consegue jogar por dentro na freada da Hawthorn, deixando o inglês para trás.

Fim da 28ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon - Gethin - Ganley - Bell - Oliver - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Amon segue rápido e tira diferença para Redman.
Clark vai abrindo caminho rumo à vitória.

Fim da 30ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon - Gethin - Ganley - Bell - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Bell solta fumaça e é obrigado a deixar a prova.

Fim da 31ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon - Gethin - Ganley - Bell(fora) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Amon vem chegando em Redman.

Fim da 32ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon - Gethin - Ganley - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1) - Bell(fora)

Amon chega em Redman.

Fim da 33ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon - Gethin - Ganley - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Amon pressiona. Redman fecha na Hawthorn.
O neozelandês tenta pegar o vácuo para dar o bote na Hawthorn, mas Redman foge e fecha o lado de dentro.
Amon desta vez consegue vir por dentro antes que Redman conseguisse fechar e retarda a freada na Hawthorn, fazendo a ultrapassagem e assumindo a quinta posição.

Fim da 36ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Amon - Redman - Gethin - Ganley - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Amon agora vem chegando em Courage. Corrida espetacular do neozelandês.
Courage já consegue ver Amon em seu retrovisor.
Enquanto isso, Clark segue o mais rápido da pista, embora a corrida mais pareça um passeio para o escocês.
Amon vem chegando em Courage.

Fim da 40ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Amon - Redman - Gethin - Ganley(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Amon segue se aproximando de Courage.
O neozelandês vinha bem até que seu motor estoura pouco antes da Hawthorn. Fim de prova para Amon, que fazia grande apresentação.

Fim da 42ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman - Amon(fora) - Gethin(1) - Ganley(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1)

Clark segue passeando na pista e os fãs presentes nas arquibancadas já celebram a vitória na despedida do ídolo.

Fim da 43ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman(1) - Gethin(1) - Ganley(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(1) - Amon(fora)

Os pilotos aliviam os ritmos para chegar até o fim da prova. Ganley segue pisando fundo, tentando alcançar ao menos a sexta posição.

Fim da 44ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman(1) - Gethin(1) - Ganley(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(1) - Evans(2)

Bandeiras escocesas são agitadas em todos os cantos da arquibancada. Cartazes com a foto do ídolo e a mensagem "Thanks Clark" são mostrados. Falta só a confirmação de uma grande vitória para completar a festa.
Clark vai deixando os retardatários para trás e se aproximando da bandeirada.

Fim da 46ª Volta: Clark - Wisell - Siffert - Courage - Redman(1) - Gethin(1) - Ganley(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Henton(2) - Evans(2)

Clark vem para os metros finais de sua carreira nas pistas. Ganley tem problemas e vai se arrastando. Clark cruza a linha de chegada em primeiro e conquista uma vitória esmagadora na sua despedida. Apenas Wisell e Siffert, ambos indo ao pódium, não tomaram volta do escocês. Courage, Redman e Gethin completam os seis primeiros. Ganley se arrasta e consegue trazer o carro até o final, embora perdendo posições para Oliver e Beuttler. Muita festa em Brands Hatch, em homenagem à grande carreira do escocês voador.

Fim da Corrida: Clark - Wisell - Siffert - Courage(1) - Redman(1) - Gethin(1) - Oliver(1) - Beuttler(1) - Ganley(2) - Henton(2) - Evans(2)

Classificação Final:

1º Jim Clark (Laguna) 47 voltas
2º Reine Wisell (Hrvatska) 47 voltas
3º Jo Siffert (Becker) 47 voltas
4º Piers Courage (Vox Motor) 46 voltas
5º Brian Redman (Esthar) 46 voltas
6º Peter Gethin (Railway) 46 voltas
7º Jackie Oliver (Scadufax) 46 voltas
8º Mike Beuttler (Narnia) 46 voltas
9º Howden Ganley (Railway) 45 voltas
10º Brian Henton (Romani) 45 voltas
11º Bob Evans (PVD) 45 voltas

Abandonos:
Chris Amon (BRC) 41 voltas
Derek Bell (Black Dog) 30 voltas
Wilson Fittipaldi (Scadufax) 25 voltas
James Hunt (Esthar) 17 voltas
Tim Schenken (Romani) 7 voltas
David Purley (Romani) 5 voltas
Guy Edwards (F1 GnR) 5 voltas
Ian Ashley (RWI) 0 voltas

Após a bela vitória na corrida de despedida, uma grande festa foi dada no Paddock de Brands Hatch, com presença de pilotos, ex-pilotos, celebridades e outros convidados. E foi noite a dentro.

Deixa a F1 o escocês voador Jim Clark.

Carreira na F1:

71 inscrições, 66 GPs, 5 não participações
1 título (1969), 6 vitórias, 9 poles, 17 pódiums, 130 pontos

Legenda: Corrida - Piloto - Largada - Chegada

SPO Classic - 1967:
AFS - Clark - 4º - ab: válvulas
MON - Clark - 5º - ab: motor de arranque/acidente
GBR - Clark - 1º - ab: acidente
BEL - Clark - 15º - nl: não compareceu
HOL - Clark - 7º - nl: não compareceu
ALE - Clark - 7º - nl: não compareceu
MEX - Clark - 9º - nl: não compareceu

Safety Car - 1967:
POR - Clark - 10º - 9º
ESP - Clark - 1º - ab: pneu furado/acidente
FRA - Clark - 1º - 1º
ITA - Clark - 1º - 1º

Safety Car - 1968:
AFS - Clark - 6º - 1º
ESP - Clark - 3º - 4º
MON - Clark - 3º - 3º
BEL - Clark - 3º - ab: acidente
GBR - Clark - 1º - 3º
ITA - Clark - 3º - 3º
MEX - Clark - 5º - 3º
EUA - Clark - 1º - 5º
CAN - Clark - 4º - ab: carburador

Safety Car - 1969:
ARG - Clark - 3º - 2º
AFS - Clark - 5º - ab: carburador
ESP - Clark - 5º - ab: carburador
MON - Clark - 4º - ab: bomba de combustível
BEL - Clark - 1º - 2º
HOL - Clark - 1º - 3º
FRA - Clark - 1º - ab: suspensão
GBR - Clark - 3º - 1º
ALE - Clark - 4º - ab: mangueira de combustível
ITA - Clark - 3º - 2º
CAN - Clark - 3º - ab: acidente
EUA - Clark - 3º - 1º
MEX - Clark - 2º - 2º

Esthar - 1970:
AFS - Clark - 5º - nl: não compareceu
ESP - Clark - 7º - ab: embreagem

Black Eagle - 1970:
BEL - Clark - 5º - ab: vazamento de óleo
HOL - Clark - 5º - ab: cabeçote
FRA - Clark - 3º - ab: acidente
GBR - Clark - 6º - ab: bomba de combustível
ALE - Clark - 4º - 2º
AUT - Clark - 6º - 10º
ITA - Clark - 4º - 4º
CAN - Clark - 7º - ab: acidente
EUA - Clark - 6º - 5º
MEX - Clark - 5º - ab: suspensão/acidente

MacLeod - 1971:
ARG - Clark - 9º - ab: câmbio
AFS - Clark - 7º - ab: vazamento de óleo
ESP - Clark - 2º - 2º
MON - Clark - 5º - ab: prob. elétrico
BEL - Clark - 21º - 5º
HOL - Clark - 7º - 13º
FRA - Clark - 7º - 5º
GBR - Clark - 6º - ab: válvulas
ALE - Clark - 4º - ab: acidente
AUT - Clark - 11º - ab: câmbio
ITA - Clark - 7º - ab: bomba de combustível
CAN - Clark - 7º - ab: vazamento de água
EUA - Clark - 6º - 1º

Granata - 1972:
ARG - Clark - 5º - ab: câmbio
BRA - Clark - 6º - ab: câmbio
AFS - Clark - 6º - ab: bomba de óleo
ESP - Clark - 12º - 6º
MON - Clark - 5º - ab: câmbio

Gallop - 1972:
BEL - Clark - 14º - 6º
FRA - Clark - 10º - 5º
GBR - Clark - 26º - 9º
ALE - Clark - 16º - ab: câmbio
AUT - Clark - 15º - ab: vazamento de água
ITA - Clark - 11º - ab: cabeçote
CAN - Clark - 12º - 9º
EUA - Clark - 11º - 5º
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jackie Stewart

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:22

Despediu-se das pistas o maior campeão da história da GPM, o escocês Jackie Stewart. O britânico conquistou três títulos mundiais, que poderiam ter sido mais não fosse o famoso azar do piloto.

Estatísticas na F1:
GPs: 102
Títulos: 3 (1970, 1972, 1974)
Vitórias: 39
Poles: 52
Pódiums: 54
Pontos: 439
Abandonos: 41

Carreira na F1:

Legenda: Corrida - Piloto - Largada - Chegada

Esthar - 1967
AFS - Stewart - 3º - 1º
MON - Stewart - 13º - nl: não compareceu
GBR - Stewart - 5º - ab: freios
BEL - Stewart - 13º - 6º
HOL - Stewart - 13º (no) - 6º
ALE - Stewart - 5º - 7º
MEX - Stewart - 1º - 1º
EUA - Stewart - 13º (no) - 2º
CAN - Stewart - 6º - 2º
POR - Stewart - 2º - 3º
ESP - Stewart - 14º (no) - 5º
FRA - Stewart - 4º - ab: acidente
ITA - Stewart - 2º - 3º

Esthar - 1968
AFS - Stewart - 1º - ab: bomba de combustível
ESP - Stewart - 1º - 2º
MON - Stewart - 1º - 1º
BEL - Stewart - 1º - 2º
HOL - Stewart - 16º - 6º
ALE - Stewart - 1º - nl: não compareceu
AUT - Stewart - 2º - ab: acidente
FRA - Stewart - 1º - 3º
ITA - Stewart - 2º - ab: alternador
MEX - Stewart - 1º - 1º
EUA - Stewart - 17º(no) - 6º
CAN - Stewart - 2º - ab: alternador

Esthar - 1969
ARG - Stewart - 2º - ab: acelerador
AFS - Stewart - 1º - ab: câmbio
ESP - Stewart - 3º - ab: suspensão
MON - Stewart - 3º - ab: carburador
HOL - Stewart - 3º - 4º
FRA - Stewart - 21º(no) - ab: freios
GBR - Stewart - 21º(no) - ab: motor

Savoia - 1969
ALE - Stewart - 1º - 1º
ITA - Stewart - 1º - 1º
CAN - Stewart - 2º - 1º
EUA - Stewart - 1º - ab: motor
MEX - Stewart - 3º - 1º

Savoia - 1970
AFS - Stewart - 1º - 2º
ESP - Stewart - 2º - ab: acidente
MON - Stewart - 2º - 1º
BEL - Stewart - 1º - 3º
HOL - Stewart - 1º - 1º
FRA - Stewart - 1º - 1º
GBR - Stewart - 1º - ab: motor
ALE - Stewart - 1º - ab: barra de direção
AUT - Stewart - 2º - 1º
ITA - Stewart - 1º - 1º
CAN - Stewart - 1º - ab: câmbio
EUA - Stewart - 1º - 1º
MEX - Stewart - 2º - ab: freios

Savoia - 1971
ARG - Stewart - 1º - 2º
AFS - Stewart - 1º - ab: pressão do óleo
ESP - Stewart - 3º - ab: câmbio
MON - Stewart - 1º - ab: válvulas
BEL - Stewart - 2º - 1º
HOL - Stewart - 1º - ab: câmbio
FRA - Stewart - 1º - 1º
GBR - Stewart - 22º - ab: alternador
ALE - Stewart - 1º - 1º
AUT - Stewart - 2º - ab: porca de roda/acidente
ITA - Stewart - 2º - 1º
CAN - Stewart - 1º - 1º
EUA - Stewart - 1º - ab: motor

Savoia - 1972
BRA - Stewart - 2º - 1º
AFS - Stewart - 1º - ab: pressão do óleo
ESP - Stewart - 3º - ab: motor
MON - Stewart - 2º - ab: suspensão/acidente
BEL - Stewart - 1º - 1º
FRA - Stewart - 1º - 1º
GBR - Stewart - 1º - ab: prob. elétrico
ALE - Stewart - 3º - 2º
AUT - Stewart - 1º - nl: ignição
ITA - Stewart - 2º - ab: freios
CAN - Stewart - 1º - 1º
EUA - Stewart - 2º - 1º

Savoia - 1973
ARG - Stewart - 3º - 1º
BRA - Stewart - 2º - ab: câmbio
AFS - Stewart - 3º - ab: acelerador
ESP - Stewart - 4º - 4º
BEL - Stewart - 4º - ab: motor
MON - Stewart - 6º - ab: vazamento de óleo
SUE - Stewart - 1º - 3º
FRA - Stewart - 2º - 1º
GBR - Stewart - 1º - 1º
HOL - Stewart - 1º - ab: motor
ALE - Stewart - 2º - 2º
AUT - Stewart - 2º - ab: motor
ITA - Stewart - 1º - ab: bomba de óleo
CAN - Stewart - 4º - 1º
EUA - Stewart - 1º - 1º

Savoia - 1974
ARG - Stewart - 1º - 3º
BRA - Stewart - 1º - ab: suspensão
AFS - Stewart - 1º - 1º
ESP - Stewart - 1º - 1º
BEL - Stewart - 1º - 1º
MON - Stewart - 1º - 1º
SUE - Stewart - 2º - ab: motor
HOL - Stewart - 22º - 3º
FRA - Stewart - 1º - 1º
GBR - Stewart - 2º - 1º
ALE - Stewart - 1º - 1º
AUT - Stewart - 1º - 1º
ITA - Stewart - 1º - 1º
CAN - Stewart - 1º - 1º
EUA - Stewart - 1º - ab: pane elétrica
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Patrick Depailler

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:24

Carismático fora das pistas e agressivo dentro delas, Patrick Depailler deixa saudades aos companheiros de paddock e aos fãs da Formula 1.
Nascido em Clermont-Ferrand, França, 1944, o jovem Patrick passou por algumas categorias juniores no pós-guerra europeu até chegar na Formula 2 em 1968. Em seu ano de estréia, Depailler obteve como melhor resultado um quarto lugar em Jarama, numa época em que pilotos oficiais de F1 participavam constantemente da F2.
No ano seguinte, sua estréia na F1, em Mônaco: pilotando o terceiro carro da equipe Safety Car, um modelo defasado de 1967, Depailler consegue a sexta posição de forma brilhante, em meio a um temporal. Paralelamente, Depailler disputou o campeonato de F2 pela equipe Matra, onde obteve como melhor resultado um quinto lugar novamente em Jarama. Ainda durante o ano, disputou mais uma corrida de F1, em sua terra natal Clermont-Ferrand. Correndo com um Scadufax, o francês não conseguiu completar a prova.
Em 1970, Depailler não consegue vaga na F1 e dedica-se à F2, pela equipe Brabham. O francês vence de forma espetacular o Troféu Londres debaixo de chuva, após ter largado na décima primeira posição, confirmando sua habilidade em piso molhado. Porém, vários acidentes durante a temporada lhe impedem de conquistar mais do que o terceiro lugar no campeonato.
No ano de 1971, Depailler segue na F2, agora pela equipe Dobson. O francês mostra ser muito rápido, porém a temporada é mais uma vez marcada por acidentes e quebras. As coisas melhoram no final do ano quando Surtees anuncia sua aposentadoria e Depailler o substitui na equipe oficial da Dobson na F1. Os resultados não foram animadores, não conseguindo chegar nos pontos, embora tenha conseguido sua melhor posição de largada da carreira, o quarto lugar em Mosport Park. Ainda no final do ano, Depailler vence o GP de Roma e termina o campeonato de F2 novamente em terceiro. O bom desempenho, embora inconstante, lhe garante um lugar na equipe Granata de F1 para a temporada seguinte.
Na Granata, Depailler vive novamenta altos e baixos mas consegue seu primeiro pódium na F1, com o terceiro lugar na África do Sul. O francês ainda consegue pontuar em mais três ocasiões e termina o campeonato na décima segunda posição. O desempenho não foi suficiente para a Granata, que o substituiu ao final da temporada pelo jovem talento James Hunt.
Em 1973, Depailler faz algumas corridas em carros de turismo até que retorna à F1 pela equipe independente Hesketh, em Silverstone. Pilotando um Dobson defasado, Depailler surpreende e pontua duas vezes em quatro corridas. O desempenho chama a atenção de Frank Williams, que o contrata para as últimas três corridas do ano. Pilotando um Savoia defasado, Depailler pontua na Itália e garante um lugar na equipe para a temporada seguinte.
Já em 1974, as corridas não vão tão bem como esperado. Várias quebras impedem Depailler de chegar nos pontos durante o ano, ficando no quase algumas vezes. Os pontos acabam vindo apenas na última corrida, com um quinto lugar em Watkins Glen.
A entrada da equipe STR dá nova vida ao piloto, que o contrata por duas temporadas. A novata surpreende com um carro razoavelmente competitivo, que permite Depailler conquistar seu segundo pódium, em uma corrida com chuva em Zolder. O francês ainda pontua mais duas vezes e termina o campeonato na décima segunda posição.
Na temporada seguinte o desempenho não se repete. Mesmo largando constantemente entre os dez primeiros, Depailler não consegue mais do que um sexto lugar em Mônaco. No entanto, os anos na STR marcaram claramente uma evolução do piloto, que se tornou mais consistente. Percebendo isso, a equipe francesa Bleutter, patrocinada pelos cigarros Gitanes, vê no piloto sua imagem ideal e o contrata por duas temporadas.
O ano de 1977 é o ápice da carreira de Depailler na F1, onde embora tenha cometido alguns erros, conseguiu terminar várias vezes nos pontos e, em uma corrida fantástica sob chuva em Watkins Glen, conquistou seu terceiro pódium, o primeiro da equipe.
De forma trágica, nos treinos para o GP do Japão, no encerramento da temporada, Depailler sofre um acidente que acaba custando sua vida e de mais três espectadores. Um triste fim para uma carreira promissora e que começava a engrenar, embora tardiamente.
Exalando garra, força de vontade e perseverança, Depailler deixa seu legado ao automobilismo. Os finais de semana no paddock não serão mais os mesmos sem o carismático Patrick.

Carreira na F1:
84 GPs, 3 pódiums, 38 pontos

Legenda: Corrida - Piloto - Largada - Chegada

1969 - Safety Car
MON - Depailler - 21º - 6º

1969 - Scadufax
FRA - Depailler - 12º - ab: embreagem

1971 - Dobson
ITA - Depailler - 8º - 8º
CAN - Depailler - 4º - ab: suspensão/acidente
EUA - Depailler - 7º - 10º

1972 - Granata
BRA - Depailler - 7º - 7º
AFS - Depailler - 11º - 3º
ESP - Depailler - 15º - nl: embreagem
MON - Depailler - 12º - ab: acidente
BEL - Depailler - 11º - ab: acidente
FRA - Depailler - 11º - 6º
GBR - Depailler - 7º - ab: acidente
ALE - Depailler - 10º - 6º
AUT - Depailler - 8º - 8º
ITA - Depailler - 7º - ab: acidente
CAN - Depailler - 13º - 5º
EUA - Depailler - 12º - ab: radiador

1973 - Hesketh/Dobson
GBR - Depailler - 19º - 6º
HOL - Depailler - 11º - ab: diferencial
ALE - Depailler - 11º - 9º
AUT - Depailler - 15º - 5º

1973 - Williams/Savoia
ITA - Depailler - 14º - 6º
CAN - Depailler - 15º - ab: acidente
EUA - Depailler - 13º - 8º

1974 - Williams/Savoia
ARG - #21 - Depailler - 10º - ab: motor
BRA - #21 - Depailler - 12º - 7º
AFS - #21 - Depailler - 8º - 9º
ESP - #21 - Depailler - 13º - 9º
BEL - #21 - Depailler - 11º - ab: acidente
MON - #21 - Depailler - 11º - 10º(suspensão)
SUE - #21 - Depailler - 13º - ab: acelerador
HOL - #21 - Depailler - 15º - ab: freios
FRA - #21 - Depailler - 15º - ab: acelerador
GBR - #21 - Depailler - 12º - ab: câmbio
ALE - #21 - Depailler - 16º - 11º
AUT - #21 - Depailler - 11º - 10º
ITA - #21 - Depailler - 14º - 7º
CAN - #21 - Depailler - 11º - ab: câmbio
EUA - #21 - Depailler - 13º - 5º

1975 - STR
ARG - #20 - Depailler - 15º - 8º
BRA - #20 - Depailler - 8º - 8º
AFS - #20 - Depailler - 12º - 6º
ESP - #20 - Depailler - 10º - 7º
MON - #20 - Depailler - 20º - ab: suspensão
BEL - #20 - Depailler - 9º - 3º
HOL - #20 - Depailler - 22º - ab: freios
FRA - #20 - Depailler - 11º - 7º
GBR - #20 - Depailler - 9º - ab: pane elétrica
ALE - #20 - Depailler - 18º - 5º
AUT - #20 - Depailler - 7º - ab: acidente
SUI - #20 - Depailler - 12º - 10º
ITA - #20 - Depailler - 9º - ab: bomba de combustível
CAN - #20 - Depailler - 11º - ab: suspensão
EUA - #20 - Depailler - 11º - ab: radiador

1976 - STR
BRA - #20 - Depailler - 19º - ab: acidente
AFS - #20 - Depailler - 15º - ab: acidente
OEU - #20 - Depailler - 19º - nl: não compareceu
MON - #20 - Depailler - 14º - 6º
SUE - #20 - Depailler - 14º - ab: câmbio
FRA - #20 - Depailler - 10º - 10º
GBR - #20 - Depailler - 13º - 10º
ALE - #20 - Depailler - 11º - 9º
AUT - #20 - Depailler - 26º - 9º
HOL - #20 - Depailler - 8º - 10º
ITA - #20 - Depailler - 9º - 8º
CAN - #20 - Depailler - 14º - ab: acidente
LEU - #20 - Depailler - 10º - 10º
JAP - #20 - Depailler - 9º - 8º

1977 - Bleutter
ARG - #14 - Depailler - 9º - 7º
BRA - #14 - Depailler - 17º - ab: porca de roda
AFS - #14 - Depailler - 7º - 11º
OEU - #14 - Depailler - 13º - 5º
ESP - #14 - Depailler - 10º - 7º
MON - #14 - Depailler - 12º - 5º
BEL - #14 - Depailler - 26º - 12º
SUE - #14 - Depailler - 16º - 14º
FRA - #14 - Depailler - 9º - ab: bomba de combustível
GBR - #14 - Depailler - 7º - 5º
ALE - #14 - Depailler - 7º - ab: acidente
AUT - #14 - Depailler - 7º - 6º
HOL - #14 - Depailler - 10º - 9º
ITA - #14 - Depailler - 9º - 6º
LEU - #14 - Depailler - 10º - 3º
CAN - #14 - Depailler - 11º - 4º
JAP - #14 - Depailler - 24º - nl: acidente fatal nos treinos
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ronnie Peterson

Mensagem  Saimon em 10/1/2013, 23:27

Nas pistas, agressivo; fora delas, frio. De personalidade única, Ronnie Peterson foi um dos melhores pilotos que a F1 já viu. Seu estilo de conduzir arrebatou fãs no mundo todo e conquistou principalmente os corações dos tifosi.

Sua história no automobilismo começa ao deixar a Suécia para ir disputar a Formula 3 Inglesa, aos 21 anos, em 1965. Após um ano de adaptação, Peterson consegue o título em 1966 e chama a atenção das equipes de F1. Numa época onde o grid era povoado por pilotos lendários, Peterson consegue uma vaga na mediana Narnia para a disputa da temporada de 1967.

O sueco surpreende a todos com duas poles, em Kyalami e Mônaco, mostrando seu talento nato e rapidez pura nas classificações. Apesar de novato, Peterson faz uma temporada consistente, com dois pódiums, em Silverstone e Nürburgring. O sueco termina em quinto lugar no campeonato.

Na temporada seguinte, Peterson continua na Narnia, porém a equipe vem em processo gradativo de falência, devido à administração excêntrica de seu chefe de equipe, que corria com quatro carros a despeito dos custos. O fim da equipe não demora a acontecer, após o GP da Espanha, segunda corrida da temporada. Peterson viu-se desempregado e teve que bater à porta das outras equipes para continuar na F1. Conseguiu uma vaga na Safety Car por quatro corridas, onde fez boas apresentações, marcando pontos em três e subindo no pódium em Rouen. Nas corridas seguintes, acabou ficando sem carro, pois Clark e Andretti mantiveram-se como titulares, enquanto os dois outros carros da equipe foram alugados para pilotos locais em cada prova.

As boas apresentações de Peterson renderam-lhe um lugar de titular na scuderia Romani para 1969. No entanto, mais uma vez o sueco vê-se em uma equipe com dificuldades financeiras, sucumbindo após o GP de Mônaco, sem ter conseguido marcar pontos naquele ano. Peterson passa o resto da temporada procurando vaga em outra equipe, mas consegue apenas um contrato com a independente Granata para 1970, que correria com chassis Savoia, embora estivesse desenvolvendo um chassi próprio para estrar na metade do ano.

Com um bom equipamento em mãos, chega à sua primeira vitória, em Jarama. Em uma atuação brilhante na chuva, o sueco toma a ponta no início e, embora um erro lhe relegue para o terceiro lugar ainda no começo da prova, consegue recuperar-se passando Surtees e Emerson Fittipaldi no fim da prova, com uma belíssima ultrapassagem sobre o brasileiro. Fora a primeira e única vitória de um time independente na F1.
Peterson consegue mais um pódium em Mônaco e segue com boas apresentações até a estréia do chassi Granata, no GP da Grã-Bretanha. O chassi revela-se pouco competitivo, porém Peterson termina quatro vezes nos pontos e termina o campeonato na quinta colocação.

O contrato é renovado para 1971 com a Granata. No entanto, Peterson tem um início de campeonato irregular, marcado por erros e acidentes. Críticas chovem sobe o sueco, que em silêncio responde na pista: na chuva em Österreichring, Peterson tem outra atuação brilhante e, contando com uma estratégia diferente das demais equipes, vence a corrida de forma incontestável, sem parar nos boxes. A vitória, somada a um quarto lugar na Itália e um sexto conquistado na África do Sul no início da temporada, lhe dão apenas o nono lugar no campeonato. Porém, as excelentes performances do sueco chamam a atenção da Savoia, que lhe garante um lugar para a temporada seguinte.

Peterson tinha tudo para fazer uma grande temporada em 1972. A equipe Savoia acabou não participando do GP da Argentina, por problemas logísticos com seus equipamentos, mas o sueco marcou a pole no Brasil e chegou em segundo, atrás de seu companheiro Stewart. No entanto, um acidente nos treinos em Kyalami lhe deixa com uma perna fraturada e o sueco fica fora de boa parte da temporada. Peterson volta com tudo no GP da Alemanha, marcando a pole, porém o motor quebra e uma vitória certa acaba não acontecendo. Nas etapas seguintes, o sueco marca mais duas poles e termina mais duas vezes no pódium, fechando a temporada na sétima posição.

Para 1973, Peterson recebe uma proposta milionária da equipe Dobson e se muda para o time inglês. O sueco continua a apresentar performances magníficas, porém as quebras constantes e alguns acidentes lhe impedem de conquistar mais do que duas vitórias, vendo seu companheiro Emerson Fittipaldi ser campeão.

Ao final de 1973, a FIA anuncia mudanças no regulamento técnico, provocando um conflito da equipe Dobson com a entidade. Após uma batalha nos bastidores, e também enfraquecida pela crise econômica que provocou a desistência de várias equipes neste período, a Dobson decide abandonar a F1 e Peterson se vê outra vez sem vaga. Com as demais equipes já fechadas para 1974, o sueco é obrigado a tirar um ano sabático. Procurando manter-se ocupado, aceita o desafio da Porsche e vence as 24 Horas de Le Mans, ao lado de Herbert Müller, superando o favorito Matra-Simca de Jean-Pierre Jabouille e François Migault.
Ao final de 1974, a dupla de Savoia, Stewart e Hulme, se aposenta, abrindo as portas da equipe italiana novamente para o sueco. O commendatore Giorgio Montone não hesita em lhe oferecer um vantajoso contrato, colocando-o na posição de primeiro piloto da equipe.

Peterson conquista quatro vitórias em 1975, porém uma temporada irregular marcada por alguns acidentes lhe impede de conseguir mais do que o quarto lugar no campeonato, vencido pela constância de Jacques Laffite. Na Espanha, um enrosco entre Peterson e Lauda dá início a uma das maiores rivalidades da história da F1. Dali em diante os dois passariam a "se bicar" todas as vezes que se encontravam na pistas, trocando provocações também depois das provas.

Na temporada de 1976, Peterson tem talvez um seus melhores anos, vencendo seis corridas. Porém as quebras são o vilão desta vez. O sueco leva a decisão para a última prova, no Japão, mas abandona devido uma quebra no câmbio e vê o rival Niki Lauda conquistar seu primeiro título.

Em 1977 a história se repete. Conquistando quatro vitórias, mas tendo várias quebras e acidentes ao longo do ano, incluindo um novo enrosco com Lauda, em Jarama, Peterson vê Lauda conquistar o título por antecipação em Mosport Park.

A impaciência do commendatore Giorgio Montone crescia temporada após temporada e Peterson precisava vencer o título em 1978 a qualquer custo. A Savoia não vencia o campeonato de pilotos desde o título de Jackie Stewart em 1974.
Peterson vence quatro corridas e chega à decisão em Montreal empatado em pontos com Lauda. Em uma corrida épica, Peterson supera Lauda com auxílio dos pneus Michelin e conquista o campeonato, contando ainda com a ajuda do companheiro Alan Jones, que segurou o austríaco em boa parte da prova. O sueco finalmente conseguira o tão sonhado título. Foram vários dias de festa na sede da Savoia para comemorar o feito.

Em seu último ano de contrato com a Savoia, 1979, Peterson começa a temporada com quatro poles em cinco corridas, mas não consegue vencer. Envolvido em vários acidentes, o sueco vê-se constantemente superado pelo companheiro Alan Jones, que dispara na liderança do campeonato. Após uma boa apresentação no GP da Itália, Peterson anuncia sua aposentadoria. O sueco tenta ajudar Jones nas corridas finais, para retribuir-lhe o favor de 1978, mas não obtém sucesso e a Savoia perde os dois títulos, para Jacques Laffite e a Biscazzi.

Após a saída da F1, o sueco prometeu permanecer na ativa, em outras categorias. Especula-se que Peterson participe de alguns ralis ainda em 1980 e volte a participar das 24 Horas de Le Mans.

Estatísticas na F1:
145 GPs
3 não participações
25 poles
23 vitórias
47 pódiums
389 pontos
59 abandonos (25 por acidentes)

Carreira na F1:

Legenda: Corrida - Piloto - Largada - Chegada

1967 - Narnia
AFS - Peterson - 1º - ab: carburador
MON - Peterson - 1º - 4º
GBR - Peterson - 4º - 3º
BEL - Peterson - 10º - ab: acidente
HOL - Peterson - 3º - ab: válvulas
ALE - Peterson - 13º - 2º
MEX - Peterson - 3º - ab: acidente
EUA - Peterson - 12º - 4º
CAN - Peterson - 9º - nl: acidente nos treinos
POR - Peterson - 9º - 8º
ESP - Peterson - 6º - 6º
FRA - Peterson - 3º - ab: acidente
ITA - Peterson - 4º - 4º

1968 - Narnia
AFS - Peterson - 7º - ab: barra de direção/acidente
ESP - Peterson - 8º - ab: rodada

1968 - Safety Car
HOL - Peterson - 5º - 5º
ALE - Peterson - 6º - ab: acidente
AUT - Peterson - 6º - 5º
FRA - Peterson - 3º - 2º

1969 - Romani
ARG - Peterson - 10º - ab: embreagem
AFS - Peterson - 10º - ab: bomba de água
ESP - Peterson - 10º - 10º
MON - Peterson - 9º - ab: acidente

1970 - Granata(Savoia)
AFS - Peterson - 7º - 7º
ESP - Peterson - 5º - 1º
MON - Peterson - 6º - 2º
BEL - Peterson - 4º - ab: bomba de combustível
HOL - Peterson - 7º - ab: câmbio
FRA - Peterson - 7º - 4º

1970 - Granata
GBR - Peterson - 10º - 5º
ALE - Peterson - 6º - ab: freios
AUT - Peterson - 7º - 6º
ITA - Peterson - 6º - ab: acidente
CAN - Peterson - 6º - 4º
EUA - Peterson - 7º - ab: suspensão
MEX - Peterson - 7º - 4º

1971 - Granata
ARG - Peterson - 7º - 7º
AFS - Peterson - 8º - 6º
ESP - Peterson - 8º - 7º
MON - Peterson - 4º - 7º
BEL - Peterson - 18º - ab: acidente
HOL - Peterson - 10º - ab: acidente
GBR - Peterson - 7º - ab: câmbio
ALE - Peterson - 20º - 7º
AUT - Peterson - 7º - 1º
ITA - Peterson - 5º - 4º
CAN - Peterson - 8º - ab: motor
EUA - Peterson - 3º - ab: alimentação

1972 - Savoia
BRA - Peterson - 1º - 2º
AFS - Peterson - 23º - nl: acidente nos treinos
ALE - Peterson - 1º - ab: motor
AUT - Peterson - 4º - 4º
ITA - Peterson - 1º - 2º
CAN - Peterson - 2º - ab: vazamento de óleo
EUA - Peterson - 1º - 2º

1973 - Dobson
ARG - Peterson - 2º - 2º
BRA - Peterson - 3º - ab: motor
AFS - Peterson - 1º - ab: motor
ESP - Peterson - 2º - 1º
BEL - Peterson - 2º - 3º
MON - Peterson - 1º - ab: câmbio
SUE - Peterson - 5º - ab: pane elétrica
FRA - Peterson - 1º - 6º
GBR - Peterson - 5º - ab: acidente
HOL - Peterson - 3º - ab: motor
ALE - Peterson - 1º - 1º
AUT - Peterson - 6º - 2º
ITA - Peterson - 2º - ab: acidente

1975 - Savoia
ARG - #1 - Peterson - 3º - 2º
BRA - #1 - Peterson - 7º - ab: suspensão
AFS - #1 - Peterson - 1º - ab: motor
ESP - #1 - Peterson - 1º - 14º(acidente)
MON - #1 - Peterson - 3º - 1º
BEL - #1 - Peterson - 4º - ab: embreagem/acidente
HOL - #1 - Peterson - 1º - 1º
FRA - #1 - Peterson - 3º - 4º
GBR - #1 - Peterson - 2º - nl: não compareceu
ALE - #1 - Peterson - 21º - ab: acidente
AUT - #1 - Peterson - 1º - ab: acidente
SUI - #1 - Peterson - 4º - 1º
ITA - #1 - Peterson - 4º - 2º
CAN - #1 - Peterson - 3º - 4º
EUA - #1 - Peterson - 3º - 1º

1976 - Savoia
BRA - #5 - Peterson - 5º - ab: acidente
AFS - #5 - Peterson - 20º - ab: acidente
OEU - #5 - Peterson - 5º - 1º
ESP - #5 - Peterson - 22º - 2º
BEL - #5 - Peterson - 17º - 15º(motor)
MON - #5 - Peterson - 5º - 1º
SUE - #5 - Peterson - 3º - 1º
FRA - #5 - Peterson - 2º - 3º
GBR - #5 - Peterson - 1º - 19º(bomba de água)
ALE - #5 - Peterson - 6º - ab: pane elétrica
AUT - #5 - Peterson - 2º - 5º
HOL - #5 - Peterson - 6º - 1º
ITA - #5 - Peterson - 8º - 1º
CAN - #5 - Peterson - 4º - ab: câmbio
LEU - #5 - Peterson - 1º - 1º
JAP - #5 - Peterson - 3º - ab: câmbio

1977 - Savoia
ARG - #5 - Peterson - 2º - ab: motor/acidente
BRA - #5 - Peterson - 9º - ab: suspensão
AFS - #5 - Peterson - 8º - 3º
OEU - #5 - Peterson - 6º - ab: bomba de óleo
ESP - #5 - Peterson - 6º - ab: acidente
MON - #5 - Peterson - 4º - 1º
BEL - #5 - Peterson - 21º - ab: pane elétrica
SUE - #5 - Peterson - 7º - 1º
FRA - #5 - Peterson - 2º - ab: acidente
GBR - #5 - Peterson - 5º - 1º
ALE - #5 - Peterson - 15º - ab: câmbio
AUT - #5 - Peterson - 12º - 4º
HOL - #5 - Peterson - 1º - 1º
ITA - #5 - Peterson - 4º - 2º
LEU - #5 - Peterson - 6º - 7º
CAN - #5 - Peterson - 1º - ab: motor
JAP - #5 - Peterson - 12º - 8º

1978 - Savoia
ARG - #5 - Peterson - 1º - 1º
BRA - #5 - Peterson - 9º - ab: acidente
AFS - #5 - Peterson - 7º - 9º
OEU - #5 - Peterson - 2º - 1º
MON - #5 - Peterson - 4º - 1º
BEL - #5 - Peterson - 2º - 5º
ESP - #5 - Peterson - 2º - 2º
SUE - #5 - Peterson - 1º - 1º
FRA - #5 - Peterson - 4º - 7º
GBR - #5 - Peterson - 2º - ab: motor
ALE - #5 - Peterson - 1º - ab: acidente
AUT - #5 - Peterson - 5º - ab: acidente
HOL - #5 - Peterson - 5º - 3º
ITA - #5 - Peterson - 2º - 3º
LEU - #5 - Peterson - 8º - ab: acidente
CAN - #5 - Peterson - 2º - 1º

1979 - Savoia
ARG - #1 - Peterson - 6º - 2º
BRA - #1 - Peterson - 1º - 2º
AFS - #1 - Peterson - 1º - 2º
OEU - #1 - Peterson - 1º - ab: acidente
ESP - #1 - Peterson - 1º - ab: câmbio
BEL - #1 - Peterson - 12º - ab: acidente
MON - #1 - Peterson - 8º - 4º
SUE - #1 - Peterson - 6º - 14º(rodada)
FRA - #1 - Peterson - 12º - 9º
GBR - #1 - Peterson - 15º - ab: acidente
ALE - #1 - Peterson - 6º - 4º
AUT - #1 - Peterson - 8º - 5º
HOL - #1 - Peterson - 11º - ab: acidente
ITA - #1 - Peterson - 6º - 3º
CAN - #1 - Peterson - 9º - ab: acidente
LEU - #1 - Peterson - 3º - 2º

Posições no campeonato:

1967 - 5º (20 pts.)
1968 - 9º (10 pts.)
1969 - nc (0 pts.)
1970 - 5º (27 pts.)
1971 - 9º (13 pts.)
1972 - 7º (21 pts.)
1973 - 5º (35 pts.)
1974 - não participou
1975 - 4º (54 pts.)
1976 - 2º (66 pts.)
1977 - 2º (49 pts.)
1978 - 1º (61 pts.)
1979 - 4º (36 pts.)
avatar
Saimon
Admin

Mensagens : 2011
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 32
Localização : Jaraguá do Sul

Ver perfil do usuário http://gpmanager.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homenagens

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum